Arquivo da tag: Decorativismo

Adaptando a tendência- Vestidos para o final do ano.

Final do ano chegando e o número de eventos parece se multiplicar a cada semana. Eu sempre acabo elegendo um “uniforme” para esses dias em que não quero pensar muito, mas preciso estar arrumada. Não dá para negar que a melhor opção é sempre um vestido, já que a peça sozinha resolve o look e só precisa dos acessórios certos. Pensando nisso, escolhi as tendências que acho mais relevantes no verão 2012/13  para inspirar os vestidos de final de ano.

Assimetria e fenda-

longo

Em animal print como a foto que abre o post, o look ganha ar setentista, sex appeal e muito glamour. Dá para optar pela fenda em estilo mais romântico como o verde menta, ou ir de tom vibrante para resultado gráfico e moderno.

Decorativista-

decorado

O maximalismo e suas vertentes, como o decorativismo, tem tudo a ver com o clima festivo de Dezembro. A aposta da Vogue Nippon, em nude com aplicações de tachas é super contemporânea e minha versão favorita para esta moda. Em tule, como o modelo Pat.Bo da Chiara Ferragni fica em estilo princesa, já o Balmain de Anna Dello Russo é mais barroco. Pérolas, tachas ou outras aplicações são uma das melhores pedidas para incrementar vestidos de festa.

decorados

Tom pastel-

tompastel

A temporada é das candy colors e quem escolher um vestido no tom não vai errar! O exemplo acima é um McQueen super romântico. Mas também dá para optar por modelos de alfaiataria como o lilás da Diane Kruger, ou apostar em um modelo inspirado no minimalismo romântico que mostrei neste post.

pastel

Tom vibrante-

corviva

Neon e cores vivas só ganham força durante os meses mais quentes e são ótimas maneiras de chamar atenção para o bronzeado. Misturado com brilho, como no exemplo acima, ou em bloco de cor com acessórios fortes, o sucesso é certo! O look laranja de Miroslava Duma é lindo e pouco óbvio.

vibe

Renda-

renda

Já mencionei o material no meu top 10 de Verão, e um vestido com este efeito nunca sai de moda. O branco da Hanneli é a cara do ano novo, vale lembrar que manga longa ou 3/4 ajuda a equilibrar um vestido de comprimento curtinho deixando-o mais elegante. Renda colorida também não fica de fora.

renda2

Curvas-

arquitetonico

Curvas acentuadas são um dos hits do momento (Lembram deste post?), o mais atual é com babados e pegada anos 80 como o Lanvin acima. Ou o estilo minimalista apresentado pela Gucci e Givenchy na última temporada de desfiles em Setembro. Em compensação, a forma mais fácil de aderir é através do peplum ou da saia em shape flute. Que deixam a silhueta em evidência e tem um ar lady-like. Boa pedida para as comemorações de trabalho.

branco

Brilhos-

gold

Para concluir, metalizados em geral são sempre uma boa idéia para comemorações, o dourado parece ter sido criado para a época de Natal. As mais discretas podem utilizar a cor nos acessórios, ou em detalhes do vestido, como um bordado em look de tom neutro. Dourado e preto é uma combinação clássica! Outros tons como cobre também são opções interessantes. O contraste hi-lo despretensioso de Jessica Hart com vestido de paêtes e ankle boot preta é meu favorito.

gold2

Já escolheram seus vestidos para as festas de final de ano?

Fotos: Vogue.com, Zinio, VogueNippon, TheBlondeSalad, Rag&Bone, StreetPepper, Hanneli, TuulaVintage.

2 Comentários

Arquivado em Adaptando a tendência, Como usar?, Inspirações, Update das tendências

Trend alert- Curvas.

O post de hoje não é sobre a polêmica eterna da moda com magreza, e sim para falar sobre a verdadeira celebração das curvas nas próximas temporadas. Seguindo a moda oversized, com peças curvadas e estruturadas ou mais discretas. A ordem é enaltecer a cintura e chamar atenção para o quadril com shapes que remetem à alta-costura.

A capa da Vogue Japão vai pelo lado decorativista. Já na W, o efeito é exagerado para mostrar o conceito de Raf Simons da Dior: Foco na cintura (e o cinto de metal segue reinando).

No Verão 2013 que conhecemos em Outubro, as curvas são suaves, com fluidez acompanhando o movimento do corpo . Chalayan apostou no peplum, e Gucci e Rodarte no babado desestruturado e mega feminino.

A tendência ganhou fôlego na temporada de Inverno, curvas severas e longe do shape natural imperaram: Hakaan, Lanvin, McQ e Stella McCartney ilustraram muito bem.

Nos editoriais, o look Lanvin na Vogue Espanha é o mais usável. A silhueta é impecável:

Já na Vogue Turquia, o cinto metalizado garante o efeito:

Os ombros e as mangas também se destacam e ficam arredondados como na Vogue Russa:

Nas ruas, o peplum é a forma mais fácil de aderir, além de ajudar a criar (ou destacar) um corpo super feminino. Giovanna Battaglia apostou em look 80´s:

Ombros arredondados e mangas volumosas ganham o contraponto da saia lápis:

O que mais gosto é este peplum assimétrico com toque de alfaiataria:

Curvas perigosas?

Fotos: Vogue.com, Wmagazine, Zinio, Streetpepper.

3 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Imagens do mês- Confirmando tendências.

Desta vez o “Update das tendências” não vai entrar por falta de tempo (vocês viram que o site foi atualizado todos os dias na última semana, né?) e sim, por acúmulo de imagens lindas para compartilhar! Em cima de cada foto eu explico qual é a tendência e coloco link para os posts em que elas são mencionadas, é só conferir…

Começando com o editorial “La petite bourgeoise” da Vogue Japonesa, que foca no glamour e no maximalismo- Clica que eu explico o termo. Uma das características mais importantes dessa moda é a o famoso “decorativismo” , nesse caso tudo junto ao mesmo tempo!

A W também aposta na onda decorativista com conjuntinho  bordado de pedrarias e shape mais masculino:


Continunando na vertente, lembram que eu falei que todo mundo ia encontrar o seu barroco? Na Vogue Americana, reparem na mistura do ponto cruz com a renda, aliás há quase um ano eu avisei neste post que o vestidinho de renda era o novo pretinho básico, as coleções não me deixam mentir. Você já tem o seu?

Na Vogue nippon o barroco é glamour com muito dourado e brocados, reparem na beleza maravilhosa do editorial! O batom vinho realmente veio para ficar:

Ainda nas tendências dominando a temporada, a década eleita da vez é a de 80 confere mais aqui. Na capa da Vogue México, a beleza é 60´s, mas o look total 80´s com a blusa volumosa e em blocos de cores. Olha os brincos chamativos que eu adiantei aqui “A peça statemente do Verão 2012” cada vez mais fortes:

A popularidade da moda western também rendeu aqui no post “Trend alert- Country girl” e surge na W com toque sutil, adorei a camisa com estampa vichy:

Miuccia Prada é uma inovadora e comentei aqui no post “Prada e a nova silhueta” a volta das saias por cima da calça:

Entrando nas cores, escrevi o post “#PFW Inverno 2012- O retorno do marrom” . E bastou Phoebe Philo e Riccardo Tisci investirem que todos foram atrás. Na Vogue Japão, dois looks com a cor em tons diferentes e estilos idem:

Tons terrosos também foram tema aqui “Trend watch-Queimados” , na Vogue Russa até o cenário acompanha:

Tudo a ver com esta cartela, constatei uma preferência pela mistura do artesanal com urbano, como contei neste post aqui, estampas de bicho combinam com esta moda e a zebra tem conquistado cada vez mais espaço, cliquem no “Será que vai dar zebra?”. Ambos mega bem representados na Bazaar UK do mês:

Os detalhes bondage foram foco deste post aqui e surgem quebrando a silhueta deste look na W, reparem que até o cap é decorado:

Para fechar, uma confirmação das mais polêmicas, o post “Micro trend alert- Creepers” , Jessica Stam apareceu em evento usando um modelo by Pierre Hardy. Eu sigo apostando neles como os próximos sneakers de salto. Será?

UPDATE: Há uma semana comentei o item eleito da vez, o blazer vermelho, pois observem que o ganhou mais um entusiasta na  capa da Bazaar UK:

Qual das imagens vocês mais gostaram?

Fotos: BazaarUK, Vogue.com, Style.com, Wmagazine, VogueNippon, The FashionSpot.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Update das tendências

Qual é o seu Barroco?

O maximalismo segue em alta na moda, e cada vez mais criando vertentes. Entre elas, se destaca o tema barroco, que vem sendo visitado pela moda há muitos anos, mais recentemente Balenciaga (2006) e Balmain (Grande parte das últimas coleções) buscaram inspiração no estilo. Alexander McQueen também visitou o tema muitas vezes durante sua vida. No Inverno 2013, a tendência vai ser absoluta, tendo influenciado grande parte das maisons e ganhado releituras mega interessantes e não tão óbvias.

Dourado, brilhos, bordados pesados com pedrarias e pérolas bem ao estilo decorativista, brocados, matelassê, renda, veludo, motivos florais e imagens celestes, todos são marcas registradas do movimento barroco. Desta vez ele surge democrático, todo mundo vai encontrar um barroco para chamar de seu. Querem ver?

A arte barroca surgiu na Itália, e a dupla Dolce & Gabbana foi buscar no barroco Siciliano (terra dos estilistas) e em Michelangelo a inspiração para o seu Inverno. Muita opulência com bela dose de sensualidade, o barroco clássico, rebuscado e riquíssimo em detalhes, é a proposta misturado com o DNA da mulher Dolce: Transparências e animal print não ficam de fora:

Na Balmain, a ordem é Barroco rock´n´roll. Olivier Rousteing se especializou no hi-lo luxuoso, a calça de veludo toda bordada em pérolas, e a mistura do suéter com calça sequinha, tornam os looks usáveis e atuais:

Barroco maximalista. Para Alber Elbaz na Lanvin, o barroco combina com anos 80: Blocos de cores vivas, muitos bordados, peles fantasia em tons fortes e jóias XXL são a companhia perfeita. Mais é mais:

Cavaleiras barrocas: Uniformes de montaria e o universo da equitação serão importantes no Outono/Inverno, botas de montaria usadas por cima da calça, capas, Amazonas  de luxo são a aposta da Gucci e da Givenchy, reparem na nobreza da escolha dos materiais, nos detalhes brocados e bordados de renda super barrocos. Mistura inusitada!

Barroco romântico. Leve e fluído em tons pastel na Pucci e na Marchesa:

Barroco anos 60, mais exótico, com cores vivas que lembram um pouco estampas de lenço e culturas como India e Marrocos, apareceram na Issa e na Tracy Reese:

Barroco sofisticado? Mulheres que adoram saia lápis e camisas elegantes, podem recorrer ao estilo da Salvatore Ferragamo e Gucci. A saia neste comprimento, leves transparências, emprestam um ar sexy velado e são imbatíveis:

Barroco minimalista? Parece uma contradição, mas o minimal luxuoso também é opção para apostar nesta moda. Tons neutros, tecidos nobres e zero acessórios. Valentino e Chloé ensinam como:

Barroco com influência oriental, mais especificamente Chinesa, é a aposta de Jason Wu e também pode ser observada no styling de Zac Posen:

Barroco glamour, vestidos curtos e trabalhados de forma pesada são outra forma de usar a tendência. Tons de dourado, bordados em renda, e uma bela dose de auto confiança para segurar o look. Marchesa e Prabal Gurung adoram:

Para quem não gosta da idéia de usar o look completo, os estilistas dão mais uma opção: Os acessórios! Tiaras trabalhadas na Dolce & Gabbana e Oscar de la Renta são uma bela opção e não comprometem. Brincos statement ou maxi colares também contam:

Bolsas trabalhadas e estampadas com o motivo aparecerão muito na próxima temporada, olhem os exemplos da Dolce e a nova versão da “Nightingale” da Givenchy:

Tratando-se de Inverno, as botas são o sapato eleito, e se depender da Balmain e da Dolce, elas também vão dominar com ares barrocos. Destaque para a ankle da Balmain:

Gianni Versace referenciou muito o movimento barroco durante suas coleções nos anos 80/90, abundância de dourado e estampas de lenço, além de vários acessórios. Já falando no próximo Verão, a Just Cavalli sugere um barroco street, que lembra a obra de Versace, na sua coleção Resort 2013 que acaba de ser apresentada:

E aí, qual o seu favorito?

Fotos: Vogue.com

10 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Fashion Rio Verão 2012/13 – Coven e Pat.Bo.

Eu não ia falar nada do Fashion Rio Verão 2012-13 por aqui, afinal já tem bastante gente fazendo a cobertura e acho chato quando os sites ficam monotemáticos. Mas confesso que depois de ver essas duas coleções, foi impossível não dividir meu encantamento!

As duas marcas são mineiras, utilizam muito trabalho manual para enriquecer suas peças, mas as similaridades acabam por aí.

A primeira é a Coven, maestria no trabalho com tricô, a marca consegue inovar e criar peças super usáveis, mas com toques autênticos.  Admito que uma leve inspiração em Isabel Marant pode ser detectada, especialmente no primeiro look, mas o mix esperto de referências esportivas com detalhes de inspiração navy e estampas interessantes resultaram em composições que geram desejo imediato. As calças são minhas apostas:

Se na Coven meus favoritos foram os looks mais casuais, na Pat.Bo, marca nova da Patrícia Bonaldi, meus olhos brilharam pelos looks de FESTA, assim em letra maiúscula, para não deixar dúvidas. A estilista cria looks dignos de ocasiões mais que especiais. Alguns dos vestidos chegam a levar oito dias para bordar, e esta atenção ao detalhe e o uso de materiais como pérolas, pedrarias, cristais, canutilhos elevam a marca à outro patamar.

Selecionar meus looks favoritos do desfile foi tarefa muito difícil, com dó, consegui eleger quatro. O primeiro é o meu predileto, adorei os tons de neon e os bordados meio tribais, achei maravilhoso e muito original! O segundo look é bonito, mas coloquei a foto por causa da bolsa, adorei a cor e o detalhe de spikes.

Originalidade não é a primeira palavra que surge ao olharmos estes vestidos, mas verdade seja dita, a beleza deles torna difícil criticar a clara inspiração no “Balmain way of life”. A marca homônima, Patricia Bonaldi, poderia ser comparada com Elie Saab ou Marchesa, já a Pat.Bo bebe da mesma fonte da maison Francesa, que diga-se de passagem, com cortes impecáveis e bordados riquíssimos, não é lá muito fácil de reproduzir. Vale lembrar que o barroco vai chegar com força no Inverno, e se depender de Bonaldi, continua com tudo no Verão.

Qual desfile vocês gostaram mais?

Fotos: FFW.COM

2 Comentários

Arquivado em Fashion Week, Perfil, Trend alert

LN-CC e nomes para guardar:

O objetivo da minha última viagem para Londres foi trabalho: Fui pesquisar as tendências do Verão 2012-13 para o projeto Competence Lab: Fashion Trends, que conta com minha curadoria e já está na terceira edição ( E a razão de eu estar contando isso agora é justificar minha ausência no site, já que a edição da temporada aconteceu este mês). Além de trabalhar em algumas pautas para a Melissa e atender minhas clientes de personal styling, obviamente aproveitei para trazer mais novidades aqui para o site. Foi assim que visitei esta loja incrível, que junto com uma plataforma online, forma a LN-CC.

A loja, que existe há quase dois anos,  é um projeto coletivo de nomes que incluem o buyer John Skelton (verdadeiro gênio!), a RP Charlotte Hall e o diretor artístico Dan Mitchell, isto é o mais legal da LN-CC, mais que uma loja, é um lifestyle onde tudo é especial, exclusivo e pensado coletivamente, cada membro da equipe investe em sua expertise a acrescenta algo indispensável.

O espaço físico, localizado em um basement em Dalston (bairro que já foi mais sem graça, mas hoje em dia é lar de muitos criativos envolvidos com arte e moda), é uma experiência à parte: Cada detalhe  das seis salas foi pensado cuidadosamente, desde as luzes que mudam a cada ambiente e representam o mood, até os livros, revistas (mega difíceis de encontrar) selecionados para a biblioteca.

Parece uma instalação de arte:

A curadoria da LN-CC (Late Night Chamaleon cafe) é impecável, com mix de marcas mais estabelecidas como Givenchy, Jil Sander, Rick Owens, Haider Ackermann misturada com apostas bem desconhecidas, como tesouros do mercado Japonês (exclusivos da loja fora da Ásia), até estilistas promissores em busca de espaço. Selecionei os nomes mais incríveis que encontrei por lá:

O Irlandês J.W Anderson já é celebrado e relativamente conhecido. Sua coleção de Verão 2012 com inspiração esportiva old-school combina estampas geométricas com cortes impecáveis e toques irreverentes. Fiquei deslumbrada com a qualidade da alfaiataria e nas peças mega originais, mas acessíveis. Quero tudo, usaria tudo! (Especialmente o terceiro look).

O britânico James Long, formado pela RCA em menswear, desenha peças femininas também, e pegando pesado no decorativismo, conseguiu dar cara nova à peças clássicas como a jaqueta perfecto:

A seleção masculina é inexplicável, gostei praticamente de todas as peças que vi. Algumas  das que mais me encantaram eram da marca Japonesa SASQUATCHfabrix, bem despretensiosa com estética cool e shapes mais largos, incrível!

Destaque também para a masculina Unused, que oferece garantia eterna das suas peças, todas em estilo atemporal (E OK, para um estilo específico). E para a nova marca SACAI, criada pela protegida de Junya Watanabe, Chitose Abe : Essa trophy jacket merece toda minha atenção…

O site da LN-CC é completíssimo e visualmente lindo. Recentemente ganhou até versão em português (eles entregam tudo no Brasil)! Vale a visita, além disso tá rolando uma promoção por lá que também justifica o clique.

Fotos: LN-CC.

Deixe um comentário

Arquivado em Londres, name to watch, Perfil

#Trend alert: Decorativismo.

O nome soa familiar, mas muita gente ainda não compreende exatamente o que o termo significa. Tendência top para o Verão 2012, a moda decorativa vai continuar com mais ênfase ainda no próximo Inverno. Uma evolução do maximalismo, o decorativismo envolve bordados, pedrarias, pérolas, paetês, deixando as roupas mais luxuosas e com aspecto de verdadeiras jóias.

Lembram deste post “Muita riqueza nos detalhes”? Foi na Paris Fashion Week do último Verão que a tendência ganhou força. O resultado pode ser obtido através de acessórios, para as mais discretas, ou em um remix de informações. As passarelas e as revistas apostam com tudo, como a capa da Vogue Inglesa de Junho acima, o look usado por Kate Mossa é Versace, vale lembrar que Gianni Versace foi um dos maiores incentivadores desta moda nos anos 80 e 90.

No tradicional baile do Met, que ocorreu esta semana celebrando a nova exposição “Schiaparelli and Prada: Impossible Conversations”, e conta com um tapete vermelho digno de Oscar, três das minhas favoritas usaram looks decorativistas de Giambattista Valli, Givenchy e Prada.

Aliás, Miuccia Prada foi a maior entusiasta do decorativismo com toque intelectual no Inverno 2012-13, na Prada e na Miu Miu:

No Inverno da Valentino, looks cuidadosamente embelezados: Nada ficou de fora!

Detalhes luxuosos do desfile de Inverno da Chanel,  inspirado em cristais:

As bolsas em especial, acompanham os looks completos. As duas novidades da Prada e da Chanel para o Outono/Inverno 2013 confirmam:

Nos editorias, a tendência surge mais conceitual, como neste exemplo da Interview:

A coleção de Verão da Dolce & Gabbana, acompanha o mood em tons coloridos, este vestido é um dos favoritos das publicações especializadas. Aqui em foto da Vogue Itália:

Riccardo Tisci nunca deixa de ousar, e sua polêmica coleção de Alta-costura para Givenchy, trouxe brincos e piercings gigantescos e enfeitados. Aqui, modelados por Karlie Kloss na Vogue UK:

Cristais podem ser mais comedidas e usáveis,  decorando peças e acessórios, como esta jaqueta na Vogue Russa:

Verão 2012 da Prada, os casacos ganharam atenção especial com bordados de pedras em candy colors:

Na prática, esta moda não fica restrita a Anna Dello Russo, um mix hi-lo com toques de decorativismo deixam os looks mais interessantes.

Carine Roitfeld foi de suéter masculino da Givenchy decorado com estrelas, o óculos estilo aviador e o cabelo solto emprestam um ar cool:

Giovanna Battaglia optou por casaco Prada da coleção de Verão, mas rosto clean, cabelos presos e acessórios  minimalistas:

Festas permitem mais ousadia, sem perder a elegância, como mostra Diane Kruger em capa bordada de Jason Wu: Coque alto, nenhum acessório e sandália de tiras finas, permitindo que a atenção máxima fique na peça decorada:

Update: Acaba de ser divulgado o look book de Inverno 2012-13 da H&M, e o decorativismo é uma das maiores apostas, neste caso o ponto alto é o boné:

Quem vai aderir?

Fotos: Vogue, Prada, Chanel, JustJared, Vogue UK, Roberta Weber, TheFashionSpot.

5 Comentários

Arquivado em Inspirações, Trend alert