Arquivo da tag: Marchesa

(Micro)Trend alert- Revisitando as franjas.

No próximo Inverno, a moda Western celebrada por Isabel Marant em seu último desfile, promete aparecer com força, inclusive contei sobre o assunto neste post “Trend alert- Country girl”. Mas se a inspiração era para looks despojados, com toques étnicos e fáceis de imaginar em festivais de música, Riccardo Tisci foi para um lado mais obscuro e sexy quando criou a coleção de alta-costura da Givenchy (Kate Hudson usa uma das criações na foto que abre o post da revista Bazaar US).

No embalo de Tisci, e evoluindo da moda anos 20 do Verão passado, a #NYFW de Verão 2013 que acabou de rolar, trouxe novas leituras para franjas em looks sofisticados e perfeitos para seduzir. A melhor tradução surgiu na passarela de Altuzarra:

A London Fashion week já terminou e a semana de Milão está acontecendo, por lá as idéias para renovar o look com franjas também ganharam destaque na temporada Verão: A edição mais moderna apareceu em Londres por Julien McDonald e Mario Schwab em sua dobradinha com vestido e sandálias:

De volta à NY, Futurismo na Rodarte:

Opções cheias de glamour também aparecem como mostraram Alberta Ferreti, já na Milan fashion week,  e Chistopher Kane em versão com detalhes em plástico na LFW:

Detalhes dos looks festivos do Brasileiro Carlos Miele na semana de moda de NY, franjas high-end:

Marchesa, marca famoso pelos vestidos de red carpet, aderiu e criou a opção mais deslumbrante:

O look meio anos 30 é de fazer o coração bater mais forte.

Curtiram a nova leitura das franjas?

Fotos: Bazaar.us, Vogue.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em NY, Trend alert, Update das tendências

Qual é o seu Barroco?

O maximalismo segue em alta na moda, e cada vez mais criando vertentes. Entre elas, se destaca o tema barroco, que vem sendo visitado pela moda há muitos anos, mais recentemente Balenciaga (2006) e Balmain (Grande parte das últimas coleções) buscaram inspiração no estilo. Alexander McQueen também visitou o tema muitas vezes durante sua vida. No Inverno 2013, a tendência vai ser absoluta, tendo influenciado grande parte das maisons e ganhado releituras mega interessantes e não tão óbvias.

Dourado, brilhos, bordados pesados com pedrarias e pérolas bem ao estilo decorativista, brocados, matelassê, renda, veludo, motivos florais e imagens celestes, todos são marcas registradas do movimento barroco. Desta vez ele surge democrático, todo mundo vai encontrar um barroco para chamar de seu. Querem ver?

A arte barroca surgiu na Itália, e a dupla Dolce & Gabbana foi buscar no barroco Siciliano (terra dos estilistas) e em Michelangelo a inspiração para o seu Inverno. Muita opulência com bela dose de sensualidade, o barroco clássico, rebuscado e riquíssimo em detalhes, é a proposta misturado com o DNA da mulher Dolce: Transparências e animal print não ficam de fora:

Na Balmain, a ordem é Barroco rock´n´roll. Olivier Rousteing se especializou no hi-lo luxuoso, a calça de veludo toda bordada em pérolas, e a mistura do suéter com calça sequinha, tornam os looks usáveis e atuais:

Barroco maximalista. Para Alber Elbaz na Lanvin, o barroco combina com anos 80: Blocos de cores vivas, muitos bordados, peles fantasia em tons fortes e jóias XXL são a companhia perfeita. Mais é mais:

Cavaleiras barrocas: Uniformes de montaria e o universo da equitação serão importantes no Outono/Inverno, botas de montaria usadas por cima da calça, capas, Amazonas  de luxo são a aposta da Gucci e da Givenchy, reparem na nobreza da escolha dos materiais, nos detalhes brocados e bordados de renda super barrocos. Mistura inusitada!

Barroco romântico. Leve e fluído em tons pastel na Pucci e na Marchesa:

Barroco anos 60, mais exótico, com cores vivas que lembram um pouco estampas de lenço e culturas como India e Marrocos, apareceram na Issa e na Tracy Reese:

Barroco sofisticado? Mulheres que adoram saia lápis e camisas elegantes, podem recorrer ao estilo da Salvatore Ferragamo e Gucci. A saia neste comprimento, leves transparências, emprestam um ar sexy velado e são imbatíveis:

Barroco minimalista? Parece uma contradição, mas o minimal luxuoso também é opção para apostar nesta moda. Tons neutros, tecidos nobres e zero acessórios. Valentino e Chloé ensinam como:

Barroco com influência oriental, mais especificamente Chinesa, é a aposta de Jason Wu e também pode ser observada no styling de Zac Posen:

Barroco glamour, vestidos curtos e trabalhados de forma pesada são outra forma de usar a tendência. Tons de dourado, bordados em renda, e uma bela dose de auto confiança para segurar o look. Marchesa e Prabal Gurung adoram:

Para quem não gosta da idéia de usar o look completo, os estilistas dão mais uma opção: Os acessórios! Tiaras trabalhadas na Dolce & Gabbana e Oscar de la Renta são uma bela opção e não comprometem. Brincos statement ou maxi colares também contam:

Bolsas trabalhadas e estampadas com o motivo aparecerão muito na próxima temporada, olhem os exemplos da Dolce e a nova versão da “Nightingale” da Givenchy:

Tratando-se de Inverno, as botas são o sapato eleito, e se depender da Balmain e da Dolce, elas também vão dominar com ares barrocos. Destaque para a ankle da Balmain:

Gianni Versace referenciou muito o movimento barroco durante suas coleções nos anos 80/90, abundância de dourado e estampas de lenço, além de vários acessórios. Já falando no próximo Verão, a Just Cavalli sugere um barroco street, que lembra a obra de Versace, na sua coleção Resort 2013 que acaba de ser apresentada:

E aí, qual o seu favorito?

