Arquivo da tag: Nicholas Ghesquiere

Cover watch- “Stay Punk”.

stayid

De volta com Tag antiga aqui do site! Dando uma analisada nas capas de Março, conclui que a moda subversiva com ares contemporâneos e uma boa dose rock´n´roll está dominando. Pense em um look tweed Chanel, com detalhe punk em algum acessório e atitude desafiadora.

Abrindo com a capa da ID e a choker incrível em clima S&M.

Na Vogue Japão, a perfecto rosa é combinada com bermuda de tachas em look total Louis Vuitton:

stayvnippon

Na Love, o cinto usado com blazer, a coroa Miu Miu e a meia arrastão dão o tom. O punk fica colorido além do típico vermelho.

staylove

Na Vogue Paris, a mensagem é mais sutil. O cinto mega sofisticado da Chanel lembra bem a choker da capa da ID, não acham?

 

staypunkvpatis

A Vogue austrália busca no grunge e em Courtney Love dos anos 90 a referência:

libertineforever.com

Elle Fanning também posa grunge queen no recheio, usando onipresente vestido camisola:

punkelle

Nas páginas internas, Vogue Itália com vestido delicado de renda complementado pela botinha e jaqueta bomber oversized:

stayvitalia

A Vogue americana, sempre mais polida, aposta na mochila decorada e no look Vuitton:

staypunkvus

Na ID a idéia continua nos editoriais. Reparem na atitude e na saia incrível:

grace

Vogue Espanha, mira no lado sexy da tendência: Notem que cabelos curtos, make com olhos marcados ajudam a passar a mensagem:

vogueespanha

Na edição coreana, a jaqueta de couro e o batom escuro:

stayvjkorea2

Na Portêr, o punk vai ao baile de gala, com gargantilha e vestido decorado de spikes:

stayporter

A Elle americana também utiliza de estereótipos com a perfecto exatamente como as adoradas pelos Sex Pistols no final dos anos 70:

punkvaus

Fechando com styling da Vogue Russia: O vestido leve contrasta com as botas pesadas, a jaqueta, a gargantilha e a coroa:

punkvrussia

God save the Queen indeed!

Imagens: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Trend watch- Gola alta.

silhuetalofficel

A onda anos 60 que tomou conta das passarelas do Inverno 2014/15, traz com ela uma velha conhecida (e não muito querida): Gola rolê ou gola alta.

Abrindo o post com a capa da L´Officiel francesa, em look Louis Vuitton e cartela de tons neutros como azul jeans e laranja queimado.

No recheio, Frankie Rayder surge com modelo navy e saia de animal print:

silhuetalofficiel2

Combiná-la com estampa de bicho, também foi a idéia da Marie Claire. Reparem como a gola oferece opções interessantes, como uso de um brinco mais forte ou um colar usado por cima:

silhuetamclaire

O clima wild impera na Elle alemã com plumas que remetem ao tribalismo:

silhuetaellegermany

Quadriculado vai continuar sendo popular, como comprova a Bazaar mexicana. O conjuntinho é Dior:

silhuetabazaarmexico

A primeira coleção de Nicholas Ghesquiere para LV é favorita absoluta. A Vogue Korea também escolheu um look dela para sua capa:

silhuetavkorea3O apelo é 60´s, mas com o styling adequado fica bem minimal:

silhuetavkorea2

Apaixonada pela silhueta, super cool, da gola alta oversized com calça cenoura e levemente cropped. Também da versão coreana da Vogue:

silhuetavkorea

Em tempo, a campanha da Louis Vuitton aposta com tudo no detalhe:

golalv2

Ecos da influência esportiva casada com o estilo único de Ghesquiére:

golalv

Update: A primeira capa das famosas edições de Setembro acaba de sair, é a da Vogue Japão. Modelos icônicas em looks de gola alta, bem no estilo mod:

gola

Alta em alta…

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Adaptando a tendência, Como usar?, Microtrend

#PFW- Favoritos Inverno 2014/15.

SL

Já estou com várias pautas legais para colocar aqui no site, mas não poderia deixar de falar sobre os meus favoritos da minha fashion week favorita: Paris.

Na Saint Laurent, assim como na maioria das coleções da temporada, os anos 60 predominaram. Um espírito rock´n´roll com mix de grunge, glam e punk. Adorei a atmosfera e os looks que remetiam à Marianne Faithful e Anita Pallenberg:

sl2

Isabel Marant mais uma vez produz uma coleção com tudo que eu gostaria de usar no Inverno: Styling esperto, peças básicas misturadas com brilho, tudo honrando seu estilo hi-lo, mas com silhuetas que pareceram novidade. Na cartela de cores, os tons de verde, marrom, cinza e navy foram os favoritos:

pim

Haider Ackermann também reproduziu um mood que me atrai. Reparem nas calças skinny com comprimento cropped, minhas favoritas da semana:

