#NYFW- O retorno do caqui.

khaawang

A moda náutica, listras, a camisaria e os babados continuam reinando de acordo com as passarelas da NYFW, mas o que mais me chamou a atenção foi o retorno de um velho conhecido: O tradicional caqui.

Favorito dos turistas pelo mundo e protagonista dos looks safári, a cor caqui é daquelas que podemos sempre contar para um look clean e possivelmente…entediante. E esse é o desafio dos estilistas na temporada de Verão 2017 em NY, trazer um pouco de sexy e um olhar fresco para à cor neutra.

Se for eleger uma peça para investir, aposte na calça. Esqueça a calça cargo com camisa, a ideia é subverter. Abrindo post com a proposta quente de Alex Wang, a calça cenoura é combinada com top de amarrações.

A australiana Zimmermann sugere um romance discreto. Juntando a calça de modelagem molenga com renda e babados em um ton sur ton esperto:

khazimmermann

O estilo preppy é entusiasta da cor, na Rag & Bone eles respeitam os códigos (suéter gola v, calça), mas adicionam um toque punk ao combo clássico com choker, cinto e bastante atitude nonchalant:

caqui

Na Tibi, além da calça ampla, blusas com mangas esculturais fazem par com jeans e azul marinho, garantindo uma cara contemporânea para o tom:

khatibi

Vestidos também ganham espaço. Ryan Roche mostra a versatilidade do tricô e a composição monocromática impera. Como a cor pode se confundir com a pele se você for clarinha, o truque do batom vermelho dá o ponto de luz:

kharyanroche

Dion Lee vai na estética clean com vestido daqueles ótimos de ter no guarda-roupa, fáceis de usar e básicos:

khadionlee

Funcionais, as parkas são tradicionais no tom.  Yeezy aposta na cor dos pés à cabeça. Reparem como o tom fica bonito em coloração mais bronzeada:

khayeezy

Red Valentino traz a parka ao universo artsy, ajudando a equilibrar a estampa e as cores vibrantes:

kharedvalentino

Sem se comprometer totalmente, Victoria Beckham aposta na saia tricolor que ajuda a afinar a silhueta:

khavictoriabeckham

E Roseta Getty mistura com preto em jogada sutil e mega elegante:

kharosetta

O trench coat, provavelmente a peça mais famosa do mundo no tom, ganha novo fôlego e atenção das marcas. No desfile da Vetements, apresentado em Julho em Paris, fora do calendário normal, ele surgiu desconstruído com ecos da melhor fase de Margiela.

khavetements

Tá na hora de dar uma chance para o caqui ser cool novamente.

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Color watch, Fashion Week, Inspirações

Palestra sobre estilo pessoal “Donna Talks- Um dia com uma personal stylist” dia 29/06.

poster

Muito feliz de compartilhar com vocês mais uma edição do meu Donna Talks sobre estilo pessoal. A palestra é uma ótima oportunidade para descobrir mais sobre seu estilo e te ajudar a fazer escolhas inteligentes, tanto no guarda-roupa, quanto na hora de adquirir peças novas.  Com personal styling o objetivo é ajudar a cliente a traduzir sua identidade/personalidade através das roupas que usa, isso leva em conta os gostos, lifestyle, objetivos, tipo físico, preferências. Muitas pessoas tem vontade, mas falta tempo ou disponibilidade financeira para contratar uma profissional. Na palestra, eu mostro em linhas gerais como você pode treinar seu olhar e dou dicas práticas em como entender seu tipo físico, a importância que nossa aparência tem no nosso dia a dia e trabalho e muito mais.

Para saber mais do que rolou na primeira edição, a Mariana Kalil escreveu duas lindas colunas sobre minha palestra e me emocionou com palavras super generosas. Confere aqui “Não existe liberdade maior que (re)descobrir nosso estilo” e “As peças essenciais e atemporais que deveríamos ter no guarda-roupa”.

Fica o convite e o desejo de encontrar minhas queridas leitoras ao vivo.

 

 

Devido ao sucesso da primeira edição, vamos repetir a dose. A consultora de moda Roberta Laurent Weber ensina como separar o estilo pessoal do profissional. Qual é o seu estilo? Que look combina mais com seu tipo de corpo? Estas são apenas algumas das dúvidas que Roberta irá esclarecer, assim como dicas para comprar de forma inteligente e fórmulas para você aproveitar o máximo todas as peças do guarda-roupa.

Mais informações: revistadonna.com ou pelo telefone (51) 9910.7978
Venda: www.ingresse.com.br/donnatalkspersonal ou na Loja Tissatt (Avenida Padre Chagas, 185) *

Link do evento: https://www.facebook.com/events/565493940296257/

*Na Tissatt venda somente em dinheiro.

