Arquivo da tag: Prabal Gurung

#NYFW- Favoritos Verão 2016.

nydel

A semana de moda de NY ainda não chegou ao fim, mas eu tive a “ousadia” de já vir dividir meus looks favoritos da temporada americana de Verão 2016 (não rolou Marc Jacobs, Proenza Schouler, nem Calvin Klein ainda, então este post é um pouco precipitado).

Apesar de com fôlego para os anos 70, a década de ouro do momento para os designers parece ser a de 90. Carolyn Bessette a musa não declarada. Pensem em cetim, camisolas, silhueta languida e minimal, muitas referências esportivas, assimetria, comprimentos midi em shapes ajustados, Calvin Klein, Helmut Lang..,

Começando com meus favoritos: Delpozo, que já havia ganhado este posto ano passado continua seu reinado. Não consigo superar a precisão das peças e a qualidade e encanto dignos de alta-costura. Também gosto muito do ar lúdico, mas moderno que eles imprimiram. O look que abre o post foi o que mais gostei, mas este abaixo também foi especial. Reparem na construção e estrutura do vestido.

nydelpozo

No outro extremo, fiquei extasiada com a estréia da dupla da Public School na DKNY. 90´s na veia, com a alfaiataria exata, tipo aquela vontade incontrolável de transferir todos os looks para meu armário já:

nydkny

Vestido-blazer:

NYDKNY3

Cartela de neutros e nada mais é necessário:

NYDKNY2

Na marca própria, adorei a vibe sporty:

nypublicschool

Alexander Wang comemorou dez anos de sua marca, sem nenhuma grande novidade, mas ainda com o dedo no pulso do que os “jovens” querem. Que arrebatou meu coração, apenas esta jaqueta e as birkenstocks estilizadas:

nyawang

Toque street boho na Coach que tem me agradado bastante nas mãos de Stuart Vevers:

nycoach2

Na Rag & Bone, o corte de vestido da vez, tanto para o casual, quanto para a noite:

nyrag

Reparem na versão do mesmo por Victoria Beckham, adorei o vichy oversized e o sapato masculino (outra marca dos anos 90 que foi campeã nas coleções):

nyvictoriabeckham

E na Cushnie et Ochs, sofisticação bem recortada:

nycushnie

Feminilidade mais intelectual, mas não menos sexy por Rosetta Getty:

nyrosettagetty

Ainda no tema assimetria, as fendas são apostas certeiras. Minhas favoritas surgiram na Opening Ceremony:

nyopening

E no Altuzarra:

nyaltazurra

No comprimento maxi, adorei a versão de Michael Kors:

nymkors

Transparência e leveza foram as palavras chave de Prabal Gurung:

nyprabal3

Chegando definitivamente na hora noturna, Zac Posen arrasou na versão dark de cetim do vestido de casamento (por Narciso Rodriguez) de Carolyn Bessette:

nyzac

Carolina Herrera surgiu com separates lindos e bem versáteis para uma festa de gala. Adorei o volume da saia e a cartela de cores:

nycarolinaherrera

Fechando com o espetáculo da Givenchy, que transferiu seu desfile para Nova Iorque e emocionou com looks dignos da comoção que causaram. Um pout-pourri de tudo que já aprendemos a esperar (e amar) de Riccardo Tisci com requinte da saudosa couture da maison:

nygyvenchy

nygivenchy3

nygivenchy4

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

#NYFW- Favoritos Inverno 2014/15.

Proenza Schouler, Ready to Wear, Fall Winter, 2014, New York

A temporada de Inverno do hemisfério Norte já está em sua segunda parada, a #LFW começou na Sexta. Resolvi aguardar o fim da #NYFW para dividir com vocês meus favoritos, tendências relevantes e outras coisas que me chamaram atenção. Não é exatamente um resumo, pois já existem muitos sites incríveis fazendo essa cobertura, é só a minha curadoria do que eu mais curti para o Inverno 2014/15 proposto na Big apple.

