Arquivo da tag: couro

Editorial “A leveza do couro”.

Interrompendo a programação normal para dividir com vocês mais um trabalho. Fiquei super feliz com o resultado e de trabalhar com uma equipe tão talentosa. O tema era o couro, material mega em alta que deixou de ser exclusivo dos dias mais frios e invadiu o próximo Verão, e foi publicado no jornal gaúcho Zero Hora no caderno Donna ZH de 16-09-2012.

Importante: No look abaixo, o sapato é da marca City Shoes e não da Luz da Lua como impresso.

Créditos:

Styling: Roberta Weber.

Assistente de styling: Paula Letícia Nunes.

Fotos: Carlos Contreras.

Direção e conceito: Eduardo Santos.

Beleza: Tiago Costa.

Modelo: Laura Chrusciel

Look 1:

Calça Juliana Sanmartin

Blusa de veludo Tufi Duek

Colar de cobra Muy Guappa

Mochila de couro PP acessórios

Sapato City Shoes

Look 2:

Vestido de couro e cinto de metal Muy Guappa

Jaqueta de python Juliana Sanmartin

Clutch espelhada Bo.bô

Pulseiras Bo.bô e Iaiá

Look 3:

Camisa de couro Bo.bô

Saia de python Juliana Sanmartin

Cinto de metal Muy Guappa

Bolsa de couro texturizado PP acessórios

Ankle boot Iaiá

Pulseiras Iaiá e Bo.bô

Look 4:

Short e jaqueta de couro com detalhes de corrente Bo.bô

Camiseta e colar a acervo da stylist

Clutch Luz da lua

Ankle boot Iaiá

Qual look vocês mais gostaram?

Aqui no site existe a tag “Trabalhos” onde dá para conhecer um pouco melhor da minha carreira como stylist, quem quiser ver mais é só clicar aqui.

2 Comentários

Arquivado em Trabalhos

Anos 80- A década da vez.

Muita gente só de pensar (e lembrar) da moda desta década já fica toda arrepiada- No mau sentido. Mas considero os anos 80 injustiçados, tá certo, muita coisa merece morrer no ostracismo (polainas coloridas!) , só que muitas das coisas que usamos hoje em dia são provenientes de lá…O uso desenfreado de couro, a predileção por veludo, as jaquetas perfecto, os brincos statement, tanta coisa que a moda anda reciclando é herança dos anos 80.

Evoluindo das peças amplas e boho dos anos 70, os anos 80 trouxeram o “power dressing”, quando a mulher definitivamente migrou para o mercado de trabalho , a cultura do videoclipe foi criada (Madonna e Michael Jackson eram os maiores ícones) e o culto ao corpo chegou com força, com eles peças ajustadas. Filmes e seriados de TV também eram muito influentes, os óculos espelhados, metalizados e os blazers com as mangas puxadas, como o look Haider Ackermann de Tilda Swinton na foto que abre o post, eram uniformes da série Miami Vice.

Uma das marcas mais influentes do mundo, a Balenciaga, apresentou coleção de Inverno 2012-13 toda inspirada nos anos 80. Pontos de cores vivas, suéters oversized, formas quadradas, tudo estava presente nas criações de Nicholas Ghesquiére.

Além de camisetas estampadas com filmes e bandas, como a do look Balenciaga acima, as divertidas com frases (oriundas da cultura street e do hip-hop), os crucifixos, que já ganharam post aqui, também devem seu sucesso aos 80´s. Aqui em editorial da última Vogue Paris:

Casacos com shape “boxy”, mais quadrados vieram com o “power dressing”, eram favoritos na época e serão uma das silhuetas mais importantes do próximo Inverno. O look book da H&M (Que aliás, chega no Brasil em 2013!), traz sua versão cropped:

Nas passarelas, os casacos quadrados foram os favoritos. Surgiram na Unique em look utilitário, acinturados na Lanvin e longos em turquesa na Céline, em contexto mais esportivo:

O formato também surge em editorial da revista Elle América, aqui quase arquitetônico e minimal:

Os vestidos de festa, sempre maximais, com detalhes como babados, transparências, são alvos das maiores críticas quando se fala em moda 80´s. Mas a dupla da Opening Ceremony na Kenzo e Alber Elbaz na Lanvin não se intimidaram e criaram os seus para o Inverno 2013:

Veludo, cintura marcada por cintos pesados com dourado, ombros volumosos, argolas, vários aspectos oitentistas surgiram neste editorial P&B da Vogue Paris:

Alguns detalhes podem referenciar à década, sem parecer festa temática.

Boinas eram muito usadas. Originalmente nos anos 40, ganharam releitura nos anos 80. Em versão 2012, a Louis Vuitton apostou na sua coleção Pre-fall (Luvas também remetem à década, Madonna era fã!):

Cintos grandes e meia-calça trabalhada. As meias com desenho são ótimas alternativas para deixar um look básico mais especial e eram artifícios muito utilizados na época. Bolsa de corrente com alça longa era outra peça obrigatória que continua clássica (Quem não tem uma?!):

Quem definitivamente não curte a silhueta e não pode nem ouvir falar em looks 80´s, pode aderir através da maquiagem. No caso, mais é mais! Sabe aquela dica básica das maquiadoras “Olho tudo, boca nada ou vice-versa?” Nos anos 80 a ordem era olho tudo, boca também. A última capa da Vogue Russa entrou totalmente no clima, lembrando as supermodelos da época como Stephanie Seymour em clipes do Guns & Roses.

Convencidas ou vão seguir com o preconceito com a década?

Fotos: Vogue.com, VogueFR, H&M, Elle.com

9 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Look do dia- Franjas.

Como prometido (Ok, com certo delay), mais um look do dia aqui no site. Já escrevi sobre a tendência western que anda rondando a moda: No post “Trend alert- Country girl” e “Coming up- Camisa western“. Essa blusa com franjas na manga tem tudo a ver com este universo, mas verdade seja dita, eu sempre amei franjas e tenho várias peças com elas, não preciso de nenhuma desculpa para incluí-las nos meus looks.

Terça-feira fui convidada para assitir o desfile da malharia Anselmi, em Farroupilha, na Serra gaúcha. Partimos de Porto Alegre às 7 e meia da manhã e a temperatura estava bem baixa, então a solução foi me render ao frio e optar por um look quentinho.

Essa blusa foi amor à primeira vista quando visitei o showroom de Inverno da Daslu em Novembro passado, uma das coisas “difíceis” do meu trabalho é ver peças meses antes de poder usá-la, o caso desta blusa, finalmente este mês ela chegou na loja Tissatt (a Daslu é exclusiva da Tissatt aqui em POA) e obviamente garanti a minha. A Tissatt é daquelas lojas com peças irresistíveis: Sempre por dentro das tendências atuais, mas com muitas peças clássicas também, o mix é incrível, sem contar a qualidade das marcas e atendimento top…

Juntei a blusa que já virou minha paixão com uma calça de couro (fake) skinny que também adoro e veste muito bem, o tom pinhão é pouco óbvio, mas bem fácil de combinar. Para completar busquei inspiração no colorblocking invernal e escolhi esta bolsa azul petróleo (já falei como a cor anda em alta aqui) com tachas. O lenço de animal print com caveiras ficou amarrado na bolsa dentro do evento, mas enrolado no meu pescoço, junto com uma jaqueta de couro preta que não aparece nas fotos, durante o trajeto.

O desfile foi super interessante e repleto de peças que vão ser curingas na temporada, como tricôs metalizados (destaque para os dourados, eu usei uma malha da Anselmi neste editorial aqui) e peças com estilo étnico. Um short com estampa tribal ficou na minha cabeça e já ando sonhando com ele. No final do evento, passamos na loja da Anselmi e acabei comprando algumas coisas, logo elas aparecem aqui no look do dia.

Vocês repararam que neste look incluí foto dos detalhes? Isso só foi possível com a colaboração da linda Vitória Portes do blog da Vitória Portes, que me fotografou com muito talento e boa vontade. Obrigada, Vi!

Aprovaram?

Fotos: Vitória Portes.

Obrigada Tess Fashion Biz e Anselmi pelo convite para assistir ao desfile.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Look do dia

Acessórios: O material do momento nas bolsas.

O couro de avestruz parece ser o novo fetiche dos designers quando se trata de seus acessórios, presente mais timidamente nos sapatos, tomou conta dos lançamentos de Outono/Inverno do hemisfério Norte no quesito bolsas. Este tipo de couro tem aspecto de pequenas fóliculas e cria uma textura muito interessante que para ser obtida custa caro, este é considerado dos couros mais nobres. Marcas como Louis Vuitton, Hermès e Bottega Veneta popularizaram este tipo de material na moda. Em decorrência do valor elevado, muitas marcas optam por apenas imitar o aspecto e não utilizar o material original, como os modelos do Alexander Wang e da Marc by Marc Jacobs que estão neste post.

A Louis Vuitton aposta tanto que sua vitrine da quinta avenida tem a própria avestruz “segurando” a bolsa em tom grená. Dividida em 4, uma vitrine era o pescoço, a outra o corpo e por último…

os ovos colocados por ela com os acessórios todos neste tipo de couro. Os tons neutros como cinza foram os selecionados.

A Mulberry também aposta na textura: Cinza para sua bolsa mais clássica a “Bayswater” e camelo na sua mais nova criação: a “Carter”, que promete repetir o sucesso estrondoso da “Alexa”.

Max Mara vai de cinza também, em look de apelo clássico com direito a comprimento midi e estola, auge da sofisticação.

Close-up da bolsa:

Já a Givenchy (que por acaso é a minha marca de acessórios favorita junto com Alexander Wang) traz a Nightingale, sua bolsa mais clássica em duas cores:

O modelo de shape clássico em tom lilás da Marc by Marc Jacobs apenas imita a aparência do couro de avestruz, e a marca Akris optou por utilizar o material em um modelo de bolsa sacola, um dos mais populares do momento:

As biju bags, que muita gente considera a nova clutch, também ganharam versões: a preta do Alexander Wang, e a marrom no modelo “1973” da Gucci:

A polêmica nova linha de bolsas da The Row (uma das bolsas, uma mochila de crocodilo custa 39 mil dólares!!!), marca upmarket das irmãs Olsen, também utiliza do material em azul céu e nude:

Na vitrine da Saks, a bijubag  da Diane Von Furstenberg em verde (mais um pouco de verde aqui no site):

Amanhã entra aqui no site um post sobre as tais “biju bags”…

Fotos: Roberta Weber, Fashionista.com, Net-a-porter.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Microtrend, NY, Trend alert