Arquivo da tag: bolsas

Minimalismo clássico nas bolsas e marcas para conhecer.

garance

Imagem Reprodução: GaranceDore.fr

Bolsas são os itens de moda que mais exercem fascínio no universo feminino, juntamente com sapatos. Muitas mulheres optam por investir em modelos mais caros e quando o investimento é alto, a preocupação de ser mega aproveitado só aumenta.

A boa notícia é que linhas clássicas e estilos atemporais prometem dominar os próximos meses. As extravagâncias não foram abandonadas, foram apenas transferidas para os modelos noturnos ou clutches. Animal print, florais, pedras aplicadas serão bem populares para estes estilos.

Já ouviram falar na marca Everlane? O modelo Petra  é uma tote bem básica, mas que ganhou espaço entre as celebridades e gerou curiosidade geral. Com preços mais acessíveis que outras bolsas hit (entre 325 e 460 dólares). A marca ganhou fama devido à Angelina Jolie, que foi fotografada em Londres com carregando uma. Iniciada em 2011, foi no ano passado que a label resolveu entrar nos básicos de luxo. A fila de espera para a Petra é de 7000 nomes!

everlane

Olivia Mumm, Kate Mara, Angelina, Jessica Alba…

everlane

A Mansur Gavriel se tornou hit em NY com modelos saco, sold out no Net-a-porter. Desde que a Louis Vuitton relançou sua Noé, os modelos bucket fizeram retorno triunfal. Esse toque anos 90 é o trunfo da Mansur. Bem minimal,  design elegante é o foco da neo marca:

mansur

Nas ruas, o apelo é inegável. É favorita de blogueiras cool como Leandra Medine e Garance Doré:

mansur2

Clare Vivier, todos os modelo são fabricados em Los Angeles e a proposta é moderna e clean. Cores vivas são alternativas para fugir do básico em uma bolsa com design clássico:

clarevivier

 

Valextra: De nova a marca italiana não tem nada, mas é verdade que caiu no ostracismo há algum tempo e agora ganha um merecido revival.  Opção perfeita para quem ama a herança tradicional e qualidade indiscutível da Hermês, mas dispensa o clichê que a marca carrega:

valextra

Estilos mais estruturados, ótimos para looks mais profissionais são marca registrada:

valestra2

Anya hindmarch- Favorita das inglesas, as bolsas de Anya aparecem repaginadas para a temporada. A ordem é minimal e atemporal. O modelo bucket com tassel é meu eleito:

anya

Loewe- Reinvenção e resgate são palavras chave da atual fase da Loewe, o designer Stuart Vevers é expert em acessórios e fez um update em modelos incríveis e icônicos da marca como Amazona e Flamenco, antes de abandonar a maison espanhola e migrar para a Coach este ano:

AMAZONAStella McCartney ea bolsa Beckett. Seu modelo mais conhecido, Falabella,  é enfeitado por detalhe de corrente e ganhou diversas texturas, já o último lançamento aposta na máxima do menos é mais:

beckett

Na Louis Vuitton, a primeira linha lançada com Nicholas Ghesquiére no comando vai pelo mesmo caminho e dá adeus aos logos exagerados:

MICHELLE

Em tempo, a Gucci acaba de lançar a coleção de acessórios em couro “Bright Diamante”. Linhas limpas e pouquíssima informação, o charme fica na cartela de cores, bem vibrante! Reparem que o modelo saco surge novamente, belo investimento para as próximas estações:

Compre agora, use sempre.

Fotos: Reprodução.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Minimal vs. Maximal, Trend alert

Trend watch bolsas- Cereja e uva para finalizar.

cereja

A cartela de cores do Inverno 2013/14 promete ser bem neutra quando falamos em acessórios, com exceção dos metalizados (muito!!) as tonalidades que se destacam entre beges, cinzas, navys e pretos são o verde esmeralda e as da turma vinho. Com destaque especial para vermelho cereja e uva.

A Fendi não hesitou em criar a versão cherry de sua cobiçada 2jour, aliás fiquei sabendo hoje que o modelo vai ganhar versão mini na próxima temporada, reparem que o cinto de pele também acompanha.

A Vogue Japão optou pelo uva mais aberto para complementar o look total black.

rosaantigovjapao

A Vogue inglesa elegeu a versão cereja da Peekaboo, outro sucesso da Fendi. no styling que acompanha o vestido vichy Prada. Importante comentar que nas roupas os tons neutros dividem espaço com blush (que eu já tinha antecipado aqui) e esse tom de azul clarinho, também mega popular.

cerejavogueuk

Na edição da Elle o azul marinho com denim fica ainda mais interessante graças à bolsa. Na parte de baixo da página dá para ver uma mochila no mesmo tom:

cerejaelle

O modelo “Prismick” da Roger Vivier que a marca tenta “hypar”:

cereja

Rebecca Minkoff cria bolsas hit entre as americanas e mostra como verde e cereja vão super bem juntos:

rebecca

Os tons de uva por Lanvin, Sophie Hulme e Fendi:

uva

A Proenza Schouler criou um mix dos tons para atualizar sua amada PS1:

uva2

O que vocês pensam sobre bolsas nesses tons?

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Trend alert

A nova bolsa da Balenciaga- Le Dix.

dix

Com a chegada de Alexander Wang na Balenciaga, a promessa é um retorno ao icônico da maison, com todas marcas registradas de Cristobal Balenciaga misturadas com toque de modernidade. Direção esperta, já que dificilmente Wang conseguiria competir com a visão única e avant-garde de seu antecessor, Nicholas Ghesquiere.

Como já comentei aqui no site, artigos de beleza e acessórios sustentam as grandes marcas, já as coleções servem para vender o lifestyle aspiracional de quem consumir os produtos. Nessa fábrica de sonhos, o peso de uma bolsa que se torna hit é imenso. Um dos maiores desafios para Alexander será criar peças desejo, tarefa que ele provavelmente vai tirar de letra, já que construiu sua marca própria de maneira magistral e com linha de acessórios muito popular.

Começando com força, o modelo “Le Dix” é o novo lançamento. Com nome inspirado no número do primeiro atelier de Cristobal, a bolsa estruturada, austera e bem atemporal com influência vintage já chega chamando atenção.diz2

Cada bolsa leva seis horas para ser montada. Esse tom oliva, entra em uma cartela com branco, preto e outros tons neutros para o Inverno 2013/14:

dix3

Até hoje, o fenômeno é o modelo Motorcycle, best-seller no mundo todo e incasavelmente copiado (lembram das versões de moletom que as fast fashion Brasileiras fizeram há uns anos?). A Le dix é o extremo oposto, já que um dos maiores charmes do modelo antigo são as formas desestruturadas e o estilo despretensioso e leve:

motor

Em tempo, a coleção Resort da maison trouxe mais novidades no quesito. Novamente estruturadas e com alça de corrente, o modelo bem minimalista P&B tem grandes chances de ser bem-sucedido:

bal

Vocês curtiram a “Le dix”?

Fotos: Reprodução e CRFashionBook.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios

Explicando “Biju bags” e “jeather”:

O mundo da moda tem a mania de dar nome para tudo, e inventar nomenclaturas bem específicas para cada peça do vestuário que usamos (e já conhecemos por algum nome corriqueiro). Principalmente no Brasil, adotamos nomes que vem do Inglês: A nossa calça boca-de-sino se chama “Flare, A cor bege virou “camel”, os tamancos viraram “clog”, as bolsas-carteira agora são “clutches”, e aí em diante…Atualmente dois termos andam em voga, ilustrando tendências bem interessantes:

As “Biju bags” ou “Bolsas biju”, tem sido consideradas por muitas pessoas como as substitutas da bolsa carteira (opa, clutch) como preferência para usar em festas e afins. São bolsas bem pequenas, a maioria tem entre 10 e 15 cm de largura e/ou comprimento, em shapes variados, com detalhes ricos e bonitos: Podem ser delicadas com pedrarias, ter texturas diferenciadas como matelassê, enfeite de correntes, cores de pedras preciosas ou metálicas, estampadas com flores os animal print, as opções são infindáveis. Elas levam vantagem sobre as clutches pela sua alça característica, beeeem longa, que possibilita deixar as mãos livres para dançar, gesticular, carregar um drink… Não substituta da clutch, mas uma opção a mais.

Metalizada da Chloé e grená da marca Alexander McQueen:

O outro termo é uma expressão que foi inventada recentemente para chamar uma tendência que já anda em alta faz algum tempo: O termo é calça “Jeather”, a junção de leather (couro)+jeans, que são as calças resinadas, ou calças jeans com a aparência de couro. Verdadeiras febres no hemisfério Norte, tem tudo para também fazer sucesso no Brasil:

Exemplos mais clássicos da J. Brand e da Levi´s, e com detalhe de zíper da “Victoria Beckham denim”.

Dois exemplos das “Jeathers” nas ruas, a dourada da foto é da Zara. As fast fashion também aderiram…

Fotos: Net-a-porter, Style.com, StreetPepper.

1 comentário

Arquivado em Microtrend, Trend alert

Acessórios: O material do momento nas bolsas.

O couro de avestruz parece ser o novo fetiche dos designers quando se trata de seus acessórios, presente mais timidamente nos sapatos, tomou conta dos lançamentos de Outono/Inverno do hemisfério Norte no quesito bolsas. Este tipo de couro tem aspecto de pequenas fóliculas e cria uma textura muito interessante que para ser obtida custa caro, este é considerado dos couros mais nobres. Marcas como Louis Vuitton, Hermès e Bottega Veneta popularizaram este tipo de material na moda. Em decorrência do valor elevado, muitas marcas optam por apenas imitar o aspecto e não utilizar o material original, como os modelos do Alexander Wang e da Marc by Marc Jacobs que estão neste post.

A Louis Vuitton aposta tanto que sua vitrine da quinta avenida tem a própria avestruz “segurando” a bolsa em tom grená. Dividida em 4, uma vitrine era o pescoço, a outra o corpo e por último…

os ovos colocados por ela com os acessórios todos neste tipo de couro. Os tons neutros como cinza foram os selecionados.

A Mulberry também aposta na textura: Cinza para sua bolsa mais clássica a “Bayswater” e camelo na sua mais nova criação: a “Carter”, que promete repetir o sucesso estrondoso da “Alexa”.

Max Mara vai de cinza também, em look de apelo clássico com direito a comprimento midi e estola, auge da sofisticação.

Close-up da bolsa:

Já a Givenchy (que por acaso é a minha marca de acessórios favorita junto com Alexander Wang) traz a Nightingale, sua bolsa mais clássica em duas cores:

O modelo de shape clássico em tom lilás da Marc by Marc Jacobs apenas imita a aparência do couro de avestruz, e a marca Akris optou por utilizar o material em um modelo de bolsa sacola, um dos mais populares do momento:

As biju bags, que muita gente considera a nova clutch, também ganharam versões: a preta do Alexander Wang, e a marrom no modelo “1973” da Gucci:

A polêmica nova linha de bolsas da The Row (uma das bolsas, uma mochila de crocodilo custa 39 mil dólares!!!), marca upmarket das irmãs Olsen, também utiliza do material em azul céu e nude:

Na vitrine da Saks, a bijubag  da Diane Von Furstenberg em verde (mais um pouco de verde aqui no site):

Amanhã entra aqui no site um post sobre as tais “biju bags”…

Fotos: Roberta Weber, Fashionista.com, Net-a-porter.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Microtrend, NY, Trend alert

Acessórios update: Bicolores e tricolores.

Preferência da maioria das mulheres, as bolsas e sapatos nem sempre acompanham as tendências das roupas, são tão importantes (e sustentam tantas marcas de luxo) que acabam merecendo suas próprias novidades que complementam os conceitos e inspirações das coleções como um todo.

Revisitando os clássicos e tudo a ver com a moda lady-like e influência anos 60 da temporada, no Outono/Inverno 2011-12 os sapatos bicolores apareceram em força e para vários gostos.

Na vitrine da Louis Vuitton, a combinação de roxo com vermelho no Oxford de salto alto acompanha a coordenação de cores da roupa:

Tons similares escolhidos para as bolsas Pierre Hardy e Burberry prorsum em camurça e em verniz:

O  scarpin de bico redondo com glitter é a aposta da Miu Miu:

Givenchy e Louboutin também sugerem um Inverno clássico com scarpins de bico fino e a sofisticada combinação de neutros com metálicos:

Ainda na onda dos metálicos Alexander Wang lança o polêmico sapato branco em modelo sandalboot bicolor e Charlotte Olympia na wedge listrada:

As botas também ganham suas versões: a Chanel, que tem nos bicolores uma de suas marcas registradas, sugere a bota P&B. Já a Prada com sua coleção de sapatos trompe l´oeil traz várias versões desta tendência:

No híbrido de mocassim e slipper de salto da Céline e no mocassim tratorado da Burberry Prorsum em cartela de cores bem invernais:

Nas bolsas invernais algumas marcas optaram por duas cores e duas texturas, como o croco, na versão metalizada Dries Van Noten e no modelo Silvana da Fendi:

No Verão das coleções Resort,  a moda continua na combinação de duas cores da ankle boot com dourado Balmain, e no scarpin Emilio Pucci:

E evolui para a moda tricolor, tanto nos sapatos quanto nas bolsas.

Combinação navy da sandália YSL, no mocassim de salto do designer Jason Wu, na delicada rasteira Moschino em “candy colors” e na sandália de influência tribal Thakoon:

Nas bolsas, a tendência principal é dos formatos mais compactos e estruturados chamadas “boxy”, tricolores ganham opções em cartela de cores neutras e delicadas da Pucci, Reed Krakoff, Chloé e Marc Jacobs:

A tendência bicolor foi tema de um post do ConexãoLondres em Junho, destaque para as calças bicolores do Outono/Inverno. Para ler só clicar aqui.

Fotos: style.com, Net-a-porter, Roberta Weber.

2 Comentários

Arquivado em NY, Trend alert