A cartela de cores traz o azul em todas suas variações (e eu já havia anunciado isto no post “Imagens do mês- Azul é a cor mais quente”), além de tons quentes como tijolo, bordô e o fuchsia, este último uma grata surpresa. Preto, branco e cinzas texturizados, com destaque para o uso de materiais com brilho como cetim. As versões fuchsia de Alexander Wang, Phillip Lim, Altuzarra e Rodarte:

fuchsia

Jason Wu fez uma coleção com ecos de Armani, mas possivelmente influenciada pela alfaiataria e look anos 90 da Hugo Boss- onde acaba de assumir como diretor criativo. As duas primeiras fotos são Hugo Boss e as outras duas de sua coleção própria. Sofisticação é denominador comum, assim como comprimentos alongados:

jason

A marca Delpozo continua encantando com sua maestria nas criações e delicadeza:

delpozo

As sobreposições da Theory prenderam minha atenção. A triste notícia do fim da Theysken´s Theory foi rapidamente superada: Agora Olivier Theyskens assume oficialmente a direção criativa da marca:

theory

As mules retornam com tudo, mas as botas acima do joelho (que eu amo) continuam para o próximo Inverno. Dois dos meus sapatos preferidos. A bota que remete ao clássico modelo montaria da Hermès ganha releitura por Alexander Wang, encanto também pela sandália com detalhes de corrente de Prabal Gurung:

shoe

Ralph Lauren e seu Inverno suave:

raplh

Além do styling esperto do debut da marca Polo  Ralph Lauren na passarela. Mix impecável de duas características importantíssimas da marca: O preppy americano com as referências de Americana como turquesa, xadrez e franjas:

polo

Tory Burch apostou no boho com influências étnicas e folk, mas sem esquecer do DNA preppy:

tory

Os melhores casacos surgiram pelas mãos de Joseph Altuzarra. Vale ressaltar que um dos modelos mais populares na passarela foi o casaco amarrado estilo robe, clássico da Max Mara, que esteve presente em diversas coleções.

altuzarra

Entre os meus favoritos, Prabal Gurung e seu contraponto de volumes. Adoro a silhueta oversized em cima complementada por saia leve e esvoaçante:

prabal

Proenza Schouler pela sua consistência, o estilo forte permeia todas coleções. Destaque para o shape boxy das jaquetas e as misturas de estampas:

proenza

E Victoria Beckham pela simplicidade que não exige nada mais. Looks mais femininos com sapatos masculinos foram outra sugestão certeira das coleções nova iorquinas:

victoria

Qual desfile vocês mais gostaram?

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, NY, Trend alert

Jeans- O eleito da temporada Resort.

denim

Se você acha que já esgotou as possibilidades de incorporar o jeans nos seus looks, pense novamente. Uma das melhores coisas da moda é a possibilidade de renovar peças e mostrar maneiras interessantes de repetí-las.

Na temporada Resort, o jeans dominou e dá para adaptar o material para todos estilos e ocasiões. Começando por Riccardo Tisci na Givenchy (fotos acima), que aproveitou shapes de vestidos de festa e formas femininas para usar o tecido. Gostei muito da versão ladylike com escolha inusitada de material.

A The Row continua com sua silhueta midi e mais ampla. Substituindo a seda e o cetim da última coleção, pelo  jeans. Minimalismo impera:

denim3

Jeans com jeans na Chloé em proposta desconstruída, o material ganha tratamento “risca de giz” e resultado cool:

denimchloe

Para Louis Vuitton, Marc Jacobs criou saia midi (infelizmente tenho uma implicância imensa com saia jeans, preconceito mesmo), e genialmente no casaco alongado lembrando os clássicos modelos de tweed da Chanel. Adorei a versão em denim:

lv

Dá para levar os looks direto para um trabalho mais formal, graças ao talento de Joseph Altuzarra que vai com gosto no estilo 70´s e influência boho:

denim2

Outra opção, é aproveitar alfaiataria em propostas mais modernosas, como fez Prabal Gurung:

denimprabal

Calça jeans, o maior clássico junto com camisa branca, invade as coleções e surge em modelo cropped ajustado, ou no estilo boyfriend com barra longa. O segundo look da Theysken´s Theory ficou incrível:

they

Até quem é adepta de um estilo mais high do que low, pode se jogar. Basta ver o exemplo da Pucci que combina sua célebre estampa com blazer pink e sandália gladiadora. O modelo de sapato vai ser o mais popular no Verão, vale muito dobrar a barra da calça para exibir melhor a escolha para os pés:

denimpucci

Destroyed, minimalista, oversized, clássico, sofisticado…

Fotos: Vogue.com.