pha

O espírito cool com sex appeal de Anthony Vaccarello:

pav

Na Carven, me encantei com os mini comprimentos usados com bota cuissarde e casacos no ombro: Perfeita nonchalance francesa:

pcarven

Possivelmente a peça mais importante do Inverno, o casaco surgiu em diversas interpretações. Fugindo da influência 60´s, Riccardo Tisci buscou nos anos 40 e no estilo das francesas a inspiração para a (impecável) coleção da Givenchy:  Adulta, sofisticada e sexy:

pGivenchy

Styling que apareceu em algumas passarelas e que eu adorei foi o casaco usado como vestido, se marcado na cintura ainda melhor: Balenciaga, McQueen e Céline aprovam:

pcasaco

A silhueta bem feminina e as texturas de Giambattista Valli, a influência futurista da década de 60 surge no modelo metalizado com ombros arredondados:

giamba

Os minis de Valentino com cartela de cores fortes: Resultado incrível tanto nos tons vibrantes como nas apostas neutras. Vontade também das botas logo abaixo do joelho:

pval

Fechando com a maior expectativa da moda em muito tempo: A estréia de Nicholas Ghesquiere na Louis Vuitton. Anos 60 com tecnologia bem 2014, o designer conseguiu modernizar e transformar a Vuitton em algo jovem e altamente desejável e atual. Destaque para as calças de cintura alta, uma de suas marcas registradas da Balenciaga que se adaptaram muito bem na sua nova casa. E para as saia evasê que provocaram desejo imediato. No styling, o brinco usado em uma só orelha (artifício também adotado na Céline) promete ser o truque de styling favorito:

plv

E que venha o frio.

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

Trend watch- O domínio do P&B.

chanel

A combinação mais clássica que existe, e já ganhou vários posts aqui no site, anda cada vez mais dominante. Se no último verão os geométricos em P&B foram as grandes estrelas. Uma versão mais clássica e sofisticada é a aposta para esta temporada.

O Resort da Chanel em clima navy abusa do tema.

chanel2

Charlotte Gainsbourg fotografou uma retrospectiva do trabalho de Nicholas Ghesquiere na Balenciaga, os looks P&B sempre foram favoritos do designer. O vestido com babados foi do Verão passado da maison:

peb032c2

A revista 032c reuniu algumas das melhores composições do combo. Uma das formas mais modernas de usar é misturar texturas como a blusa rendada e a saia de alfaiataria com couro:

pebo32c3

Também na 032c, um toque mais 60´s a tendência:

peb032c

Na Self Service, Wandinha Adams é a inspiração com looks Valentino:

pebselfservice

E Céline:

pebselfservice2

A Vogue México traz uma interpretação mais uptown girl do estilo. Aqui o vestido Valentino é combinado com bolsa estruturada:

pebvmexico

A Elle UK entra no mood boudoir, bem feminino:

pebelleuk

Já a Vogue Turquia buscou inspiração em Audrey Hepburn com sobreposição da Prada:

pebvturkey

Finalizando com a W em mood bem austero. O batom vermelho é ótimo truque para acrescentar cor ao look:

pebw

P&B e formas geométricas foram absolutas este ano . Quem adora o combo pode comemorar, nesta estação, Balmain, Kenzo, Céline e Fausto Puglisi garantem a presença da combinação para 2014:

peb

1001 idéias para usar P&B…

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Nome para guardar- Atto.

atto3

Com apenas uma coleção e uma comparação ao estilo de Nicholas Ghesquiére, a estética da neo marca Atto chega surpreendendo. Peças chamativas são perfeitamente incorporadas à uma coleção repleta de clássicos insubstituíveis, sem esquecer de adicionar elementos interessantes. A blusa de paetês prata é a estrela de mais de uma proposta, mostrando sua versatilidade.

A saia com assimetria e fenda exagerada ganha frescor e elegância com o maximalismo da blusa:

atto

Poucas cores com adição das primárias. Aqui o conjuntinho azul Klein bem utilitário ganha característica hi-lo pelo uso da blusa. Aliás, a combinação desse azul com prata foge da obviedade e funciona perfeitamente:

atto2

Complementando com lado mais esportivo, vale a pena observar a escolha da sapatilha de bico fino, emprestando um ar meio 60´s às composições:

atto4

Pequenos detalhes que ajudam a reinventar peças clássicas, como a camisa branca com corte severo e recorte lateral:

atto5

A coleção Resort 2014 é a primeira da marca, formada por três designers. Já deu muita vontade de descobrir o que mais vem por aí.

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, name to watch, Perfil

Trend watch- Nômade contemporâneo.

Quando começei a pensar em um título para esta tendência, a palavra nômade foi a que me pareceu mais apropriada. Vocês lembram do post “O conceito gypset na moda” ?, me incomodei um pouco porque a idéia é mais ou menos a mesma. Só que no movimento gypset a roupa traduz a vivência e todo lifestyle de quem a usa, pessoas que viajam muito e convivem em culturas diferentes, como deveria ser com os looks de todo mundo- Uma maneira rápida de mostrar um pouco de quem somos, o que gostamos…

Com o mundo globalizado, as referências culturais chegam rápido e o caldeirão de idéias e costumes é absorvido por todo mundo, principalmente em cidades cosmopolitas. No editorial da Vogue Espanha a influência étnica em versão super sofisticada pode ser constatada (foto da Kate Moss que abre o post).

O nômade contemporâneo usa peças clássicas e básicas e adiciona algumas referências multiculturais resultando em um estilo que pode ser sofisticado, irreverente, rocker, mas com personalidade forte.

Uma das primeiras imagens de moda que me veio a cabeça foi a coleção de Inverno 2007 da Balenciaga. Estou triste com a partida de Nicholas Ghesquiére da marca, justamente pelo seu talento incrível para misturar idéias que aparentemente não tem nenhuma ligação e transformar em uma coleção concisa, inteligente e que desperta desejo imediato. Esta com os lenços, os toques esportivos e utilitários e os sapatos icônicos de lego tem mais de 5 anos e ainda continua atual:

No Inverno a Fendi apostou na mistura étnica que foi parar na capa da Vogue Japonesa, vale prestar atenção na mistura de acessórios e no toque de penas:

Pele e penas são opções marcantes e interessantes de utilizar como demonstrado na Muse:

Referências do leste europeu que lembram ciganos e a mistura com a febre do barroco serão certeiras quando o Inverno chegar! Como na Vogue Russa:

A Vogue Portugal apelou para uma mistura de montaria e estamparia cigana. Foco no cinto todo feito de moedas da coleção de Inverno de Altuzarra. Peça-chave!

Antes que vocês abandonem o post achando que esta tendência é conceitual demais, anotem dicas práticas que tem tudo a ver com esta moda: Tranças no cabelo e uso de brincos grandes, pulseiras ou colares são ótimas formas de entrar no clima. A versão da Numero Thai é ultra sofisticada, o que chama atenção é a escolha de jóias:

Bolsas e clutches com aplicações de miçanga e pedraria geram um resultado luxuoso e moderno. Olhem que linda a versão da bolsa Alexa da Mulberry na Vogue Paris:

A estampa de lenço, que ainda vai render muito no Verão pode e deve ser misturada com outras. A marca Kenzo tem o étnico no seu DNA e criou uma nômade irreverente com toque anos 80.

No Resort 2013, Roberto Cavalli apostou no conjuntinho com scarf print. Anna Sui foi fiel ao seu estilo e foi de referência Hindu. Já Thakoon misturou o clássico animal print com estampa de azulejo, remetendo ao clima mediterrâneo. Ótimas inspirações para o Verão:

Nos dias quentes o estilo nômade moderno pode ganhar sofisticação. O longo esvoaçante, estampado e com peplum discreto da Pucci é ótimo, assim como a calça de paisley da Givenchy combinada com a camisa branca de alfaiataria impecável:

Alguém se identifica com o estilo nômade de vestir?

Fotos: Reprodução.

2 Comentários

Arquivado em Acessórios, Como usar?, Trend alert

Resort 2013 – Sobreposição com bustier.

A década de 50 foi grande inspiração da última temporada Primavera/Verão, onde o “hiper feminino” reinou. Outra grande tendência das últimas temporadas, a influência sportswear trouxe os crop tops (blusas mais curtinhas que deixam a barriga de fora), e a junção de ambos resulta na popularidade dos bustiers. Muitas mulheres, mesmo em plena forma, não se sentem confortáveis mostrando esta parte do corpo. Mas existe uma maneira de aderir, sem perder a elegância:

Nas coleções Resort, algumas marcas sugerem o uso dos bustiers por cima de camisetas,  garantindo um look interessante e criativo.

Nicholas Ghesquiére criou seu Resort 2013 para Balenciaga,  inspirado no ballet com belas doses de alfaiataria. Reparem como a silhueta fica interessante com a justaposição das peças, destaque para o bustier de couro estruturado:

O Australiano Dion Lee, optou por conjunto de tecido levemente brilhoso arrematado por bustier vazado azul celeste, clima meio futurista:

Narciso Rodriguez utiliza do “trompe l´oeil” para dar a idéia do bustier em cima do top (na verdade são uma peça só). Aqui a pegada é minimalista:

Já na Burberry Prorsum, o vestido com parte de cima com shape bustier é usado com uma camiseta. O contraste do brocado metalizado com a camiseta simples fica maravilhoso e pouco óbvio, atualizando uma peça que pode ficar clássica demais:

Ótimo truque de styling para copiar já! Qual a versão favorita de vocês?

Fotos: Vogue.com

3 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Microtrend