Arquivo da tag: londres

#LFW- Drops Verão 2015.

lfw4

A Milan Fashion Week já está a mil, mas não poderia deixar de comentar aqui sobre minhas coleções favoritas de Londres. Abrindo com Peter Pilotto e um belo refresh em suas estampas digitais. Gostei muito dos materiais usados e dos brocados com veludo e flores neon.

O Glam rock de Tom Ford, essa coleção me lembrou muito a época dele na Gucci e eu adorei:

lfw2

Os trench-coats de Simone Rocha, tenho que confessar que não me emocionei com Burberry Prorsum nesta temporada. As versões de Rocha transparentes e com recortes me encantaram:

lfw3

A cartela que destacava burgundy e os vestidos sexy na medida de Christopher Kane:

lfw5

O minimalismo de Barbara Casasola, super enxergo ela substituindo Francisco Costa na Calvin Klein um dia:

lfw1

Os recortes da Mulberry, um espírito bem “Chloé Girl”que tem me agradado:

lfw6

Estilo camponesa na Marchesa. Lindos vestidos longos com apelo “conto de fadas”:

lfw8Mary Katrantzou e sua alternativa mega atual e moderna para a renda:

lfw9

Fechando com o jardim dark delicado de Erdem:

lfw7

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Favoritos- Rag & Bone.

Começando muito bem a tag “Favoritos”, com uma das minhas marcas preferidas para “vida real”. A Rag & Bone foi iniciada em NY em 2002 e obteve sucesso primeiramente com sua linha masculina. Criada por dois homens, Marcus Wainwright e David Neville, é especialista em roupas “for people to have a good time in”, sem pretensões, bela alfaiataria e com um twist no estilo atemporal.

O Resort 2013 entrega produtos adequados para o consumidor final: Como as coleções Resort (pré-primavera) chegam ao hemisfério Norte em Novembro, a coleção é desenvolvida pensando nas temperaturas negativas enfrentadas pelas clientes durante os meses finais e iniciais do ano.

Uma cartela de cores de azul, preto, verde militar e dourado, arrematada por estampas de flores meio outonais, todos looks fáceis de transportar para a vida real:

A coleção de Inverno, conta com campanha estrelada por Kate Moss nas ruas de Londres, além de terra natal dos estilistas, a Rag & Bone acaba de abrir sua flagship na capital Inglesa, nada melhor que Kate para representar a cidade e o estilo da marca:

Tapeçaria foi o carro-chefe do Inverno, assim como muitas sobreposições e toques metalizados. Camadas impedem que até as fãs mais friorentas reclamem, mas sem perder o estilo:

Junto com a J.Brand, a marca fabrica o melhor jeans do mundo, na minha opinião. Com o nome de Rag & Bone /JEAN, a divisão da marca especializada em denim cria modelos clássicos em vários cortes diferentes (skinny, cropped, bell bottom, flare, etc) e sempre inova com modelos de acordo com a tendência da temporada.

O modelo com a listra lateral, estilo tracking pant, é o queridinho do momento:

Para o Outono/Inverno, a marca lança o modelo bordado em estilo étnico, ótimo substituto para o modelo Renell da Isabel Marant:

As campanhas DIY da Rag & Bone /JEAN são um caso à parte: Eles entregam as peças para a convidada, que deve fotografá-las da maneira que preferir e combiná-las com suas próprias peças. Entre as eleitas: Lily Aldridge, Carolyn Murphy, Miranda Kerr, Karolina Kurkova…

Alguns dos meus resultados favoritos:

Hanneli Mustaparta em Paris com creeper da Prada:

Carolyn Murphy:

Miranda Kerr:

Se encontrarem Rag & Bone por aí, não deixem de conferir!

Fotos: Rag&Bone, Net-a-porter, Vogue.com

Deixe um comentário

Arquivado em Londres, name to watch, Perfil

“Refresh” na tendência- Tachas e spikes.

A moda é volúvel, e as tendências mudam rapidamente a cada mês. Curiosamente, algumas delas continuam firmes, sem sinais de cansaço, evoluindo e ganhando novas leituras a cada temporada. Um dos melhores exemplos? As tachas. Quando fui pesquisar as tendências do próximo Verão me deparei com diversas vitrines confirmando a teoria.

Mania com ar meio rock´n´roll e mega populares durante o movimento punk, hoje elas são versáteis e emprestam peso à acessórios românticos ou mais sofisticados. A marca Valentino é a responsável por sua popularidade nas últimas estações. A coleção de Verão, toda em tecidos leves e super feminina, traz bolsas enfeitadas pelo material:

Bolsa estruturada na Harvey Nichols:

A Mulberry acertou em cheio ao criar a bolsa Alexa há alguns anos. Para o Verão 2012-13, optaram por repaginar o modelo com a ajuda de spikes:

Na Gianfranco Ferré, o estilo clássico deixa de ser entediante com os detalhes “tachados”:

Na Prada masculina, os homens não ficam de fora e o modelo estilo pasta também ganha o enfeite misturado com cristais coloridos:

Christian Louboutin tem no tênis de spikes e tachas um de seus modelos mais populares, para homens e mulheres. Eles ganharam destaque na vitrine de Verão 2012 da Selfridge´s:

Nos tênis as opções são variadas, aqui o icônico Converse de Poppy Delevigne é o escolhido:

A Lanvin e Alaia, duas marcas tradicionais que não costumam aderir a modinhas, criaram suas versões de tachas para o Verçao 2012: O modelo “Happy” da Lanvin e o estilo sacola de Azzedine Alaia são os eleitos.

A Bottega Veneta e a Miu Miu se encarregaram de criar versões para ocasiões festivas, com as tachas garantindo irreverência:

Eu sigo adorando as tachas. E vocês, já cansaram?

 

 

Fotos: Roberta Weber, StreetPepper, Net-A-Porter.

3 Comentários

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Londres

LN-CC e nomes para guardar:

O objetivo da minha última viagem para Londres foi trabalho: Fui pesquisar as tendências do Verão 2012-13 para o projeto Competence Lab: Fashion Trends, que conta com minha curadoria e já está na terceira edição ( E a razão de eu estar contando isso agora é justificar minha ausência no site, já que a edição da temporada aconteceu este mês). Além de trabalhar em algumas pautas para a Melissa e atender minhas clientes de personal styling, obviamente aproveitei para trazer mais novidades aqui para o site. Foi assim que visitei esta loja incrível, que junto com uma plataforma online, forma a LN-CC.

A loja, que existe há quase dois anos,  é um projeto coletivo de nomes que incluem o buyer John Skelton (verdadeiro gênio!), a RP Charlotte Hall e o diretor artístico Dan Mitchell, isto é o mais legal da LN-CC, mais que uma loja, é um lifestyle onde tudo é especial, exclusivo e pensado coletivamente, cada membro da equipe investe em sua expertise a acrescenta algo indispensável.

O espaço físico, localizado em um basement em Dalston (bairro que já foi mais sem graça, mas hoje em dia é lar de muitos criativos envolvidos com arte e moda), é uma experiência à parte: Cada detalhe  das seis salas foi pensado cuidadosamente, desde as luzes que mudam a cada ambiente e representam o mood, até os livros, revistas (mega difíceis de encontrar) selecionados para a biblioteca.

Parece uma instalação de arte:

A curadoria da LN-CC (Late Night Chamaleon cafe) é impecável, com mix de marcas mais estabelecidas como Givenchy, Jil Sander, Rick Owens, Haider Ackermann misturada com apostas bem desconhecidas, como tesouros do mercado Japonês (exclusivos da loja fora da Ásia), até estilistas promissores em busca de espaço. Selecionei os nomes mais incríveis que encontrei por lá:

O Irlandês J.W Anderson já é celebrado e relativamente conhecido. Sua coleção de Verão 2012 com inspiração esportiva old-school combina estampas geométricas com cortes impecáveis e toques irreverentes. Fiquei deslumbrada com a qualidade da alfaiataria e nas peças mega originais, mas acessíveis. Quero tudo, usaria tudo! (Especialmente o terceiro look).

O britânico James Long, formado pela RCA em menswear, desenha peças femininas também, e pegando pesado no decorativismo, conseguiu dar cara nova à peças clássicas como a jaqueta perfecto:

A seleção masculina é inexplicável, gostei praticamente de todas as peças que vi. Algumas  das que mais me encantaram eram da marca Japonesa SASQUATCHfabrix, bem despretensiosa com estética cool e shapes mais largos, incrível!

Destaque também para a masculina Unused, que oferece garantia eterna das suas peças, todas em estilo atemporal (E OK, para um estilo específico). E para a nova marca SACAI, criada pela protegida de Junya Watanabe, Chitose Abe : Essa trophy jacket merece toda minha atenção…

O site da LN-CC é completíssimo e visualmente lindo. Recentemente ganhou até versão em português (eles entregam tudo no Brasil)! Vale a visita, além disso tá rolando uma promoção por lá que também justifica o clique.

Fotos: LN-CC.

Deixe um comentário

Arquivado em Londres, name to watch, Perfil

Nas ruas de Londres- Artesanal urbano.

Peças e acessórios com aparência “handmade” já vêm aparecendo há algumas temporadas. Os vestidos de crochê foram hits da último Verão, assim como as peças em renda, bolsas e sapatos com detalhes em ráfia, todo mundo acabou entrando na onda.

No Verão 2012-13, a novidade evolui para peças mais sofisticadas, com shapes clássicos e apelo mega urbano. Nas ruas e nas vitrines de Londres, o artesanal urbano anda dominando, e é uma ótima maneira de encarar os dias mais quentes com peças leves, mas super interessantes. Cortes mais utilitários e uma cartela de neutros como verde militar e laranja queimado foram os favoritos.

