Arquivo da tag: Narciso Rodriguez

Vontade do dia- Vestido camisola.


slip6

No post sobre a última NYFW, eu anunciei: “Apesar de com fôlego para os anos 70, a década de ouro do momento para os designers parece ser a de 90. Carolyn Bessette a musa não declarada. Pensem em cetim, camisolas, silhueta lânguida e minimal, muitas referências esportivas, assimetria, comprimentos midi em shapes ajustados, Calvin Klein, Helmut Lang.”

E a peça que mehor traduz o mood do próximo Verão no hemisfério Norte é o slip dress ou vestido camisola.

Com influência dos anos 20 e 30, femininos e delicados, eles ganharam carimbo de icônicos nos anos 90. Um dos vestidos de noiva mais lindo de todos os tempos, o Narciso Rodriguez usado por Carolyn Bessette em seu casamento com John Kennedy Jr , representa o modelo em sua versão mais elegante:

slip8

Cool e minimal foi muito desfilado por Kate Moss, Sofia Coppola e Gwyneth Paltrow na época:

slip9

Esse editorial da Vogue Australia de Janeiro de 2016 cria desejo imedito e moderniza a peça. Em cetim combinado com sapato mais ousado, resultado sexy e forte:

slip4

Fiquei hipnotizada pela versão metalizada e texturizada de Joseph Altuzarra:

slip5

Frescos são candidatos perfeitos para o Verão sem precisar de nenhum complemento.

Aposta nas passarelas, eles já ganharam as ruas há alguns meses.

Um dos favoritos é em veludo:

veludo

Em cetim para a noite:

sliplully

Cetim em tom queimado:

slip2

Pode ficar cool usado com botinha:

slipi

Despretensioso com chapéu e chinelo estilo Birkenstock:

slip9

Combinado com jaqueta jeans oversized e sapato masculino perde o ar romântico:

slip10

Clima rock´n´roll com jaqueta perfecto de couro:

slip11

Finalizando com simplicidade, tom de pedra preciosa e sandália anos 70 garantindo o sucesso:

slip13

 

Para usar já!

Fotos: Reprodução.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Minimal vs. Maximal, Vontade do dia

#NYFW- Favoritos Verão 2016.

nydel

A semana de moda de NY ainda não chegou ao fim, mas eu tive a “ousadia” de já vir dividir meus looks favoritos da temporada americana de Verão 2016 (não rolou Marc Jacobs, Proenza Schouler, nem Calvin Klein ainda, então este post é um pouco precipitado).

Apesar de com fôlego para os anos 70, a década de ouro do momento para os designers parece ser a de 90. Carolyn Bessette a musa não declarada. Pensem em cetim, camisolas, silhueta languida e minimal, muitas referências esportivas, assimetria, comprimentos midi em shapes ajustados, Calvin Klein, Helmut Lang..,

Começando com meus favoritos: Delpozo, que já havia ganhado este posto ano passado continua seu reinado. Não consigo superar a precisão das peças e a qualidade e encanto dignos de alta-costura. Também gosto muito do ar lúdico, mas moderno que eles imprimiram. O look que abre o post foi o que mais gostei, mas este abaixo também foi especial. Reparem na construção e estrutura do vestido.

nydelpozo

No outro extremo, fiquei extasiada com a estréia da dupla da Public School na DKNY. 90´s na veia, com a alfaiataria exata, tipo aquela vontade incontrolável de transferir todos os looks para meu armário já:

nydkny

Vestido-blazer:

NYDKNY3

Cartela de neutros e nada mais é necessário:

NYDKNY2

Na marca própria, adorei a vibe sporty:

nypublicschool

Alexander Wang comemorou dez anos de sua marca, sem nenhuma grande novidade, mas ainda com o dedo no pulso do que os “jovens” querem. Que arrebatou meu coração, apenas esta jaqueta e as birkenstocks estilizadas:

nyawang

Toque street boho na Coach que tem me agradado bastante nas mãos de Stuart Vevers:

nycoach2

Na Rag & Bone, o corte de vestido da vez, tanto para o casual, quanto para a noite:

nyrag

Reparem na versão do mesmo por Victoria Beckham, adorei o vichy oversized e o sapato masculino (outra marca dos anos 90 que foi campeã nas coleções):

nyvictoriabeckham

E na Cushnie et Ochs, sofisticação bem recortada:

nycushnie

Feminilidade mais intelectual, mas não menos sexy por Rosetta Getty:

nyrosettagetty

Ainda no tema assimetria, as fendas são apostas certeiras. Minhas favoritas surgiram na Opening Ceremony:

nyopening

E no Altuzarra:

