Arquivo da tag: Outono/Inverno

O melhor da #PFW.

VACARE

Finalizando os posts sobre a temporada Outono-Inverno 2013/14 do hemisfério Norte com a melhor das semanas de moda: Paris. Na minha opinião, Paris reúne as melhores marcas e os desfiles mais esperados. Foi difícil editar os meus favoritos, depois me contem se vocês concordam!

Quem quiser ver os outros posts da NYFW, LFW e MFW é só clicar em cima de cada cidade.

Abrindo com Anthony Vaccarello, falei sobre ele aqui no site em 2011, desde então ele confirmou seu espaço e conquistou sucesso indiscutível com roupas cada vez mais lindas e de apelo sexy sem cair na obviedade. Amei o mix de peças com influência esportiva e detalhes de correntes!

O melhor evening wear pertence a gaucha Barbara Casasola. Sua especialidade são roupas feitas para serem usadas depois das 6 da tarde, e sua mulher elegante e intelectual melhora a cada novo desfile. Destaque para o comprimento midi e transparências estratégicas:

CASA

Phoebe Philo não costuma decepcionar e seu Inverno para Céline é minimalista e mais feminino que de costume. Adorei o modelo de saia flute com comprimento mais alongado. Vale também destacar a estampa xadrez de feira que ficou luxuosa na leitura de Philo.

As botas cuissarde em cinza são objetos de desejo!

CELINEO punk da Chanel: Karl Lagerfeld sempre arranja maneiras de reinventar os códigos da maison criando coleções atuais, mas que respeitam o estilo da marca. Homenageando o punk que é o tema da exposição anual de moda do MET em 2013. Me apaixonei pelas peças em tweed, pelas saias skater, e pelo styling impecável. Especialmente o truque da meia de couro dando impressão de cuissarde e o colar usado por cima dos cabelos. Uma verdadeira aula de inovação:

CHANEL

O grunge cigano da Givenchy: Já cansei de comentar aqui que Riccardo Tisci é meu estilista favorito. Neste Inverno, ele propos misturar sua mulher sempre um pouco étnica através da cultura cigana, com referências ao movimento grunge. Xadrez, florais, imagens de Bambi e detalhes como brilhos e jaquetas biker garantem um resultado original e que desperta desejo:

GIVENCHY

O couture street de Giambattista Valli. O estilista é mais conhecido por seus vestidos de alta-costura deslumbrantes. Agora também diretor criativo de uma linha especial da Moncler, ele uniu sua marca registrada à tênis de estilo slipper, que emprestaram uma cara mais contemporânea às suas peças. Saia envelope, detalhes em pele e comprimento no joelho é a formula infalível de Valli para o Inverno.

GIAMBA

A mulher européia da Hermès. Parte francesa, parte inspirada nas heroínas de Hitchcock, Christopher Lemaire levou para passarela uma mulher incrivelmente chique vestida em tons terrosos e no clássico P&B. Possivelmente a minha coleção favorita pela sua simplicidade e roupas belíssimas:

HERMES

A estréia de Alexander Wang na Balenciaga. Apesar de amar Wang, não fiquei muito entusiasmada quando seu nome foi anunciado para substituir Nicholas Ghesquiére na maison. Foi uma grata surpresa. Releituras de momentos chave da marca, junto com o olhar moderno de Wang resultaram em uma coleção impecável. Minhas peças favoritas foram as com efeito craquelê:

BAL

Os vestidos da Valentino. Mais do mesmo, mas cada vez melhor, muito vermelho, azul, renda e detalhes em couro dominaram o Inverno da Valentino, desta vez, estampas de tapeçaria também ganharam espaço. Me apaixonei pelos vestidos curto em azul klein e com detalhes transparentes:

VAL

O uso de cores de Dries Van Noten. Responsável pelo meu desfile favorito do Verão passado, nesta temporada o belga comprovou mais uma vez seu dom com cores, utilizando tons vivos, plumas e criando para uma mulher cheia de estilo que preza a qualidade com um pouco de ecêntricidade:

DRIES

Os acessórios da Lanvin. Alber Elbaz surpreendeu novamente com sua habilidade em criar peças femininas que enfeitam e destacam o melhor de cada mulher. Desta vez, a melhor parte foram os acessórios com palavras divertidas como cool, love, help, marcando cintos, colares e anéis nada discretos. Garantia de sucesso e de muitas cópias nas principais lojas fast fashion.

LAN

Qual a coleção favorita de vocês?

Fotos: Reprodução.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Look do dia- Franjas.

Como prometido (Ok, com certo delay), mais um look do dia aqui no site. Já escrevi sobre a tendência western que anda rondando a moda: No post “Trend alert- Country girl” e “Coming up- Camisa western“. Essa blusa com franjas na manga tem tudo a ver com este universo, mas verdade seja dita, eu sempre amei franjas e tenho várias peças com elas, não preciso de nenhuma desculpa para incluí-las nos meus looks.