A Burberry Prorsum foi uma das mais bem-sucedidas e encantou com seu Verão: Na vitrine da Harvey Nichols, o casaco cropped Burberry Prorsum ganhou destaque:

Nestas imagens dá para ver melhor o trabalho no parka, idêntico à jaqueta acima.

As jaquetas foram os itens de vestuário favoritos para ganhar versões neste estilo. Na vitrine da Joseph, um exemplo da Balmain em estampa tribal. Total étnico chic!

A Bottega Veneta não ficou de fora, Tomas Maier criou um Verão incrível e irritantemente elegante. Na vitrine da loja em Bond Street, as jaquetas também foram as estrelas:

O trabalho impecável mais de perto:

As fibras naturais e os trabalhos à mão não se limitaram a peças, mas também serviram para looks completos. Como este vestido deslumbrante na vitrine da Browns, destaque para os tons terrosos:

Uma das minhas versões favoritas para esta moda, é a proposta de Sarah Burton para McQueen. O vestido lady-like com a já clássica estampa de onça, ganha frescor com o cinto de couro artesanal todo bordado com detalhes de conchas:

Os favoritos das mulheres: Bolsas e sapatos são ótimas opções para quem quiser aderir.

A Jimmy Choo investiu no modelo de sandália, mais maximalista:

Para quem não abre mão do conforto, a marca de sapatilhas super popular, Pretty Ballerinas, criou um modelo em palha super chique (bem no centro da foto):

E nas bolsas, minhas favoritas da temporada são da Fendi, que criou opções em palha para sua cobiçada “Silvana”:

E da Burberry Prorsum: Totalmente apaixonada pela pasta utilitária em palha roxa, o material fica ainda mais valorizado na cor.

Fotos: Roberta Weber, Style.com, Net-a-porter.

5 Comentários

Arquivado em Acessórios, Londres, Trend alert

Nas ruas de Londres- A cor da transição.

Enquanto no Brasil nos despedimos (aos poucos) do Verão,  no hemisfério Norte a expectativa é pelos dias mais quentes que a primavera vai trazer a partir da próxima semana. As lojas estão recheadas com as novidades para o Verão e a cartela de cores já está tomada por uma moda colorida em tons pastel e neon.

Mesmo assim, as temperaturas insistem em ficar abaixo dos 10 graus na maioria dos dias. Com isso o uniforme continua pesado e em tons mais neutros e escuros, mas até as lojas  e as pessoas que ainda não se renderam ao apelo dos próximos meses quentes, não conseguiram resistir a uma cor: O azul cobalto que é sem dúvida a cor da transição aqui em Londres- Perfeita para enfrentar o frio e para se jogar no calor.

A Missoni com seu Spring/Summer inspirado na Espanha reproduziu os looks da campanha na sua vitrine:

Na vitrine da Harvey Nichols, a aposta foi na saia com apelo esporte couture de J.W Anderson:

Entre os sapatos de Giuseppe Zanotti o azul também surge como opção:

Na Miu Miu o foco também é nos acessórios, a bolsa bicolor super lady-like é hit:

Usar tons mais discretos é uma ótima maneira de destacar ainda mais o azul, durante a temporada de moda do hemisfério Norte, a cor foi uma das mais usadas.

A blogueira Hanneli com sua jaqueta Acne no tom da temporada:

Charmosa no chapéu da Maison Michel:

Look preto e navy com sobreposição de camisa no tom, ótima inspiração para os dias de Inverno que nos aguardam. O toque de animal print na bolsa também ficou lindo!

Para as mais ousadas, o sapato com plataforma barroca surge combinado com meia azul. Não é para todas…

As fast fashion não ficam atrás: A H&M também curte a idéia do azul como toque de cor em tons mais apagados, olha a diferença que o blazer e scarpin fazem neste look.

Na Reiss, uma das lojas favoritas de Kate Middleton, o look tem apelo preppy e é bem meia-estação:

Reparem que a composição acima traz uma mistura de tons, esse artifício foi usado bastante também em looks de rua: Uma peça cobalto lisa com estampa ou textura na cor.

As calças nessa cor continuam fortes:

Já cansaram? As revistas de moda deste mês também aderiram: Look monocromático no editorial estrelado por Mila Kunis na Bazaar US.A campanha Verão 2012 da Massimo Dutti brinca com cores vivas. O pêssego fica lindo com cobalto.

Toda essa overdose não tem data para terminar, já que a cor vai seguir super popular para o próximo Inverno, o que significa que vale a pena investir em peças no tom ou tirá-las do armário. Balenciaga, Stella McCartney, Chanel e Paco Rabanne criaram suas versões:

Na coleção de Stella não bastou a cor dominar os looks, a maquiagem também destacava o cobalto através da máscara de cílios escolhida:

Tudo azul?

Fotos: Style.com, StreetPepper, FashionGoneRogue, Hanneli, Roberta Weber.

1 comentário

Arquivado em Inspirações, Londres, Trend alert