Deixe um comentário

Arquivado em Trabalhos

Nome para guardar- Rosetta Getty.

rosettaa

Retomando uma das minhas tags favoritas aqui do site para falar da estilista Rosetta Getty, seu nome é discretamente conhecido e admirado, mas sem alardes ,assim como suas peças, lindamente cortadas e com caimento impecável.

Se ontem o tema foi excesso com o retorno das botas de plataforma, o mood de hoje é sereno e deliciosamente sofisticado.

Estampas aparecem de forma pontual, seja xadrez, paisley, tapeçaria ou listras, sempre incorporadas organicamente:

r6

No Inverno, seu trabalho com tricô é encantador. Reparem na manga sino do suéter:

r

Looks monocromáticos são comuns em suas criações:

r1

r13

Fã de trabalhos manuais como tricô e crochê, ela celebra as formas arquitetônicas e inusitadas em criações que sempre emprestam um ar cool à qualquer pessoa que usá-las:

r3

r8

Pernille Teisbaek com a versão preta da saia:

RPERNILLETEISBAEK

Seus vestidos são um caso à parte, lânguidos com um glamour resgatado dos anos 70 e sem muito esforço:

r4

Alicia Vikander usando um P&B assinado por Rosetta:

alicia

Outra opção, da temporada Pre-fall:

r5

Feminilidade é palavra chave e sua mulher é certamente uma que se preocupa em alimentar a alma, Louise Bourgeois e Agnes Martin já serviram como inspiração para coleções.

r7

Super jovem, o debut aconteceu na temporada Resort 2015, mesmo assim já possui forte identidade e algumas marcas registradas: Recortes estratégicos, formas mais amplas, assimetria e alfaiataria relax com detalhes desconstruídos:

rosetts

r12

r11

R9

Fechando com imagem linda de Ezra Petronio para Self service magazine, Edie Campbell usando top Rosetta Getty Verão 2016:

edie

Nome para inspirar e suspirar.

Fotos: Rosetta Getty/Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, name to watch, Perfil

(Micro) Trend alert- A reconquista da plataforma.

plmj2

Passeando pelo meu feed do instagram, me deparo com a foto acima postada por @carineroitfeld (musa oficial deste site e desta pessoa que vos escreve). O clique é das botas da coleção Resort 2017 de Marc Jacobs.

Aqui elas no desfile:

plmjacobs

Desde seu Verão passado, Marc tem apostado nas botas estilo glam rock ou Spice Girls, a referência muda dependendo da sua idade. No Inverno ele repetiu a dose e agora as abraça definitivamente para a pré-primavera.

Olha o modelo invernal de Marc:

plmarcjacobs

Quem resgatou esta moda foi o coletivo francês Vetements, o mais incensado e polêmico do momento. O início foi em versão rock´n´roll com labaredas e outra de estrelas. A princípio um lançamento bem nicho e uma possível homenagem à David Bowie em sua fase Ziggy Stardust:

plvet

O que ninguém previu foi a onda avassaladora que a marca causou na moda, derrubando fronteiras e ganhando selo de aprovação e desejo de praticamente todos da indústria.

Com esta força e no embalo, versões nada discretas seguiram, passando por metalizados e a favorita, amarela:

plvett

M.I.A garantiu a sua:

plmia

Mais uma para não deixar dúvidas da versatilidade:

plvetements

Deveria ter suspeitado do potencial, quando Anna Wintour decidiu fazer um makeover de modernidade em Taylor Swift para Vogue America. A popstar ganhou ares cool com cabelo platinado e muito Saint Laurent e Vetements. Nos pés? A própria, ela mesma!

pltay2

pltay

Em Março, o diretor criativo da Balenciaga, Demna Gvasalia (head designer da Vetements) carregou o modelo para sua coleção de estréia na maison:

bal

Os sapatos pesados em geral passam por um momento de destaque, como comprovam Givenchy, no Resort 2017 lançado hoje:

plgivenchy

E Gucci (vale prestar atenção nos cadarços e na bota com salto anabela ou flatform beeeeem altos). Negue agora seu passado Baby Spice ou Scary Spice e ouse dizer que não desejou alguma bem parecida nos anos 90:

plgucci

Pelo direito de usar o “estranho” e fugir do óbvio, se divertir e permitir ousar com proporções diferentes. Vale experimentar shapes e idéias que há não muito tempo jamais pensaríamos. A moda é auto-expressão. Divirta-se descobrindo ou resgatando sua personalidade. De repente do alto de uma plataforma. Why not?

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Microtrend, Minimal vs. Maximal