1 comentário

Arquivado em Inspirações, Trend alert, Update das tendências

Trend watch- Drops #NYFW.

Marc Jacobs - Runway - Fall 2013 Mercedes-Benz Fashion Week

Verão chegando ao fim e no hemisfério Norte, a temporada Outono-Inverno 2013/14 já começou com tudo. A NYFW é a primeira a mostrar as apostas e agora que a semana terminou, fiz um resumo das tendências mais relevantes que apareceram por lá. Vamos conferir?

A cartela de cores vivas puxa para os tons de pedras preciosas: Azul noite, o vinho/burgundy e vários tons de vermelho, roxo, fuchsia e azul petróleo são os favoritos:

nycorNos neutros, destaque para cinza, verde militar e tons de khaki passando pelo camelo, que não perderam espaço. Melhor interpretação ficou por conta de Prabal Gurung (ele já ganhou post no site “Nome para guardar- Prabal Gurung“) que criou looks com influência militar, mas muita sofisticação e um leve toque étnico:

nyrabal

Os terrosos com atenção especial ao marrom. Aliás uma calça na cor vai ser um dos melhores itens para adquirir, ou tirar do armário, no próximo Inveno. Em couro ou em tecido acetinado serão as mais populares. Também vale reparar que o modelo skinny perde um pouco de espaço para modelagens mais amplas:

nymarrom

Sem esquecer da dupla mais atemporal de todas: P&B, o preto e o branco são absolutos. E muito fortes já no próximo Verão. A pele (em sua maioria fake) também foi protagonista, um modelo em branco é o mais atual, bem ao estilo da musa Kate Moss que adora usar os seus:

nyfur

Falando em shapes, as saias ficam na altura do joelho e ganham fendas generosas, na parte de cima jaquetas em corte boxy com ombros arredondados, ou modelos trespassados ao estilo power suit dos anos 80:

saia

O cetim desponta como tecido fetiche da temporada e tem tudo a ver com o estilo clássico, mas elegante que permeia as coleções:

nycetim

Para looks de festa, os acetinados ganham companhia de tons metalizados que rebatem a luz. O mais fresh, foi a proposta de alguns estilistas que colocaram looks de noite com calças na passarela: Chique e pouco óbvio. Calvin Klein com top cropped, Jason Wu com blusa de cauda, transparência sexy na Rodarte e o cetim com blazer de Oscar de la Renta. Outro fator importante foi o retorno de Galliano à moda como colaborador de Oscar.

nycalcanoite

A melhor surpresa ficou para Marc Jacobs. No embalo de sua última coleção, Marc parece ter recuperado de vez sua inspiração. Eu me apaixonei perdidamente pelos looks e styling impecável. Blusas e vestido tipo pijama eram luxuosos em seus tecidos com brilhos. Vestidos de noite com paetês se tornaram interessantes novamente pelos olhos de Marc. Os conjuntinhos e spencers do final, mega decorados, foram o ponto alto com detalhes em pele. Um glamour old-school e uma moda acessível lembraram a todos a importância do estilista para a indústria:

nymj

Nos complementos, o retorno forte das botas de cano alto. Nas saias mais compridas, a idéia é apostar nas ankle boots. Mas nas saias godê curtinhas, a continuação eleita foi a bota de cano longo. Chique e quente. Foco na coleção de Phillip Lim e Theysken´s Theory (primeira e última foto).  Ainda falando em acessórios, as clutches e bolsas menores mereceram mais observação , o modelo grande foi usado a tiracolo. Pouco prático, mas com efeito incrível:

bota

No final da semana eu volto com drops da #LFW que já está rolando.

Um último recado, começando hoje o site retorna com muitas atualizações e assuntos legais. Não deixem de voltar!

Fotos: NYT.COM, VOGUE.COM.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, NY, Sem categoria, Trend alert

Pre-fall 2013/14 : Festa.

evening3

 

Muitas apresentações de pre-fall depois, resolvi selecionar o que vi de mais recorrente na temática festa. Diferente da temporada de alta-costura, no Pre-fall os vestidos são lindos, mas acessíveis e podem servir de inspiração para todo mundo.

O que mais chamou a atenção, foi o domínio dos looks em preto para noite. O grande diferencial é o toque de transparência, presente em praticamente todas as marcas.  Minimalista com beleza anos 40 na Gucci, drapeado para Prabal Gurung, manga longa e babados na Givenchy e Missoni.

A marca Alice + Olivia seguiu a fórmula, mas com pegada anos 30 e renda. Mega romântico:

eveningaliceolivia

 

Para quem cansou da obviedade dos vestidos longos, os estilistas apostaram no macacão. Peças versáteis e muito chiques, são ótimas alternativas para um evento mais formal, sem perder o conforto. Na Pucci, Peter Dundas apostou no roxo de veludo molhado, Jason Wu vai de clima studio 54, Stella McCartney na combinação de azul noite com preto e Temperley sugere o efeito emagrecedor do detalhe em branco na lateral. Observem que a cintura marcada impera. Truque fundamental para ficar longilínea e manter a sofisticação:

evening2

 

Entre as coleções, destaque especial para a linha black tie de Jason Wu, que surpreendeu com sua coleção inspirada na era disco dos anos 70. Transparências estratégicas e brilhos foram absolutos. A beleza, com cabelo para o lado e batom vermelho, também estava impecável e merece um copy + paste:

evening5

 

Dourado com preto é equação infalível para os dias em que buscamos glamour. O vestido clarinho de inspiração grega também é chave:

evening6

 

Para quem não cansa das cores, separei dois exemplos minimalistas, mas com detalhes especiais: O vestido coluna azul de Jonathan Saunders fica ainda mais interessante com o painel preto na lateral (que tem efeito super emagrecedor), já o drapeado laranja de Matthew Williamson faz just ao estilo gypset do designer e fica perfeito arrematado pela clutch de inspiração étnica:

evening4

Em tempo: A Vogue Itália de Fevereiro adianta a tendência dos vestidos pretos com transparência como queridinhos da temporada.

heritagevitaliaFotos: Vogue.com, Zinio.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Qual é o seu Barroco?

O maximalismo segue em alta na moda, e cada vez mais criando vertentes. Entre elas, se destaca o tema barroco, que vem sendo visitado pela moda há muitos anos, mais recentemente Balenciaga (2006) e Balmain (Grande parte das últimas coleções) buscaram inspiração no estilo. Alexander McQueen também visitou o tema muitas vezes durante sua vida. No Inverno 2013, a tendência vai ser absoluta, tendo influenciado grande parte das maisons e ganhado releituras mega interessantes e não tão óbvias.

Dourado, brilhos, bordados pesados com pedrarias e pérolas bem ao estilo decorativista, brocados, matelassê, renda, veludo, motivos florais e imagens celestes, todos são marcas registradas do movimento barroco. Desta vez ele surge democrático, todo mundo vai encontrar um barroco para chamar de seu. Querem ver?

A arte barroca surgiu na Itália, e a dupla Dolce & Gabbana foi buscar no barroco Siciliano (terra dos estilistas) e em Michelangelo a inspiração para o seu Inverno. Muita opulência com bela dose de sensualidade, o barroco clássico, rebuscado e riquíssimo em detalhes, é a proposta misturado com o DNA da mulher Dolce: Transparências e animal print não ficam de fora:

Na Balmain, a ordem é Barroco rock´n´roll. Olivier Rousteing se especializou no hi-lo luxuoso, a calça de veludo toda bordada em pérolas, e a mistura do suéter com calça sequinha, tornam os looks usáveis e atuais:

Barroco maximalista. Para Alber Elbaz na Lanvin, o barroco combina com anos 80: Blocos de cores vivas, muitos bordados, peles fantasia em tons fortes e jóias XXL são a companhia perfeita. Mais é mais:

Cavaleiras barrocas: Uniformes de montaria e o universo da equitação serão importantes no Outono/Inverno, botas de montaria usadas por cima da calça, capas, Amazonas  de luxo são a aposta da Gucci e da Givenchy, reparem na nobreza da escolha dos materiais, nos detalhes brocados e bordados de renda super barrocos. Mistura inusitada!

Barroco romântico. Leve e fluído em tons pastel na Pucci e na Marchesa:

Barroco anos 60, mais exótico, com cores vivas que lembram um pouco estampas de lenço e culturas como India e Marrocos, apareceram na Issa e na Tracy Reese:

Barroco sofisticado? Mulheres que adoram saia lápis e camisas elegantes, podem recorrer ao estilo da Salvatore Ferragamo e Gucci. A saia neste comprimento, leves transparências, emprestam um ar sexy velado e são imbatíveis:

Barroco minimalista? Parece uma contradição, mas o minimal luxuoso também é opção para apostar nesta moda. Tons neutros, tecidos nobres e zero acessórios. Valentino e Chloé ensinam como:

Barroco com influência oriental, mais especificamente Chinesa, é a aposta de Jason Wu e também pode ser observada no styling de Zac Posen:

Barroco glamour, vestidos curtos e trabalhados de forma pesada são outra forma de usar a tendência. Tons de dourado, bordados em renda, e uma bela dose de auto confiança para segurar o look. Marchesa e Prabal Gurung adoram:

Para quem não gosta da idéia de usar o look completo, os estilistas dão mais uma opção: Os acessórios! Tiaras trabalhadas na Dolce & Gabbana e Oscar de la Renta são uma bela opção e não comprometem. Brincos statement ou maxi colares também contam:

Bolsas trabalhadas e estampadas com o motivo aparecerão muito na próxima temporada, olhem os exemplos da Dolce e a nova versão da “Nightingale” da Givenchy:

Tratando-se de Inverno, as botas são o sapato eleito, e se depender da Balmain e da Dolce, elas também vão dominar com ares barrocos. Destaque para a ankle da Balmain:

Gianni Versace referenciou muito o movimento barroco durante suas coleções nos anos 80/90, abundância de dourado e estampas de lenço, além de vários acessórios. Já falando no próximo Verão, a Just Cavalli sugere um barroco street, que lembra a obra de Versace, na sua coleção Resort 2013 que acaba de ser apresentada:

E aí, qual o seu favorito?

Fotos: Vogue.com

10 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Nome para guardar: Prabal Gurung.

Prabal Gurung não é um nome exatamente desconhecido, mas certamente não recebe a atenção que merece. Com  curta carreira, seu primeiro desfile oficial foi realizado em Fevereiro de 2009, o estilista nascido em Singapura e criado no Nepal escolheu Nova Iorque como seu lar, depois de estudar na India e trabalhar em lugares como Austrália e Inglaterra.

Prabal tem trabalho magistral com estamparia, administra cores muito bem e é super competente em alfaiataria, mas é com suas criações para noite, com vestidos de festa que ele realmente encanta. Seu estilo às vezes evoca o de Riccardo Tisci na Givenchy, fato que já gerou críticas, mas a cada  coleção sua identidade fica mais forte.

Seu Outono/Inverno 2012 inspirado em anjos e demônios, trouxe uma cartela de preto, branco, azuis e dourados. Os vestidos longos foram um show à parte.

Ricos bordados e o uso de plumas também são sua marca registrada:

Atualizando um look digno de red carpet em uma das cores do momento- dourado, com recortes laterais que remetem ao sporstwear deluxe.

Com look direto da passarela para a clássica festa pós-Oscar da revista Vanity Fair, Kate Bosworth conquistou lugar entre as mais bem vestidas (minha preferida) com um vestido Inverno 2012 Prabal Gurung:

Mais celebridades se renderam aos encantos do estilista: Rooney Mara chamou atenção com suas escolhas durante o período promocional de “Girl with the dragon tattoo”, esse vestido Prabal Gurung foi dos mais memoráveis. Recortes e transparências são temas constantes do estilista:

Sua coleção de Verão, com uma cartela de cores destacando roxo e com estampas espelhadas, foi aprovada pela suas fãs famosas como Amanda Seyfried e Zoe Saldana:

Look deslumbrante do Verão 2012, a riqueza do trabalho é impressionante e seu trabalho com pedrarias entra em destaque:

Suas últimas pré-coleções não decepcionaram: Vestidos lindos no Pre-fall e Resort.

Um dos editoriais que mais gostei nos últimos tempos, da Vogue México, traz look meio psicodélico da coleção Verão 2012:

Para fechar o post, o vídeo super visceral lançado esta semana da sua coleção de verão 2012- Uma das minhas favoritas da temporada.

Vocês gostam?

Fotos: Style.com, Prabalgurung.com, ModaOperandi, Vogue.mx, people.com.

2 Comentários

Arquivado em name to watch, NY, Perfil