Terça-feira fui convidada para assitir o desfile da malharia Anselmi, em Farroupilha, na Serra gaúcha. Partimos de Porto Alegre às 7 e meia da manhã e a temperatura estava bem baixa, então a solução foi me render ao frio e optar por um look quentinho.

Essa blusa foi amor à primeira vista quando visitei o showroom de Inverno da Daslu em Novembro passado, uma das coisas “difíceis” do meu trabalho é ver peças meses antes de poder usá-la, o caso desta blusa, finalmente este mês ela chegou na loja Tissatt (a Daslu é exclusiva da Tissatt aqui em POA) e obviamente garanti a minha. A Tissatt é daquelas lojas com peças irresistíveis: Sempre por dentro das tendências atuais, mas com muitas peças clássicas também, o mix é incrível, sem contar a qualidade das marcas e atendimento top…

Juntei a blusa que já virou minha paixão com uma calça de couro (fake) skinny que também adoro e veste muito bem, o tom pinhão é pouco óbvio, mas bem fácil de combinar. Para completar busquei inspiração no colorblocking invernal e escolhi esta bolsa azul petróleo (já falei como a cor anda em alta aqui) com tachas. O lenço de animal print com caveiras ficou amarrado na bolsa dentro do evento, mas enrolado no meu pescoço, junto com uma jaqueta de couro preta que não aparece nas fotos, durante o trajeto.

O desfile foi super interessante e repleto de peças que vão ser curingas na temporada, como tricôs metalizados (destaque para os dourados, eu usei uma malha da Anselmi neste editorial aqui) e peças com estilo étnico. Um short com estampa tribal ficou na minha cabeça e já ando sonhando com ele. No final do evento, passamos na loja da Anselmi e acabei comprando algumas coisas, logo elas aparecem aqui no look do dia.

Vocês repararam que neste look incluí foto dos detalhes? Isso só foi possível com a colaboração da linda Vitória Portes do blog da Vitória Portes, que me fotografou com muito talento e boa vontade. Obrigada, Vi!

Aprovaram?

Fotos: Vitória Portes.

Obrigada Tess Fashion Biz e Anselmi pelo convite para assistir ao desfile.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Look do dia

Nome para guardar: Isolda London.

A Isolda London, criada pela Brasileira radicada em Londres,  Alessandra Affonso Ferreira, começou despretensiosamente oferecendo jóias criadas a partir de peças vintage garimpadas. Hoje, a marca evoluiu para ready-to-wear e a primeira coleção, “Macumba chic”, chamou atenção, mas foi pela atual coleção de Inverno, chamada “Misty Jungle”, que realmente me apaixonei: Inspirada na Amazônia, traz estampas de jacaré, jaguar e cobra coral, shapes simples e extremamente bem cortados, acompanhados por uma cartela de bordô, verde e queimados. Todas as estampas  da marca são criadas à mão em aquarela e depois digitalizadas e impressas em tecidos como organza, chiffon, seda, crepe, garantindo um resultado luxuoso.

Quando marquei minha viagem para Londres não pensei duas vezes e combinei de ir conhecer o atelier em Notting Hill (Obrigada para minha querida Ju Affonso Ferreira, marketing da Isolda, que permitiu a visita!).

Meus favoritos da coleção:

Essa blusa é de chorar de tão incrível ao vivo com os tecidos estampados sobrepostos.

O que mais me encanta no trabalho da Alessandra, é o talento em conseguir buscar referências do Brasil e toda sua riqueza( algo pelo qual o mundo anda sedento) e traduzir em roupas para uma mulher urbana, moderna e relevante. O objetivo da estilista é juntar “a paixão do Verão Brasileiro com a tradição do Inverno Britânico”, assunto que ela entende bem já que é filha de pai Brasileiro com mãe Inglesa.

A linda stylist e blogueira Peony Lim é responsável pelo lookbook de Inverno, e além de seu olho incrível, também tem servido de modelo não oficial da marca, desfilando pelas fashion weeks em looks Isolda London maravilhosos:

Não dá para falar na marca e não mencionar os acessórios, jóias lindíssimas e únicas:

Da coleção nova, os cintos e pulseiras de spikes são o ponto alto. E foram parar até no pé das modelos como complemento do sapato.

Estes brincos deco maravilhosos são os meus favoritos, a foto que eu tirei não ficou muito boa, mas dá para perceber a beleza da peça:

No Brasil, as roupas estão à venda na Sarah Chofakian e também através do site oficial: http://www.isoldalondon.com.

Fotos: Isolda London, Roberta Weber, MarieClaire.com, Vogue.co.uk, PeonyLim.blogspot.com.

5 Comentários

Arquivado em Acessórios, Londres, name to watch, Perfil

Trend alert- Country girl.

Dos cowboys típicos do Sul e meio-oeste dos E.U.A, até os gaúchos e prendas do Sul do Brasil, o “countryside” e suas vestimentas típicas inspiraram os estilistas na nova temporada. Na Primavera/Verão 2012, botas de cowboy adaptadas surgiram nas passarelas da Balmain e da Miu Miu.

Na Balmain, as botas ganharam salto e toque barroco:

A coleção da Miu Miu trouxe referências meio kitsch aproveitando o shape da bota, reparem que o salto também veio alto.

No Outono/Inverno, o assunto virou tema de coleções completas e inspirou algumas das marcas mais legais do hemisfério Norte. Joseph Altuzarra criou calças que lembram as nossas bombachas, Isabel Marant mergulhou fundo no universo cowboy, Barbara Bui e Boy Band of Outsiders criaram prendas estilizadas com resultados incríveis e nada óbvios.

Versões para botas de cowboy voltaram a figurar em passarelas disputadas, desta vez, Isabel Marant incluiu botinhas com bordados que remetem aos que enfeitam as botas originais.

Não é a primeira vez que a estilista se aventura na temática: Suas Dicker boots, mega cobiçadas, tem estética que remete ao estilo.

Os pampas gaúchos foram super populares e Chritophe Lemaire na Hermès criou um Inverno sofisticado inspirado nas nossos trajes típicos, sem esquecer de nenhum detalhe: Silhueta, sapatos e acessórios todos fiéis às nossas raízes.

E o Brasileiro Carlos Miele, levou o universo da vestimenta típica dos gaúchos (as) para sua passarela da NYFW. Uma gaúcha que não esquece das suas raízes, mas mistura suas referências com peças sofisticadas de apelo cosmopolita. Uma bela homenagem!

Nesta semana inicia o Donna Fashion Iguatemi, maior evento de moda do Sul do país, e uma das coisas mais legais, é que esta coleção, ainda inédita no Brasil, vai ser apresentada por lá! O desfile do Carlos Miele acontecerá no dia 28/03 às 22hrs. Quem quiser mais informações, pode visitar o site ou twitter do Donna Fashion Iguatemi. O evento é fechado para convidados, mas estão rolando promos diárias no @iguatemipoa e no @DonnaZH valendo convites, vale a pena seguir e tentar a sorte.

Fotos: Style.com, RobertaWeber.

8 Comentários

Arquivado em Acessórios, Trend alert

(Micro) trend alert- Clássico atualizado.

Sempre utilizado nos acessórios, principalmente em bolsas- É marca registrada da Chanel, Dior, Miu Miu…Também já apareceu bastante em roupas na década de 80. Esquecido por um tempo, apareceu em poucas, mas importantíssimas passarelas do Inverno 2012. Três das marcas mais trendsetters do mundo apostaram nele e o efeito promete virar hit quando as temperaturas baixarem.

Minha versão favorita foi a de Olivier Rousteing para Balmain, eu mostrei mais looks da coleção aqui. A textura fica com efeito incrível quando combinada com veludo, exatamente a proposta da marca.

Riccardo Tisci usou em jaquetas de couro e em calças no mesmo material, a coleção em tons de marrom, preto e vermelho inspirada no universo da equitação foi super luxuosa. Já o casual sofisticado da Chloé, veio cheio de looks com toques esportivos e silhueta oversized. O casacão de Inverno com detalhes em matelassê faz toda a diferença.

A Topshop criou sua versão para o Verão . Aliás, o couro em cor clara é uma das grandes tendências do Verão 2012. Por aqui a Zara e a H&M também apostaram. Vocês gostam?

Fotos: vogue.com.

2 Comentários

Arquivado em Inspirações, Microtrend

Nas ruas de Londres- A cor da transição.

Enquanto no Brasil nos despedimos (aos poucos) do Verão,  no hemisfério Norte a expectativa é pelos dias mais quentes que a primavera vai trazer a partir da próxima semana. As lojas estão recheadas com as novidades para o Verão e a cartela de cores já está tomada por uma moda colorida em tons pastel e neon.

Mesmo assim, as temperaturas insistem em ficar abaixo dos 10 graus na maioria dos dias. Com isso o uniforme continua pesado e em tons mais neutros e escuros, mas até as lojas  e as pessoas que ainda não se renderam ao apelo dos próximos meses quentes, não conseguiram resistir a uma cor: O azul cobalto que é sem dúvida a cor da transição aqui em Londres- Perfeita para enfrentar o frio e para se jogar no calor.

A Missoni com seu Spring/Summer inspirado na Espanha reproduziu os looks da campanha na sua vitrine:

Na vitrine da Harvey Nichols, a aposta foi na saia com apelo esporte couture de J.W Anderson:

Entre os sapatos de Giuseppe Zanotti o azul também surge como opção:

Na Miu Miu o foco também é nos acessórios, a bolsa bicolor super lady-like é hit:

Usar tons mais discretos é uma ótima maneira de destacar ainda mais o azul, durante a temporada de moda do hemisfério Norte, a cor foi uma das mais usadas.

A blogueira Hanneli com sua jaqueta Acne no tom da temporada:

Charmosa no chapéu da Maison Michel:

Look preto e navy com sobreposição de camisa no tom, ótima inspiração para os dias de Inverno que nos aguardam. O toque de animal print na bolsa também ficou lindo!

Para as mais ousadas, o sapato com plataforma barroca surge combinado com meia azul. Não é para todas…

As fast fashion não ficam atrás: A H&M também curte a idéia do azul como toque de cor em tons mais apagados, olha a diferença que o blazer e scarpin fazem neste look.

Na Reiss, uma das lojas favoritas de Kate Middleton, o look tem apelo preppy e é bem meia-estação:

Reparem que a composição acima traz uma mistura de tons, esse artifício foi usado bastante também em looks de rua: Uma peça cobalto lisa com estampa ou textura na cor.

As calças nessa cor continuam fortes:

Já cansaram? As revistas de moda deste mês também aderiram: Look monocromático no editorial estrelado por Mila Kunis na Bazaar US.A campanha Verão 2012 da Massimo Dutti brinca com cores vivas. O pêssego fica lindo com cobalto.

Toda essa overdose não tem data para terminar, já que a cor vai seguir super popular para o próximo Inverno, o que significa que vale a pena investir em peças no tom ou tirá-las do armário. Balenciaga, Stella McCartney, Chanel e Paco Rabanne criaram suas versões:

Na coleção de Stella não bastou a cor dominar os looks, a maquiagem também destacava o cobalto através da máscara de cílios escolhida:

Tudo azul?

Fotos: Style.com, StreetPepper, FashionGoneRogue, Hanneli, Roberta Weber.

1 comentário

Arquivado em Inspirações, Londres, Trend alert

Inverno 2012- Uniformizadas.

Com o fim da temporada Outono/Inverno 2012-13 internacional, finalmente as maiores tendências são confirmadas. A primeira delas é o militarismo, peças com apelo utilitários, tons de cáqui, verde, azul marinho e detalhes de styling como luvas, botões e até chapéus. Praticamente todas as principais marcas apresentaram alguma versão para esta moda, e para minha surpresa, duas das minhas favoritas foram Victoria Beckham e McQ.

Seria irresponsável alegar que Victoria Beckham nunca serviu de inspiração sartorial para mim, afinal, a Posh Spice costumava ser a minha preferida. Mas entre os anos 90 e agora, Victoria e seu estilo over “WAG” nunca chamaram minha atenção positivamente, até ela começar a levar a sério sua carreira na moda e contratar Roland Mouret como consultor. Seu Inverno 2012 com super inspiração militar foi um dos mais fortes da #NYFW. A tendência ganha apelo sexy na silhueta ajustada, mas compensa com muita sofisticação na alfaiataria, na cartela de cores e no styling mais rígido. Sem esquecer dos coturnos de salto by Louboutin.

Para o primeiro desfile da McQ, segunda marca de Alexander McQueen, Sarah Burton caprichou e criou uma coleção para competir com marcas como Miu Miu e não somente uma versão simples e acessível do lifestyle da marca. O militarismo aqui é luxuoso, os casacos pesados ganham shape e detalhes utilitários, mas os bordados ricos elevam os looks para outro patamar. Couro, detalhes em pele, coturnos over the knee em preto e com detalhes bordô, cintos definindo bem a cintura foram recorrentes na coleção. O meu detalhe favorito, que confirmou a genialidade da sucessora de McQueen, foi a sacada dos bolsos dos casacos criarem um volume como peplums, reparem no look da primeira foto.

O desfile com mood super outonal foi um verdadeiro espetáculo, vale a pena apertar o play e conferir! Sem contar que as roupas ficam ainda mais lindas em movimento.

Para enfrentar o frio, os casacos pesados com estilo militar serão apostas certeiras: Dries Van Noten, Isabel Marant, Yohji Yamamoto e Francesco Scognamiglio criaram suas versões para personalidades bem distintas.

A cartela de cores pode ser mais leve em variações de tons mais claros: militar com saia de babados na Burberry Prorsum, conjuntinho pra Barbara Bui, estampa camuflada na Acne e calça cropped na Max Mara.

Para quem não abre mão do glamour, Anthony Vaccarello sugere look navy em cetim e Salvatore Ferragamo mistura couro e textura no trench coat atualizado.

Ninguém vai ficar de fora…

Fotos: Vogue.com.

5 Comentários

Arquivado em Fashion Week, Inspirações, Trend alert