Fotos: Vogue.com

10 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Imagens da semana: O retorno do glamour “old-school”…

Esta semana duas das principais Vogues lançaram suas capas para Outubro, em comum vestidos de festa deslumbrantes com brilho, ajustados ao corpo acompanhados de beleza com  alto glamour com direito a sobrancelhas marcadas e batom vermelho.

O glamour da antiga Hollywod dos anos 20, 30, 40 e 50 ressurge com força na moda para as próximas temporadas.

Na Vogue Paris, a modelo Sasha P. parece  uma das divas dos anos 30 (passando por Versace anos 90)  com toque futurista da época em vestido Versace e olhar desafiador.

Na Vogue América, a atriz Michelle William encarna, em estilo anos 50 com muito glamour (de vestido Oscar de la Renta), a atriz Marilyn Monroe, ícone que ela interpreta no filme “My week with Marilyn”.

Este glamour um pouco decadente da icônica atriz dos anos 50 remete às obras de F. Scott Fitzgerald, autor de livros como “Belos e malditos” e “O Grande gatsby”. Fitzgerald é um dos grandes nomes da Paris de 1920 que aparece no filme de Woody Allen “Meia-noite em Paris”, e  Baz Luhrman prepara sua versão para “Gatsby” estrelado por Leonardo DiCaprio com previsão para o ano que vem.

E a década que ressurge no Verão 2012 do hemisfério Norte (influenciados talvez?)  é a de 20, com suas “flapper girls” vestidos de cintura caída, brilhos, franjas longas e uma sensualidade muito sofisticada. Requintes luxuosos como bordados, plumas e brilhos são característicos da época, assim como vestidos de cetim e seda de corte simples e alças fina, os “slips”, também aparecem com frequência em cores neutras e apelo minimalista.

Ao invés da make usual e batom forte, a maneira mais moderna de usar os looks inspirados nos anos 20 é com rosto bem iluminado com make suave.

Ralph lauren traz os anos 20 no DNA da marca juntamente com “Americana”, sutileza no vestido slip arrematado com estola e poucos acessórios, ou no maravilhoso vestido bordado com plumas na barra.

Brilhos e shape ultra feminino na L´Wren Scott  e franjas na Marchesa:

Philosophy di Aberta Ferreti com um vestido em shape clássico “slip”, mas com brilhos discretos tornando-o ainda mais especial. Já na passarela de Jenny Packham o tom pastel é valorizado com o bordado em dourado:

Silhueta anos 20 com renda: Nos vestidos black da Imitation of Christ com comprimento midi e brilhos e na passarela de Zac Posen, longo nude com transparência:

Fotos: Style.com, StoreMags.

8 Comentários

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert

O verde do Verão: “Menta”.

Complementando o post da última semana onde eu falo da “vez do verde”, nas passarelas do Verão passado da Burberry Prorsum, Miu Miu, Chanel, Fendi, Christopher Kane, o verde menta foi uma das estrelas. Tendência de cor notada (e anotada) pegou forte no Verão do hemisfério Norte e tem forte potencial para pegar aqui também.

Hannah McGibbon é uma das maiores entusiastas e usou a cor nas suas últimas coleções da Chloé  ( Desde Maio, quem atende pela marca é Claire Waight Keller). No Outono/Inverno (aquela com muito phyton), em look bem anos 70 e com bolsa tricolor, adoro tom sobre tom e a mistura de verdes é das maneiras mais legais de usar a cor atualmente. Para o Resort, McGibbon optou pela cor em look mais romântico e plissado com comprimento midi e sapatos com tiras dando toque moderno.

O Resort da marca Italiana Missoni aparece em palheta de tons pastéis (esse tipo de cor mais apagada como blush, menta, azul clarinho são ótimos antídotos para o color blocking) , e o verde menta surge nos acessórios e no vestido com corte anos 20.

Já a Marchesa, marca famosa pelos seus vestidos deslumbrantes perfeitos para o “red carpet”, usa o menta em vestidos longos misturados com dourado e bordados delicados. Destaque para a ousadia do vestido longo de black-tie combinado com clutch de onça, ficou lindo!

Fica a dica para casamentos e afins: Combinar os vestidos bem arrumados e formais com acessórios inusitados como cuffs e clutches estampadas ou com texturas (de tachas, por exemplo) quebrando a seriedade do vestido. E na cor menta para esse tipo de evento, é neutra o suficiente para ser usável, mas menos óbvia que outras do mesmo estilo.

Giambattista Valli com look Resort para noite, une o menta com tons de verde e azul em vestido longo estampado, bem sofisticado. Já Matthew Williamson misturou beges e pastéis e utilizou o menta na estampa da jaqueta meio étnica.

No Resort da Thierry Mugler, o couro, tecido super em alta há algumas temporadas, ganha versão verde menta com resultado sensacional. Na calça skinny com trabalhos nas laterais e no vestido de comprimento elegante com jaqueta preta mais sóbria. (Peças de couro nesse tom serão ótimos investimentos para o Verão 2012).

Duas versões bem diferentes: Cool e urbano na combinação da camisa verde menta com a calça verde militar (adorei) da Theysken´s Theory e bem formal no blazer estruturado da The Row, com saia midi cuidadosamente bordada.

Nas ruas a maneira favorita de usar é com neutros como preto e cinza (mas além de ficar incrível com outras tonalidades de verde, também fica lindo com metálicos, roxo, laranja, turquesa, vermelho…).

O verde para usar quando as temperaturas (finalmente) subirem…

Fotos: Style.com, StreetPepper, JustJared, StockholmStreetStyle, StyleByKling.


5 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert