Arquivo da tag: 70s

De olho na tendência- Skinny scarf.

gravatanja2

De vez em quando acontece: Uma imagem qualquer que a gente tromba no pinterest e nos chama atenção por algum motivo que não conseguimos identificar. Coloco no moodboard e deixo lá. Aí vem à memória uma coleção da Prada do ano passado que eu gostei muito, onde as modelos usavam lenços bem estreitos e longos à lá estrelas do glam rock dos anos 70. Me recordo que tentei usar o artifício no styling deste editorial “Muse´s Refuge”  de Agosto de 2014. E então os pontos começam a se conectar, a estética de Hedi Slimane que tanto amo, Keith Richards e Anita Pallenberg nos anos 60, Kate Moss sempre. O que todos tem em comum? A predileção por skinny scarfs, moda que parece relevante e legal novamente.

O look que abre o post, da modelo Anja Rubik nas ruas de Paris, foi o que despertou esse brainstorming. Aí bastaram dois minutos para lembrar do desfile de Inverno 2015 da Chloé, já declarei meu fascínio pelo Chloé Girl neste post e ele foi aumentado pós coleção Outono/Inverno. Clima romântico, boêmio e levemente dark me encantou:

gravatchloe5

De perto, a prova de quanto os acessórios são responsáveis por informar moods, por mais simples que sejam, podem ser aliados poderosos. O combo camisa branca e colete (vontade grande de retomar o uso dos modelos curtos de alfaiataria usado com peças desconstruídas) ganha atitude devido ao uso do lenço:

gravatchloe

Hedi Slimane é entusiasta na Saint Laurent desde que assumiu a maison, como prova seu desfile do Verão passado em clima 70´s:

gravatsl

Na Bazaar UK, bem nonchalant no look Chloé:

 

http://avxhome.se/blogs/crazy-slim

Na Vogue Russia usado com peças de inspiração masculina:

http://avxhome.se/blogs/crazy-slim

Na Bazaar UK, estilos anos 60 é quebrado pela skinny scarf:

http://avxhome.se/blogs/crazy-slim

Nas lojas, as marcas fast fashion incorporaram para o inverno 2016 chegando lá fora. Zara:

gravatzara2

Também em branco:

gravatzara3

Metalizados, com apelo anos 70:

skinny

Estilo bem francês, com listras e jeans:

skiny2

Na H&M:

handm

Na Mango, apesar da predileção pela década de 80, as marcas continuam apostando nos embalos setentistas comercialmente:

Mango

Na Saint Laurent, esse tipo de lenço bem fino, também chamado de Skinny scarf, foi batizado de Lavalier e é um clássico disponível em todas temporadas. O acessório invadiu o street style em looks inspiradores como este (outro) de Anja:

gravatanja

Minimal e cool na composição de Elin K:

gravatstreet

Adepta há muitos anos, Kate Moss usa constantemente:

gravatkate

Rockins é a marca de uma dupla de amigos de Moss especializada em lenços de todos os tipos, ela adora desfilar com os seus:

kate

A marca é favorita de Kate:

ROCKINS-256

A existência da Rockins e o sucesso grande para uma marca nicho comprovam que é um truque de styling atemporal que vive momento especial. Para aderir já!

Estilo rock´n´roll de luxo..

Fotos: Reprodução.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Street watch- Saia abotoada na frente.

botão9

Se tem um modelo de saia que promete dominar os próximos meses, certamente é a saia abotoada na frente. Típica dos anos 70, ela ganha espaço junto com a onda seventies que engole a temporada. Em jeans ou em camurça, não tem competição.

Dá para afirmar que a marca que mais influenciou as fast fashion para o Verão 2015 foi a Chloé. Afinal, a maison traduziu perfeitamente o mood da estação já que a garota free spirit da moda atual é a típica “Chloé girl”. Confere este post aqui onde eu explico melhor o DNA da marca “Vontade do dia- Chloé Girl”.

saia

Vai ser difícil de escapar da peça em 2015, já que todas as lojas (dos mais variados preços) vão oferecer uma. Há um ano, comentei aqui no site sobre o “Street Watch- O retorno da saia jeans”, a forma mais legal de aderir é escolhendo uma com botões na frente. Além de lindas, a linha vertical criada pelos botões ajuda a alongar o corpo.

Longas são democráticas e dá para deixar os botões abertos criando uma fenda e fugindo do look sério demais. Lembre de usar com plataforma para emprestar um ar mais cool:

botão7

Mas nas ruas, os modelos minis são quem roubam a cena. Usadas com gladiadoras , como Aimeé do blog Song of style, é o combo certeiro da próxima temporada quente:

botãosongofstyle

Em denim também é escolha de Olivia Palermo:

botão4Kirsten Dunst opta por uma um pouquinho mais longa e em clima normcore:

botão2

Assim como Lily Donaldson, mas aqui com inspiração para o friozinho:

botão1

A IRO incluiu uma versão de couro em seu último look book:

botãoiro

Chiara Ferragni também escolheu couro, mas com acabamento em verniz da Louis Vuitton:

botão10

Outra by Louis Vuitton, aqui usada por Christine Centenera durante a semana de moda da Austrália:

christinebutton

A marca Reformation elegeu de suede em tom camelo:

botão8

Rosie Huntington-Whiteley também:

botão6

Na camurça elas ganham apelo mais outonal, perfeita para nosso clima atual do hemisfério Sul. Observem que lindo usado com gola alta:

botão3

Deu vontade?

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Street Watch, Trend alert

Para inspirar- Joan Didion.

joan

Esta semana, Joan Didion foi anunciada como o novo rosto da Céline, substituindo Daria nas imagens. Muita gente falou no assunto, porque o fato de uma mulher idosa representar uma marca de moda tão cool e desejada como a Céline já é incrível por si só. Mas sabendo mais de Didion e seu trabalho, é impossível não sentir uma alegria intensa ao constatar a valorização do intelecto, da coragem e do estilo independente da idade ou “beleza padrão”.

Há algum tempo rolou o post “O resort da Céline e o feminismo de Phoebe Philo”, na época a designer declarou ao jornal Le Monde: “Meu trabalho não tem nada a ver com o físico de uma mulher, mas sim com seu poder. Meu trabalho é torná-las mais fortes novamente. Hoje em dia, a imagem é muito sexualizada e eu não gosto. Eu gosto da simplicidade que conforta. Eu quero ir contra a idéia que as mulheres estão sempre ocupadas querendo seduzir”. Portanto, a escolha de Didion é uma reafirmação da visão de Phoebe para Céline e para o guarda-roupa da mulher contemporânea.

Por muitos anos esta imagem da Joan ficou no meu painel de inspirações. Gostava da imagem e de algumas essays suas que havia lido por acaso, quando tivemos uma perda na família, comprei o livro “O ano do pensamento mágico” e então minha relação com ela foi para outro nível. Li praticamente toda a obra e recomendo muito! “Play as it lays” tem um lugar especial, mas não sei indicar por onde começar.

joan3

As fotos da escritora no carro, inspiraram campanhas da Céline e coleções de Philo antes do convite para a própria “modelar”:

joan4

Bem 70´s e no mood da temporada atual:

joan2

Para fechar, uma das minhas marcas favoritas da atualidade, a Saint Laurent de Hedi Slimane (confere posts sobre isso”Favoritos- A nova Saint Laurent” e  aqui) chamou Joni Mitchell para sua campanha musical que já incluiu Courtney Love, Marianne Faithfull e Daft Punk:

joni

(Bons) sinais dos tempos.

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações