Arquivo da tag: Christian Louboutin

(Micro) Trend alert- Amor.

love4

O romance está em alta. Estilistas e marcas parecem andar especialmente inspirados pelo sentimento mais nobre de todos: Amor.

A Lanvin criou acessórios com palavras de efeito como “sos”, “help”, “cool” e…”Love”. O colar que abre o post é lançamento do próximo Inverno da Maison.

Charlotte Olympia aposta nos clássicos “Era uma vez…” e “Foram felizes para sempre” para enfeitar o salto do seu novo modelo para FW/14.

love6

Dentro da temática romântica, o coração não poderia ficar de fora. O símbolo é uma das maiores tendências para o próximo Inverno. Aquilano Rimondi, Burberry Prorsum e Holly Fulton todos criaram suas versões:

love9

Corações em look adulto sofisticado no styling do Net-a-porter para o suéter J.Crew com a estampa:

love2

A Burberry é a maior entusiasta, além de vestidos, o clássico trench coat e até uma clutch ganhou o enfeite:

love5

Christian Louboutin optou por enfeitar o seu loafer com combinação de cores interessante, matelassê e um pouquinho de amor próprio!

love7

Colares com pingentes de coração são clássicos que ganham update nas mãos da Lanvin (Nota-se que Alber Elbaz adora o símbolo):

love1

E Bottega Veneta:

love8

UPDATE: A marca Inglesa de fast fashion-  Next, escolheu um vestido com a padronagem romântica para Arizona Muse:

love8

Amor tá na moda…

Fotos: Vogue.com, Net-a-porter.

2 Comentários

Arquivado em Microtrend, Sem categoria

Explicando “Biju bags” e “jeather”:

O mundo da moda tem a mania de dar nome para tudo, e inventar nomenclaturas bem específicas para cada peça do vestuário que usamos (e já conhecemos por algum nome corriqueiro). Principalmente no Brasil, adotamos nomes que vem do Inglês: A nossa calça boca-de-sino se chama “Flare, A cor bege virou “camel”, os tamancos viraram “clog”, as bolsas-carteira agora são “clutches”, e aí em diante…Atualmente dois termos andam em voga, ilustrando tendências bem interessantes:

As “Biju bags” ou “Bolsas biju”, tem sido consideradas por muitas pessoas como as substitutas da bolsa carteira (opa, clutch) como preferência para usar em festas e afins. São bolsas bem pequenas, a maioria tem entre 10 e 15 cm de largura e/ou comprimento, em shapes variados, com detalhes ricos e bonitos: Podem ser delicadas com pedrarias, ter texturas diferenciadas como matelassê, enfeite de correntes, cores de pedras preciosas ou metálicas, estampadas com flores os animal print, as opções são infindáveis. Elas levam vantagem sobre as clutches pela sua alça característica, beeeem longa, que possibilita deixar as mãos livres para dançar, gesticular, carregar um drink… Não substituta da clutch, mas uma opção a mais.

Metalizada da Chloé e grená da marca Alexander McQueen:

O outro termo é uma expressão que foi inventada recentemente para chamar uma tendência que já anda em alta faz algum tempo: O termo é calça “Jeather”, a junção de leather (couro)+jeans, que são as calças resinadas, ou calças jeans com a aparência de couro. Verdadeiras febres no hemisfério Norte, tem tudo para também fazer sucesso no Brasil:

Exemplos mais clássicos da J. Brand e da Levi´s, e com detalhe de zíper da “Victoria Beckham denim”.

Dois exemplos das “Jeathers” nas ruas, a dourada da foto é da Zara. As fast fashion também aderiram…

Fotos: Net-a-porter, Style.com, StreetPepper.

1 comentário

Arquivado em Microtrend, Trend alert

Acessórios update: Bicolores e tricolores.

Preferência da maioria das mulheres, as bolsas e sapatos nem sempre acompanham as tendências das roupas, são tão importantes (e sustentam tantas marcas de luxo) que acabam merecendo suas próprias novidades que complementam os conceitos e inspirações das coleções como um todo.

Revisitando os clássicos e tudo a ver com a moda lady-like e influência anos 60 da temporada, no Outono/Inverno 2011-12 os sapatos bicolores apareceram em força e para vários gostos.

Na vitrine da Louis Vuitton, a combinação de roxo com vermelho no Oxford de salto alto acompanha a coordenação de cores da roupa:

Tons similares escolhidos para as bolsas Pierre Hardy e Burberry prorsum em camurça e em verniz:

O  scarpin de bico redondo com glitter é a aposta da Miu Miu:

Givenchy e Louboutin também sugerem um Inverno clássico com scarpins de bico fino e a sofisticada combinação de neutros com metálicos:

Ainda na onda dos metálicos Alexander Wang lança o polêmico sapato branco em modelo sandalboot bicolor e Charlotte Olympia na wedge listrada:

As botas também ganham suas versões: a Chanel, que tem nos bicolores uma de suas marcas registradas, sugere a bota P&B. Já a Prada com sua coleção de sapatos trompe l´oeil traz várias versões desta tendência:

No híbrido de mocassim e slipper de salto da Céline e no mocassim tratorado da Burberry Prorsum em cartela de cores bem invernais:

Nas bolsas invernais algumas marcas optaram por duas cores e duas texturas, como o croco, na versão metalizada Dries Van Noten e no modelo Silvana da Fendi:

No Verão das coleções Resort,  a moda continua na combinação de duas cores da ankle boot com dourado Balmain, e no scarpin Emilio Pucci:

E evolui para a moda tricolor, tanto nos sapatos quanto nas bolsas.

Combinação navy da sandália YSL, no mocassim de salto do designer Jason Wu, na delicada rasteira Moschino em “candy colors” e na sandália de influência tribal Thakoon:

Nas bolsas, a tendência principal é dos formatos mais compactos e estruturados chamadas “boxy”, tricolores ganham opções em cartela de cores neutras e delicadas da Pucci, Reed Krakoff, Chloé e Marc Jacobs:

A tendência bicolor foi tema de um post do ConexãoLondres em Junho, destaque para as calças bicolores do Outono/Inverno. Para ler só clicar aqui.

Fotos: style.com, Net-a-porter, Roberta Weber.

2 Comentários

Arquivado em NY, Trend alert

“Glitterati”- Brilho dominando a temporada e as vitrines em NY.

Definitivamente esta moda não foi feita para as mais discretas (estas podem optar pelo minimalismo, que continua forte, mas anda perdendo espaço para o “maximalismo”). Por aqui todas as lojas e vitrines decretam que é tempo de brilhar: Muito paetê, glitter, bordados brilhosos, a ordem é reluzir.

Os brilhos são ótimas opções para deixar looks neutros mais especiais, para testar o mix de texturas tão em alta no momento, e claro, para ocasiões de festa: brilho é praticamente sinônimo de comemoração.

A aposta mais certeira de incorporar esta idéia é através dos acessórios: Na onda maximalista do momento, a Bergdorf Goodman sugere a clutch brilhosa com vestido de plumas, perfeito para A festa.

A Miu Miu (também bem maximal) sugere a bolsa de paetês com a pele colorida, outro item anos 70 que promete dominar os looks de Inverno.

Duas tendências em uma: Brilho e franjas na Bergdorf Goodman.

As clutches, carteiras pequenas de festa, são a opção perfeita para enfeitar com materiais brilhosos.

Nos sapatos também fazem a diferença em qualquer produção: A preferência tem sido nos scarpins, o modelo de sapato clássico que voltou a ser “queridinho”. Mas a sandália de cristais Pierre Hardy também representa bem o clima.

Diane Krueger já apareceu usando sua Miu Miu Trompe l´Oeil glitter ankle boots – possivelmente o sapato mais desejado da temporada

Nas roupas os brilhos ganham espaço em todas as peças: das calças, passando pelos vestidos, blazers e blusas como esta abaixo na vitrine da Barneys.

Para a noite a proposta é mais ousada: Acessórios e roupas com brilho, preferencialmente de fontes diferentes como o vestido bordado com a clutch de metais.

Neste o vestido laranja ganha recortes bordados e é combinado com o scarpin Louboutin todo cravejado.

A coleção Pre-fall da Chanel, com sua luxuosa inspiração na era Bizântina propôe o vestido e o acessório de cabeça embelezados.


Uma das marcas que apostou pesado nesta moda foi a Dolce & Gabbana, além das estrelas que já mostrei aqui, renda e os brilhos tem presença garantida.

As redes fast fashion também não ficam para trás: a Aldo apostou na combinação do vestido de paêtes com a plataforma de glitter para sua coleção de Holidays (sim, a coleção especial para as festas de fim de ano já foi lançada, mas nas lojas somente em Novembro).

E a Topshop pega carona no shape anos 60 do sapato Mary Jane e moderniza com o brilho prateado.

No Brasil a marca Santa Lolla já produziu modelos em sua coleção de Verão que acabou de chegar nas lojas e a Zara lançou vários sapatos no estilo.

Fotos:Roberta Weber, Fashiolista, Dolce & Gabbana/Reprodução, Topshop.com, JustJared.

4 Comentários

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert

E o animal print continua imbatível…

As estampas de bicho realmente não vão a lugar nenhum. A cobra é a “novidade” da temporada, e eu aposto no retorno da zebra, mas claro, que a favorita segue sendo a onça (em várias padronagens). É tantas opções e em tanta quantidade que até fiz aquele post “Refresh na oncinha”. A verdade é que este tipo de estampa já se tornou um clássico, e não haverá descanso no próximo Outono/Inverno. A maneira preferida de usá-las ainda é nos acessórios.

Christian Louboutin dedicou toda sua vitrine:

E Giuseppe Zanotti também:

Bota Alaia, com amarração, estilo mais urbano e cool:

Galochas Dolce & Gabbana, bem mais casuais (a estampa que dá o diferencial):

Alexander McQueen traz a versão “lady-like”  da onça:

A Miu Miu aderiu nos Oxfords da nova coleção:

Nas bolsas também aparece para estilos bem diferentes:

Na Mochila do Pierre Hardy (mochilas realmente voltaram):

E na bolsa estruturada de Reed Krakoff:

Ralph Lauren e a estampa de cobra, a outra queridinha do Inverno daqui:

Jimmy Choo também vai de snakeskin:

Nas peças de roupa também segue absoluta. YSL vai na onça clássica combinada com metálicos:

Nas Fast fashion, a vitrine da Topshop com a coleção de Outono/Inverno confirma a preferência por oncinha (se em P&B melhor ainda).

PS: Estes dias andam muito corridos e não tenho tido tempo de atualizar o site com textos mais elaborados. Optei por seguir atualizando com pequenos posts com várias fotos, mas prometo que logo voltará ao normal.

Fotos: Roberta Weber, Net-a-porter.

6 Comentários

Arquivado em Trend alert