nyaltazurra

No comprimento maxi, adorei a versão de Michael Kors:

nymkors

Transparência e leveza foram as palavras chave de Prabal Gurung:

nyprabal3

Chegando definitivamente na hora noturna, Zac Posen arrasou na versão dark de cetim do vestido de casamento (por Narciso Rodriguez) de Carolyn Bessette:

nyzac

Carolina Herrera surgiu com separates lindos e bem versáteis para uma festa de gala. Adorei o volume da saia e a cartela de cores:

nycarolinaherrera

Fechando com o espetáculo da Givenchy, que transferiu seu desfile para Nova Iorque e emocionou com looks dignos da comoção que causaram. Um pout-pourri de tudo que já aprendemos a esperar (e amar) de Riccardo Tisci com requinte da saudosa couture da maison:

nygyvenchy

nygivenchy3

nygivenchy4

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

#NYFW- Favoritos Inverno 2015.

ck

Oficialmente aberta a temporada de Inverno 2015 e com o fim da primeira etapa, a NYFW, eu vim trazer meus favoritos da semana nova iorquina. Pequeno resumo do que já podemos antecipar: Comprimento midi em shape mais ajustado, xadrez em todas suas versões do vichy ao tartan, militarismo, o mood é uma mulher forte e provocante, elementos masculinos contrapostos a todo instante com símbolos de feminilidade. Nos modelos noturnos, os tecidos com brilho imperam. A cartela de cores traz muito preto, marrom, terrosos, verde militar e toques de vermelho e burgundy. Nos calçados, botas bem pesadas tem vez, assim como a continuidade das botas cuissarde (acima do joelho), sapatos masculinos completam o time. Para bolsas, os modelos com franjas não perdem o posto e surgem nas clutches até modelos bem oversized.

3.1 Phillip Lim sempre veste as moças mais cool, dessa vez a fonte escolhida é o militar e o grunge tudo adaptado com muita sofisticação. Adorei o styling de sobreposições do look que abriu o desfile:

ny31

Alexander Wang foi para o cyber punk, estética bem construída e uma sensualidade hardcore:

nywang

 

alexwang

Altuzarra ganha quando aposta no sexy com alfaitaria que o tornou famoso e perde, quando lembra Ralph Lauren apelando para peças mais românticas com mood anos 70. Destaque para a cartela de cores de azul claro, caramelo, bordô. Os vestidos de festa usados com blusas de renda estilo vitoriano foram uma bela idéia:

nyaltuzarra

Delpozo e seu ode à arquitetura e à antiga alta costura, impossível não se encantar com o acabamento primoroso:

nydelpozo

Jason Wu seduziu com seu militar chic e bem clean:

nyjason

Michael Kors elegeu uma cartela de cores digna dos dias outonais mais lindos e investiu em uma mulher intelectual, ecos de anos 40 e 60 e uma leve homenagem de styling à Margot Tenembaum garantindo minha atenção:

nykors

J. Crew sempre válida para inspirar looks mais “reais”. Ótima sacada casar o vestido de paetês com parka:

nyjcrew

Narciso Rodriguez reproduziu o guarda-roupa dos sonhos de uma mulher 90´s, daquelas fãs de Carolyn Bessette:

nynar

Pedro Del Hierro, a marca espanhola apresentou uma coleção com o pé na era disco, mas acertou em cheio ao modernizar as peças com toques inteligentes (e funcionais) de styling. O casaco doudoune deu acabamento perfeito à calça cropped:

nypedro

A mulher austera e luxuosa da The Row, aparência sempre impecável sem demonstrar nenhum esforço:

nyrow

Victoria Beckham já fez minha coleção favorita da NYFW e não decepcionou nesta temporada, a silhueta extremamente bem pensada e fiel à mulher criada pela marca ficou ainda mais interessante. Esse look foi meu favorito pela inteligente mistura de texturas e delicado movimento da saia midi:

nybeckhamRodarte, fez um mix da era disco com traços de montaria e punk. O ponto alto foram as calças de cintura alta, shape que ganhou apelido de “cocktail pants” na Vogue americana de Dezembro por serem tão justas e só permitirem que se beba líquidos enquanto são usadas. Sexy e pouco óbvias quando usadas com peças oversized e de apelo masculino:

nyrodarte

Salvando o melhor para o final: Francisco Costa para Calvin Klein não costuma figurar entre meus favoritos, mas desta vez fez a melhor coleção da semana, na minha opinião. Segurei o post até o último dia em função de Marc Jacobs (que fez ótimo desfile, mas não me apaixonei). A grande surpresa foi Calvin, junção perfeita entre anos 70 e a estética minimalista tão inseparável da marca. Desejo de usar todas as peças:

nyck

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, NY

Resort 2013 – Sobreposição com bustier.

A década de 50 foi grande inspiração da última temporada Primavera/Verão, onde o “hiper feminino” reinou. Outra grande tendência das últimas temporadas, a influência sportswear trouxe os crop tops (blusas mais curtinhas que deixam a barriga de fora), e a junção de ambos resulta na popularidade dos bustiers. Muitas mulheres, mesmo em plena forma, não se sentem confortáveis mostrando esta parte do corpo. Mas existe uma maneira de aderir, sem perder a elegância:

Nas coleções Resort, algumas marcas sugerem o uso dos bustiers por cima de camisetas,  garantindo um look interessante e criativo.

Nicholas Ghesquiére criou seu Resort 2013 para Balenciaga,  inspirado no ballet com belas doses de alfaiataria. Reparem como a silhueta fica interessante com a justaposição das peças, destaque para o bustier de couro estruturado:

O Australiano Dion Lee, optou por conjunto de tecido levemente brilhoso arrematado por bustier vazado azul celeste, clima meio futurista:

Narciso Rodriguez utiliza do “trompe l´oeil” para dar a idéia do bustier em cima do top (na verdade são uma peça só). Aqui a pegada é minimalista:

Já na Burberry Prorsum, o vestido com parte de cima com shape bustier é usado com uma camiseta. O contraste do brocado metalizado com a camiseta simples fica maravilhoso e pouco óbvio, atualizando uma peça que pode ficar clássica demais:

Ótimo truque de styling para copiar já! Qual a versão favorita de vocês?

Fotos: Vogue.com

3 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Microtrend

Update- Bicolores e tricolores… nas roupas.

Com a quantidade de cores e tons diferentes em alta no momento, os estilistas encontraram uma forma criativa de incluir mais de uma cor na mesma peça deixando a escolha do look um pouco mais fácil…Roupas bicolores não são exatamente novidade, Coco Chanel foi perita em criar peças no estilo, assim como YSL, mas com o ciclo da moda, a tendência volta com tudo.

Como comentei neste post aqui, a moda bicolor e tricolor anda fortíssima nos acessórios já há algum tempo. Com a influência sportwear deluxe na maioria das coleções e o sucesso que os itens com blocos de cores tem feito, era bem previsível que a tendência evoluíria para o vestuário também. A temporada Pre-fall confirma a teoria, mas não limitado a looks mais despojados, o truque entra também em composições mega sofisticadas que se adequam aos mais diversos gostos.

Para Alice + Olivia o comprimento longo e a silhueta anos 7o são os complementos perfeitos para o vestido bicolor, já na 3.1 Phillip Lim a referência esportiva é literal e a cartela de cores tem ares anos 70, legal observar que a bolsa acompanha a tendência. Erin Fetherston vai ton sur ton em estilo 60´s e na Moschino a idéia aparece com toque militar.

Narciso Rodriguez e Proenza Schouler buscam inspirações fortes na silhueta esportiva e optam pelo roxo (lembram que eu adiantei que a cor dominaria no Inverno?). O parka bicolor da Proenza é peça-chave.

Givenchy e Balenciaga vão no elemento militar para brincar com o bicolor. Nos casacos estruturados e na saia que mistura verde militar com azul, bem fresh.

Tricolor na sempre esperada Celine, a gola alta também volta com tudo para aquecer no Inverno. Destaque também para as calças mais largas, vão aparecer muito quando o clima esfriar.

Mais inspirações “tri” em tons neutros, a Preen aposta no bege e preto com detalhe em laranja,  já Peter Som é certeiro com a cartela de branco, preto e cinza arrematado por maxi colar.

A novidade está trending tanto na temporada que rapidamente já alcançou os “red carpets”. Diane Kruger foi de tricolor no vestido de Verão da Prada em tons pastel. Já Michelle Williams, favoritíssima ao Oscar, optou por um Chanel no clássico P&B…Será que veremos esta tendência dominar mais premiações nos próximos meses?

Nas ruas inspirações não faltam: Mais P&B, combinação que não tem erro, no casaco estilo trench coat, o look que mistura elementos bem diferentes garante um resultado autêntico.

E tricolores bem discretos com muita elegância, mas garantindo um toque especial nos looks mais arrumados:

Na gola e nos punhos, Caroline Issa usa a camisa com três cores e arremata com calça xadrez e scarpin azul klein.

Foco na manga, como eu já tinha alertado neste post, Vanessa Traina vai de silhueta chique e cartela de cores discretas com resultado impecável.

Fotos: JustJared, Style.com, Vogue.com, StockholmStreetStyle.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert