Arquivo da tag: Michelle Williams

Minimalismo clássico nas bolsas e marcas para conhecer.

garance

Imagem Reprodução: GaranceDore.fr

Bolsas são os itens de moda que mais exercem fascínio no universo feminino, juntamente com sapatos. Muitas mulheres optam por investir em modelos mais caros e quando o investimento é alto, a preocupação de ser mega aproveitado só aumenta.

A boa notícia é que linhas clássicas e estilos atemporais prometem dominar os próximos meses. As extravagâncias não foram abandonadas, foram apenas transferidas para os modelos noturnos ou clutches. Animal print, florais, pedras aplicadas serão bem populares para estes estilos.

Já ouviram falar na marca Everlane? O modelo Petra  é uma tote bem básica, mas que ganhou espaço entre as celebridades e gerou curiosidade geral. Com preços mais acessíveis que outras bolsas hit (entre 325 e 460 dólares). A marca ganhou fama devido à Angelina Jolie, que foi fotografada em Londres com carregando uma. Iniciada em 2011, foi no ano passado que a label resolveu entrar nos básicos de luxo. A fila de espera para a Petra é de 7000 nomes!

everlane

Olivia Mumm, Kate Mara, Angelina, Jessica Alba…

everlane

A Mansur Gavriel se tornou hit em NY com modelos saco, sold out no Net-a-porter. Desde que a Louis Vuitton relançou sua Noé, os modelos bucket fizeram retorno triunfal. Esse toque anos 90 é o trunfo da Mansur. Bem minimal,  design elegante é o foco da neo marca:

mansur

Nas ruas, o apelo é inegável. É favorita de blogueiras cool como Leandra Medine e Garance Doré:

mansur2

Clare Vivier, todos os modelo são fabricados em Los Angeles e a proposta é moderna e clean. Cores vivas são alternativas para fugir do básico em uma bolsa com design clássico:

clarevivier

 

Valextra: De nova a marca italiana não tem nada, mas é verdade que caiu no ostracismo há algum tempo e agora ganha um merecido revival.  Opção perfeita para quem ama a herança tradicional e qualidade indiscutível da Hermês, mas dispensa o clichê que a marca carrega:

valextra

Estilos mais estruturados, ótimos para looks mais profissionais são marca registrada:

valestra2

Anya hindmarch- Favorita das inglesas, as bolsas de Anya aparecem repaginadas para a temporada. A ordem é minimal e atemporal. O modelo bucket com tassel é meu eleito:

anya

Loewe- Reinvenção e resgate são palavras chave da atual fase da Loewe, o designer Stuart Vevers é expert em acessórios e fez um update em modelos incríveis e icônicos da marca como Amazona e Flamenco, antes de abandonar a maison espanhola e migrar para a Coach este ano:

AMAZONAStella McCartney ea bolsa Beckett. Seu modelo mais conhecido, Falabella,  é enfeitado por detalhe de corrente e ganhou diversas texturas, já o último lançamento aposta na máxima do menos é mais:

beckett

Na Louis Vuitton, a primeira linha lançada com Nicholas Ghesquiére no comando vai pelo mesmo caminho e dá adeus aos logos exagerados:

MICHELLE

Em tempo, a Gucci acaba de lançar a coleção de acessórios em couro “Bright Diamante”. Linhas limpas e pouquíssima informação, o charme fica na cartela de cores, bem vibrante! Reparem que o modelo saco surge novamente, belo investimento para as próximas estações:

Compre agora, use sempre.

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Minimal vs. Maximal, Trend alert

Update- Bicolores e tricolores… nas roupas.

Com a quantidade de cores e tons diferentes em alta no momento, os estilistas encontraram uma forma criativa de incluir mais de uma cor na mesma peça deixando a escolha do look um pouco mais fácil…Roupas bicolores não são exatamente novidade, Coco Chanel foi perita em criar peças no estilo, assim como YSL, mas com o ciclo da moda, a tendência volta com tudo.

Como comentei neste post aqui, a moda bicolor e tricolor anda fortíssima nos acessórios já há algum tempo. Com a influência sportwear deluxe na maioria das coleções e o sucesso que os itens com blocos de cores tem feito, era bem previsível que a tendência evoluíria para o vestuário também. A temporada Pre-fall confirma a teoria, mas não limitado a looks mais despojados, o truque entra também em composições mega sofisticadas que se adequam aos mais diversos gostos.

