Arquivo da categoria: name to watch

Nome para guardar-Rosie Assoulin.

rosie10

Trabalhar com moda significa estar todo tempo seguindo (e perseguindo) tudo que há de mais novo, interessante, impactante e com grande potencial de sucesso. Não basta saber o que está acontecendo agora, tem que descobrir o que vai acontecer em um ano, dois. Esta busca constante, apesar de muito estimulante, às vezes me cansa. Isto tem refletido principalmente nas minhas opções pessoais na hora de escolher o que usar. Peças fáceis, confortáveis, bem cortadas se tornaram minha nova obsessão. Não tenho sentido tanta vontade de comprar roupas novas, e sim, buscar por básicos irresistíveis. Não estou sozinha neste momento, no post “Trend watch- Retorno ao essencial” eu explico melhor.

Nos sapatos, eu que sempre fui adepta das plataformas altíssimas, tenho me dirigido aos scarpins e sapatos mais delicados. Ou indo para o lado oposto em shapes masculinos.  Necessidade de limpar e deixar meus looks diários respirarem um pouco.

Toda essa introdução, para apresentar para vocês a nova estilista Rosie Assoulin, americana de 28 anos, que acaba de apresentar sua primeira coleção.

Pensada para ser usada em todos momentos, dá para contar com opções de trabalho, super relax, mais ainda sim apropriadas para ambientes mais formais. O terno com calça oversized tem corte impecável e  ousadia na escolha do tom vermelho:

rosie3

Nude + vermelho é um combo perfeito para compor a proposta de working woman de Rosie. Por favor, muita atenção no caimento das peças e nos pequenos detalhes, como a lapela e o comprimento da calça:

r8

Mas é nas criações noturnas que Rosie se supera. Dando atenção ao clássico P&B, a brincadeira com proporções e o minimalismo bem executado tornam a simplicidade irresistível:

rosie11

Ela brilha ao incorporar tendências da atualidade como drapeados e origami a looks de apelo clássico. Uma mulher sem idade definida, característica rara nas coleções atuais.

Obrigatória na temporada 2013:  assimetria.

rosie9

Toques masculinos e tecidos nobres em proposta despretensiosa, mas perfeita para momentos especiais. O inesperado também chama atenção, como a combinação do amarelo com o conjunto preto:

rosie8

Quando a noite chega oficialmente, a mulher de Assoulin revela toda seu charme. Na parte de festa, Oscar de la Renta (onde Rosie trabalhou), Carolina Herrera, Dior e Givenchy dos anos 50/60 parecem ser comparações e inspirações justas. O corte t-shirt da blusa com saia longa lavanda é um deslumbre:

rosie1

Os detalhes impressionam, como este vestido midi:

rosie2

Ainda melhor na lateral:

rosie5

Simplicidade não é sinônimo de roupas sem graça e imaginação, como comprova este vestido listrado com recorte estratégico:

rosie4

Roupas para usar em 2013, 2014, 2020…

Fotos: Vogue.com, Glamour.com, ModaOperandi.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, name to watch, Perfil

(Micro) trend alert- Jabô.

blackvrussia

Algumas “modices” vão surgindo aos poucos e normalmente derivam de alguma tendência que já estávamos acompanhando. O estilo dandy repaginado já ganhou post aqui no site, e o assunto de hoje pode ser rastreado de lá. O toque, que surgiu na indumentária masculina, foi totalmente apropriado pelas mulheres e colabora para tornar qualquer look ainda mais feminino.

O detalhe do lenço na gola, também chamado de jabô quando o tecido já é costurado na blusa, voltou à moda pelas mãos do novo diretor criativo da Saint Laurent Paris e caiu nas graças das editoras de moda.

Abrindo o post, Lara Stone fotografada por Hedi Slimane, que também é fotógrafo, para a Vogue Russa. A transparência da camisa fica sofisticada devido ao laço. Combinada com saia lápis é fórmula infalível! Só é legal lembrar que mulheres que querem disfarçar o busto devem evitar o truque de styling já que ele pode dar a impressão de volume na área. Se realmente quiser experimentar, vale usar o laço e a blusa em tons escuros deixando o efeito mais discreto.

Já a capa da Vogue Americana de Janeiro traz Gwen Stefani com mais um look Primavera/Verão da Saint Laurent Paris:

img_gwenstefanicover3_001448242220

No editorial que acompanha a capa, a proposta é P&B com pegada mais andrógina:

lenço

A Vogue Japonesa também optou por Saint Laurent, desta vez em look assimétrico:

lenço2

A capa da Vogue Russa propôe camisa e laço escuros com jaqueta decorada e cheia de glamour:

updatevrussia

Editorial P&B da Bazaar Russa com macacão minimalista:

lençobazaarrussa

Falando nisso: A polêmica estréia de Slimane na Saint Laurent, antiga Yves Saint Laurent, dividiu opiniões. Hedi ficou famoso por suas criações na Dior Homme, onde popularizou a alfaitaria ajustada, gravatas finas e uma estética rocker que faz sucesso até hoje. Pós-saida da Dior, o estilista se dedicou a fotografia de moda e de bandas, estética que ele referenciou em sua nova empreitada. Eu gostei muito da nova idêntidade da marca, mais contemporânea, mas sem esquecer da imagem criada por YSL, afinal ele foi o responsável pelo Le smoking no guarda-roupa feminino. Com tino comercial apurado, styling forte (sim, bem 70´s) e acessível – O styling misturou peças mais conceituais, mas priorizou várias sugestões com calças de alfaitaria, blazers impecavelmente cortados e a dose de luxo esperada de uma maison como esta.

LENÇOSLP

Já estou ansiosa pelas próximas coleções. E vocês, aprovaram a nova Saint Laurent?

Fotos: BazaarRussia, Vogue.com, Zinio.

Deixe um comentário

Arquivado em Microtrend, Minimal vs. Maximal, name to watch

Nome para guardar- Laurence Dacade.

O nome pode não soar familiar, mas certamente você já viu ( e gostou) de muitas das criações de Laurence Dacade. A designer de sapatos já desenhou modelos icônicos para marcas como Chanel, Givenchy e Balmain e para sua  marca própria, fundada em 2003, tornado-se mais conhecida e admirada a cada nova temporada.

Eu soube de sua existência depois de ver esta foto no site Caroline´s Mode, a bota biker  da estilizada com salta e  placa de metal  da Chanel me deixou obcecada e não parei até descobrir o responsável.

Além das famosas botas acima, um dos modelos mais copiados da Givenchy também é obra dela. Certamente vocês já se depararam com versões da mesma pelas marcas de sapato aqui do Brasil:

Laurence também é conhecida por suas criações conceituais, era dela a assinatura dos sapatos da polêmica última coleção de Olivier Theyskens na Nina Ricci em 2009:

Seu trabalho pode ser considerado autoral com algumas marcas registradas, como toques rock´n´roll, uso constante de fivelas e um apego ao estilo hi-lo combinando modelos diferentes com doses de glamour. Sua preocupação com conforto também é frequente, muitos dos seus modelos ganham salto mais largo e estável, meia pata também é uma característica comum.

Seu maior hit até agora em sua marca própria é o modelo Merli, com tachas e similar à algumas de suas criações para Balmain:

A bota já virou favorita nos flagras de street style e funciona para estilo casual, mas também para quebrar looks mais românticos e femininos, como este aqui:

 Para o Inverno 2012, ela visitou todas as principais tendências, mas sem deixar de imprimir seu estilo pessoal: Uma evolução da botinha de metal da Chanel surge, aplicações de tachas, veludo molhado e a mega atual influência western marcam presença em sapatos dignos de desejo imediato.

Nem só de botas é feita sua coleção, os modelos de sandália com pegada sexy e utilitária também já ganharam fama:

Quem curtiu a marca pode e deve visitar o site oficial http://www.laurence-dacade.com/ .

Gostaram das criações da francesa?

Fotos: BrownsFashion, Caroline´s Mode, Vogue.com, StreetPepper, FinantialTimes.

2 Comentários

Arquivado em Inspirações, name to watch, Perfil

Favoritos- Rag & Bone.

Começando muito bem a tag “Favoritos”, com uma das minhas marcas preferidas para “vida real”. A Rag & Bone foi iniciada em NY em 2002 e obteve sucesso primeiramente com sua linha masculina. Criada por dois homens, Marcus Wainwright e David Neville, é especialista em roupas “for people to have a good time in”, sem pretensões, bela alfaiataria e com um twist no estilo atemporal.

O Resort 2013 entrega produtos adequados para o consumidor final: Como as coleções Resort (pré-primavera) chegam ao hemisfério Norte em Novembro, a coleção é desenvolvida pensando nas temperaturas negativas enfrentadas pelas clientes durante os meses finais e iniciais do ano.

Uma cartela de cores de azul, preto, verde militar e dourado, arrematada por estampas de flores meio outonais, todos looks fáceis de transportar para a vida real:

A coleção de Inverno, conta com campanha estrelada por Kate Moss nas ruas de Londres, além de terra natal dos estilistas, a Rag & Bone acaba de abrir sua flagship na capital Inglesa, nada melhor que Kate para representar a cidade e o estilo da marca:

Tapeçaria foi o carro-chefe do Inverno, assim como muitas sobreposições e toques metalizados. Camadas impedem que até as fãs mais friorentas reclamem, mas sem perder o estilo:

Junto com a J.Brand, a marca fabrica o melhor jeans do mundo, na minha opinião. Com o nome de Rag & Bone /JEAN, a divisão da marca especializada em denim cria modelos clássicos em vários cortes diferentes (skinny, cropped, bell bottom, flare, etc) e sempre inova com modelos de acordo com a tendência da temporada.

O modelo com a listra lateral, estilo tracking pant, é o queridinho do momento:

Para o Outono/Inverno, a marca lança o modelo bordado em estilo étnico, ótimo substituto para o modelo Renell da Isabel Marant:

As campanhas DIY da Rag & Bone /JEAN são um caso à parte: Eles entregam as peças para a convidada, que deve fotografá-las da maneira que preferir e combiná-las com suas próprias peças. Entre as eleitas: Lily Aldridge, Carolyn Murphy, Miranda Kerr, Karolina Kurkova…

Alguns dos meus resultados favoritos:

Hanneli Mustaparta em Paris com creeper da Prada:

Carolyn Murphy:

Miranda Kerr:

Se encontrarem Rag & Bone por aí, não deixem de conferir!

Fotos: Rag&Bone, Net-a-porter, Vogue.com

Deixe um comentário

Arquivado em Londres, name to watch, Perfil