Arquivo da tag: Jimmy Choo

(Micro) Trend alert- Colar longo.

COLAE

Acessórios são partes fundamentais do look e a maneira mais fácil de incrementar uma composição básica. O Verão passado trouxe o reinado dos brincos statement (post aqui) e os maxi colares já andam populares há algum tempo. Para 2013 o foco fica firme no pescoço, quando não estivermos usando o jabô, eleito de Hedi Slimane na Saint Laurent, a pedida será mais um toques 70´s: Os colares longos. Além de versáteis e fáceis de adaptar para todos estilos, o comprimento ajuda a alongar e disfarçar qualquer volume na parte superior.

A campanha de Verão 2013 da Jimmy Choo já aposta na peça. Com acabamento em tassel fica mais atual ainda.

Saint Laurent Paris também aposta no pingente maximal para acompanhar o decote profundo, mas com apelo andrógino.

colar3ysl

A capa da Vogue Turca brinca de mostra-esconde e o colar surge como detalhe embaixo do vestido Gucci com recorte estratégico:

colar2

Na Vogue Paris, a influência anos 70 é direta: Franjinha, camisa de couro e calça de cintura alta. Ótimo look de trabalho, até para ambientes mais formais:

colarvogueparis

A delicadeza da corrente bem minimalista, surge na W usado por Keira Knightley:

colarw

No Verão 2013, Hedi Slimane já tinha antecipado na Saint Laurent Paris, lindo e nada discreto:

slp

Na temporada Pre-fall, Sarah Burton investiu para McQueen. Neste caso o colar passa do cinto criando uma composição original:

colarmcqueen

Assim como Peter Dundas, na Pucci. O pingente bem grande empresta um ar meio boho à produção:

colarpucci

Para a saídas noturnas, o maior hit promete ser a gargantilha ou choker. Riccardo Tisci a elegeu como peça-chave do Verão 2013 da Givenchy:

colarfrenchrevue

Na ID, a versão com look Kenzo é mais casual:

colarID

Na Vogue Espanha, o modelo é menos ajustado e fica bem em todos os tipos de corpos. Mulheres com pescoço curto devem evitar gargantilhas muito altas no pescoço, já que cortam a silhueta.

colarvespanha

A Vogue Paris sugere a peça em dourado sólido para complementar o branco total:colarvparis colarvparis2

Para quem ficou na dúvida, vale dar um copy na Vogue Alemã e unir as duas tendências:

colarvoguealema

Update:  A semana de alta- costura iniciou e Versace e Dior apostaram em gargantilhas para combinar com suas criações:

colarcouture

A parte boa da moda é poder usar as tendências ao nosso favor. Confesso que já venho usando colares longos há certo tempo, pois combinam com meu estilo e criam um efeito desejável aos meus looks diários. Já gargantilha não sou muito fã, mas agora fiquei com vontade de testar em um look noite com alguma roupa mais minimalista.

E vocês, preferem qual modelo?

Fotos: Vogue.com, Zinio, TheFashionSpot.

1 comentário

Arquivado em Acessórios, Microtrend, Minimal vs. Maximal

Nas ruas de Londres- Artesanal urbano.

Peças e acessórios com aparência “handmade” já vêm aparecendo há algumas temporadas. Os vestidos de crochê foram hits da último Verão, assim como as peças em renda, bolsas e sapatos com detalhes em ráfia, todo mundo acabou entrando na onda.

No Verão 2012-13, a novidade evolui para peças mais sofisticadas, com shapes clássicos e apelo mega urbano. Nas ruas e nas vitrines de Londres, o artesanal urbano anda dominando, e é uma ótima maneira de encarar os dias mais quentes com peças leves, mas super interessantes. Cortes mais utilitários e uma cartela de neutros como verde militar e laranja queimado foram os favoritos.

A Burberry Prorsum foi uma das mais bem-sucedidas e encantou com seu Verão: Na vitrine da Harvey Nichols, o casaco cropped Burberry Prorsum ganhou destaque:

Nestas imagens dá para ver melhor o trabalho no parka, idêntico à jaqueta acima.

As jaquetas foram os itens de vestuário favoritos para ganhar versões neste estilo. Na vitrine da Joseph, um exemplo da Balmain em estampa tribal. Total étnico chic!

A Bottega Veneta não ficou de fora, Tomas Maier criou um Verão incrível e irritantemente elegante. Na vitrine da loja em Bond Street, as jaquetas também foram as estrelas:

O trabalho impecável mais de perto:

As fibras naturais e os trabalhos à mão não se limitaram a peças, mas também serviram para looks completos. Como este vestido deslumbrante na vitrine da Browns, destaque para os tons terrosos:

Uma das minhas versões favoritas para esta moda, é a proposta de Sarah Burton para McQueen. O vestido lady-like com a já clássica estampa de onça, ganha frescor com o cinto de couro artesanal todo bordado com detalhes de conchas:

Os favoritos das mulheres: Bolsas e sapatos são ótimas opções para quem quiser aderir.

A Jimmy Choo investiu no modelo de sandália, mais maximalista:

Para quem não abre mão do conforto, a marca de sapatilhas super popular, Pretty Ballerinas, criou um modelo em palha super chique (bem no centro da foto):

E nas bolsas, minhas favoritas da temporada são da Fendi, que criou opções em palha para sua cobiçada “Silvana”:

E da Burberry Prorsum: Totalmente apaixonada pela pasta utilitária em palha roxa, o material fica ainda mais valorizado na cor.

Fotos: Roberta Weber, Style.com, Net-a-porter.

5 Comentários

Arquivado em Acessórios, Londres, Trend alert

“Glitterati”- Brilho dominando a temporada e as vitrines em NY.

Definitivamente esta moda não foi feita para as mais discretas (estas podem optar pelo minimalismo, que continua forte, mas anda perdendo espaço para o “maximalismo”). Por aqui todas as lojas e vitrines decretam que é tempo de brilhar: Muito paetê, glitter, bordados brilhosos, a ordem é reluzir.

Os brilhos são ótimas opções para deixar looks neutros mais especiais, para testar o mix de texturas tão em alta no momento, e claro, para ocasiões de festa: brilho é praticamente sinônimo de comemoração.

A aposta mais certeira de incorporar esta idéia é através dos acessórios: Na onda maximalista do momento, a Bergdorf Goodman sugere a clutch brilhosa com vestido de plumas, perfeito para A festa.

A Miu Miu (também bem maximal) sugere a bolsa de paetês com a pele colorida, outro item anos 70 que promete dominar os looks de Inverno.

Duas tendências em uma: Brilho e franjas na Bergdorf Goodman.

As clutches, carteiras pequenas de festa, são a opção perfeita para enfeitar com materiais brilhosos.

Nos sapatos também fazem a diferença em qualquer produção: A preferência tem sido nos scarpins, o modelo de sapato clássico que voltou a ser “queridinho”. Mas a sandália de cristais Pierre Hardy também representa bem o clima.

Diane Krueger já apareceu usando sua Miu Miu Trompe l´Oeil glitter ankle boots – possivelmente o sapato mais desejado da temporada

Nas roupas os brilhos ganham espaço em todas as peças: das calças, passando pelos vestidos, blazers e blusas como esta abaixo na vitrine da Barneys.

Para a noite a proposta é mais ousada: Acessórios e roupas com brilho, preferencialmente de fontes diferentes como o vestido bordado com a clutch de metais.

Neste o vestido laranja ganha recortes bordados e é combinado com o scarpin Louboutin todo cravejado.

A coleção Pre-fall da Chanel, com sua luxuosa inspiração na era Bizântina propôe o vestido e o acessório de cabeça embelezados.


Uma das marcas que apostou pesado nesta moda foi a Dolce & Gabbana, além das estrelas que já mostrei aqui, renda e os brilhos tem presença garantida.

As redes fast fashion também não ficam para trás: a Aldo apostou na combinação do vestido de paêtes com a plataforma de glitter para sua coleção de Holidays (sim, a coleção especial para as festas de fim de ano já foi lançada, mas nas lojas somente em Novembro).

E a Topshop pega carona no shape anos 60 do sapato Mary Jane e moderniza com o brilho prateado.

No Brasil a marca Santa Lolla já produziu modelos em sua coleção de Verão que acabou de chegar nas lojas e a Zara lançou vários sapatos no estilo.

Fotos:Roberta Weber, Fashiolista, Dolce & Gabbana/Reprodução, Topshop.com, JustJared.

4 Comentários

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert

E o animal print continua imbatível…

As estampas de bicho realmente não vão a lugar nenhum. A cobra é a “novidade” da temporada, e eu aposto no retorno da zebra, mas claro, que a favorita segue sendo a onça (em várias padronagens). É tantas opções e em tanta quantidade que até fiz aquele post “Refresh na oncinha”. A verdade é que este tipo de estampa já se tornou um clássico, e não haverá descanso no próximo Outono/Inverno. A maneira preferida de usá-las ainda é nos acessórios.

Christian Louboutin dedicou toda sua vitrine:

E Giuseppe Zanotti também:

Bota Alaia, com amarração, estilo mais urbano e cool:

Galochas Dolce & Gabbana, bem mais casuais (a estampa que dá o diferencial):

Alexander McQueen traz a versão “lady-like”  da onça:

A Miu Miu aderiu nos Oxfords da nova coleção:

Nas bolsas também aparece para estilos bem diferentes:

Na Mochila do Pierre Hardy (mochilas realmente voltaram):

E na bolsa estruturada de Reed Krakoff:

Ralph Lauren e a estampa de cobra, a outra queridinha do Inverno daqui:

Jimmy Choo também vai de snakeskin:

Nas peças de roupa também segue absoluta. YSL vai na onça clássica combinada com metálicos:

Nas Fast fashion, a vitrine da Topshop com a coleção de Outono/Inverno confirma a preferência por oncinha (se em P&B melhor ainda).

PS: Estes dias andam muito corridos e não tenho tido tempo de atualizar o site com textos mais elaborados. Optei por seguir atualizando com pequenos posts com várias fotos, mas prometo que logo voltará ao normal.

Fotos: Roberta Weber, Net-a-porter.

6 Comentários

Arquivado em Trend alert

NY update: Nos acessórios invernais a aposta é na cor…

Grená. Vocês conhecem esta cor? Confesso que não conhecia. Observei um tom de vermelho, mais claro que bordô (e sou detalhista), surgindo em praticamente todas as coleções de Outono/Inverno  que estão chegando nas lojas aqui em NY (não somente nos acessórios). Mais correto dizer é que tons de vermelho escuro passando entre o bordô e o grená são as apostas do momento.

Grená vem do Francês “Grenat”, da  pedra Granada. Momento Wikipedia terminado, vamos ao que interessa:

O grená apareceu muito nos anos 70 na moda folk e vem quentíssimo para o Inverno combinado com tons terrosos, verde escuro, azul-marinho. Com verde pistache e amarelo também vem forte, e já já eu ilustro para vocês.

Lembram que eu comentei do roxo  como a cor do Inverno? Dentro da Flagship da Louis Vuitton algumas combinações de roxo e grená marcam presença. Vocês gostam?

O mais legal é que é uma cor viva o suficiente para fazer diferença em um look, mas neutra o suficiente para combinar com tudo. Eu adoro grená com turquesa, mas aí é só gosto pessoal…

Grená na campanha de Inverno da Gucci, estética e palheta de cores muito anos 70. E na vitrine:

Bolsa de couro de avestruz na incrível vitrine da Louis Vuitton:

E nas luvas da nova coleção da LV também, combinadas com roxo:

Nas bolsas de várias das coleções recém-lançadas, em modelos clássicos e em lançamentos. Reparem que ferragens douradas são as preferidas para combinar com  Grená.

Também surge nos sapatos:

Diane Von Furstenberg e Pierre Hardy, respectivamente.

E pelo clima 70´s que predomina, não poderia faltar um belo chápeu. Meu eleito é este da coleção Emilio Pucci:

Também nas roupas, mas menos, como na vitrine da Fendi em styling clássico, com a absoluta camisa de seda branca e o casaco de pele.

Também nas redes de Fast fashion, como provam os acessórios da Topshop (peço desculpas pela qualidade da foto, a Topshop não permite fotos, tive que registrar com o celular):

Por último opção masculina também. Não gostei muito da produção, mas gostei da combinação de cores e das peças separadas.
Vocês vão aderir?

Fotos: style.com, Roberta Weber, Stockholm street style, Vogue.com

Update: Acabou de sair a primeira foto da campanha Alexander Wang de Outono/Inverno. Cetim e sandália de tiras finas, super femininas (voltaram mesmo). A cor do sapato é grená. Conseguem ver?

Foto: WWD.




6 Comentários

Arquivado em Trend alert