Para Alice + Olivia o comprimento longo e a silhueta anos 7o são os complementos perfeitos para o vestido bicolor, já na 3.1 Phillip Lim a referência esportiva é literal e a cartela de cores tem ares anos 70, legal observar que a bolsa acompanha a tendência. Erin Fetherston vai ton sur ton em estilo 60´s e na Moschino a idéia aparece com toque militar.

Narciso Rodriguez e Proenza Schouler buscam inspirações fortes na silhueta esportiva e optam pelo roxo (lembram que eu adiantei que a cor dominaria no Inverno?). O parka bicolor da Proenza é peça-chave.

Givenchy e Balenciaga vão no elemento militar para brincar com o bicolor. Nos casacos estruturados e na saia que mistura verde militar com azul, bem fresh.

Tricolor na sempre esperada Celine, a gola alta também volta com tudo para aquecer no Inverno. Destaque também para as calças mais largas, vão aparecer muito quando o clima esfriar.

Mais inspirações “tri” em tons neutros, a Preen aposta no bege e preto com detalhe em laranja,  já Peter Som é certeiro com a cartela de branco, preto e cinza arrematado por maxi colar.

A novidade está trending tanto na temporada que rapidamente já alcançou os “red carpets”. Diane Kruger foi de tricolor no vestido de Verão da Prada em tons pastel. Já Michelle Williams, favoritíssima ao Oscar, optou por um Chanel no clássico P&B…Será que veremos esta tendência dominar mais premiações nos próximos meses?

Nas ruas inspirações não faltam: Mais P&B, combinação que não tem erro, no casaco estilo trench coat, o look que mistura elementos bem diferentes garante um resultado autêntico.

E tricolores bem discretos com muita elegância, mas garantindo um toque especial nos looks mais arrumados:

Na gola e nos punhos, Caroline Issa usa a camisa com três cores e arremata com calça xadrez e scarpin azul klein.

Foco na manga, como eu já tinha alertado neste post, Vanessa Traina vai de silhueta chique e cartela de cores discretas com resultado impecável.

Fotos: JustJared, Style.com, Vogue.com, StockholmStreetStyle.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert

Imagens da semana: O retorno do glamour “old-school”…

Esta semana duas das principais Vogues lançaram suas capas para Outubro, em comum vestidos de festa deslumbrantes com brilho, ajustados ao corpo acompanhados de beleza com  alto glamour com direito a sobrancelhas marcadas e batom vermelho.

O glamour da antiga Hollywod dos anos 20, 30, 40 e 50 ressurge com força na moda para as próximas temporadas.

Na Vogue Paris, a modelo Sasha P. parece  uma das divas dos anos 30 (passando por Versace anos 90)  com toque futurista da época em vestido Versace e olhar desafiador.

Na Vogue América, a atriz Michelle William encarna, em estilo anos 50 com muito glamour (de vestido Oscar de la Renta), a atriz Marilyn Monroe, ícone que ela interpreta no filme “My week with Marilyn”.

Este glamour um pouco decadente da icônica atriz dos anos 50 remete às obras de F. Scott Fitzgerald, autor de livros como “Belos e malditos” e “O Grande gatsby”. Fitzgerald é um dos grandes nomes da Paris de 1920 que aparece no filme de Woody Allen “Meia-noite em Paris”, e  Baz Luhrman prepara sua versão para “Gatsby” estrelado por Leonardo DiCaprio com previsão para o ano que vem.

E a década que ressurge no Verão 2012 do hemisfério Norte (influenciados talvez?)  é a de 20, com suas “flapper girls” vestidos de cintura caída, brilhos, franjas longas e uma sensualidade muito sofisticada. Requintes luxuosos como bordados, plumas e brilhos são característicos da época, assim como vestidos de cetim e seda de corte simples e alças fina, os “slips”, também aparecem com frequência em cores neutras e apelo minimalista.

Ao invés da make usual e batom forte, a maneira mais moderna de usar os looks inspirados nos anos 20 é com rosto bem iluminado com make suave.

Ralph lauren traz os anos 20 no DNA da marca juntamente com “Americana”, sutileza no vestido slip arrematado com estola e poucos acessórios, ou no maravilhoso vestido bordado com plumas na barra.

Brilhos e shape ultra feminino na L´Wren Scott  e franjas na Marchesa:

Philosophy di Aberta Ferreti com um vestido em shape clássico “slip”, mas com brilhos discretos tornando-o ainda mais especial. Já na passarela de Jenny Packham o tom pastel é valorizado com o bordado em dourado:

Silhueta anos 20 com renda: Nos vestidos black da Imitation of Christ com comprimento midi e brilhos e na passarela de Zac Posen, longo nude com transparência:

Fotos: Style.com, StoreMags.

8 Comentários

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert