Arquivo da tag: Rosetta Getty

#NYFW- O retorno do caqui.

khaawang

A moda náutica, listras, a camisaria e os babados continuam reinando de acordo com as passarelas da NYFW, mas o que mais me chamou a atenção foi o retorno de um velho conhecido: O tradicional caqui.

Favorito dos turistas pelo mundo e protagonista dos looks safári, a cor caqui é daquelas que podemos sempre contar para um look clean e possivelmente…entediante. E esse é o desafio dos estilistas na temporada de Verão 2017 em NY, trazer um pouco de sexy e um olhar fresco para à cor neutra.

Se for eleger uma peça para investir, aposte na calça. Esqueça a calça cargo com camisa, a ideia é subverter. Abrindo post com a proposta quente de Alex Wang, a calça cenoura é combinada com top de amarrações.

A australiana Zimmermann sugere um romance discreto. Juntando a calça de modelagem molenga com renda e babados em um ton sur ton esperto:

khazimmermann

O estilo preppy é entusiasta da cor, na Rag & Bone eles respeitam os códigos (suéter gola v, calça), mas adicionam um toque punk ao combo clássico com choker, cinto e bastante atitude nonchalant:

caqui

Na Tibi, além da calça ampla, blusas com mangas esculturais fazem par com jeans e azul marinho, garantindo uma cara contemporânea para o tom:

khatibi

Vestidos também ganham espaço. Ryan Roche mostra a versatilidade do tricô e a composição monocromática impera. Como a cor pode se confundir com a pele se você for clarinha, o truque do batom vermelho dá o ponto de luz:

kharyanroche

Dion Lee vai na estética clean com vestido daqueles ótimos de ter no guarda-roupa, fáceis de usar e básicos:

khadionlee

Funcionais, as parkas são tradicionais no tom.  Yeezy aposta na cor dos pés à cabeça. Reparem como o tom fica bonito em coloração mais bronzeada:

khayeezy

Red Valentino traz a parka ao universo artsy, ajudando a equilibrar a estampa e as cores vibrantes:

kharedvalentino

Sem se comprometer totalmente, Victoria Beckham aposta na saia tricolor que ajuda a afinar a silhueta:

khavictoriabeckham

E Roseta Getty mistura com preto em jogada sutil e mega elegante:

kharosetta

O trench coat, provavelmente a peça mais famosa do mundo no tom, ganha novo fôlego e atenção das marcas. No desfile da Vetements, apresentado em Julho em Paris, fora do calendário normal, ele surgiu desconstruído com ecos da melhor fase de Margiela.

khavetements

Tá na hora de dar uma chance para o caqui ser cool novamente.

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Color watch, Fashion Week, Inspirações

Nome para guardar- Rosetta Getty.

rosettaa

Retomando uma das minhas tags favoritas aqui do site para falar da estilista Rosetta Getty, seu nome é discretamente conhecido e admirado, mas sem alardes ,assim como suas peças, lindamente cortadas e com caimento impecável.

Se ontem o tema foi excesso com o retorno das botas de plataforma, o mood de hoje é sereno e deliciosamente sofisticado.

Estampas aparecem de forma pontual, seja xadrez, paisley, tapeçaria ou listras, sempre incorporadas organicamente:

r6

No Inverno, seu trabalho com tricô é encantador. Reparem na manga sino do suéter:

r

Looks monocromáticos são comuns em suas criações:

r1

r13

Fã de trabalhos manuais como tricô e crochê, ela celebra as formas arquitetônicas e inusitadas em criações que sempre emprestam um ar cool à qualquer pessoa que usá-las:

r3

r8

Pernille Teisbaek com a versão preta da saia:

RPERNILLETEISBAEK

Seus vestidos são um caso à parte, lânguidos com um glamour resgatado dos anos 70 e sem muito esforço:

r4

Alicia Vikander usando um P&B assinado por Rosetta:

alicia

Outra opção, da temporada Pre-fall:

r5

Feminilidade é palavra chave e sua mulher é certamente uma que se preocupa em alimentar a alma, Louise Bourgeois e Agnes Martin já serviram como inspiração para coleções.

r7

Super jovem, o debut aconteceu na temporada Resort 2015, mesmo assim já possui forte identidade e algumas marcas registradas: Recortes estratégicos, formas mais amplas, assimetria e alfaiataria relax com detalhes desconstruídos:

rosetts

r12

r11

R9

Fechando com imagem linda de Ezra Petronio para Self service magazine, Edie Campbell usando top Rosetta Getty Verão 2016:

edie

Nome para inspirar e suspirar.

Fotos: Rosetta Getty/Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, name to watch, Perfil

#NYFW- Favoritos Verão 2016.

nydel

A semana de moda de NY ainda não chegou ao fim, mas eu tive a “ousadia” de já vir dividir meus looks favoritos da temporada americana de Verão 2016 (não rolou Marc Jacobs, Proenza Schouler, nem Calvin Klein ainda, então este post é um pouco precipitado).

Apesar de com fôlego para os anos 70, a década de ouro do momento para os designers parece ser a de 90. Carolyn Bessette a musa não declarada. Pensem em cetim, camisolas, silhueta languida e minimal, muitas referências esportivas, assimetria, comprimentos midi em shapes ajustados, Calvin Klein, Helmut Lang..,

Começando com meus favoritos: Delpozo, que já havia ganhado este posto ano passado continua seu reinado. Não consigo superar a precisão das peças e a qualidade e encanto dignos de alta-costura. Também gosto muito do ar lúdico, mas moderno que eles imprimiram. O look que abre o post foi o que mais gostei, mas este abaixo também foi especial. Reparem na construção e estrutura do vestido.

nydelpozo

No outro extremo, fiquei extasiada com a estréia da dupla da Public School na DKNY. 90´s na veia, com a alfaiataria exata, tipo aquela vontade incontrolável de transferir todos os looks para meu armário já:

nydkny

Vestido-blazer:

NYDKNY3

Cartela de neutros e nada mais é necessário:

NYDKNY2

Na marca própria, adorei a vibe sporty:

nypublicschool

Alexander Wang comemorou dez anos de sua marca, sem nenhuma grande novidade, mas ainda com o dedo no pulso do que os “jovens” querem. Que arrebatou meu coração, apenas esta jaqueta e as birkenstocks estilizadas:

nyawang

Toque street boho na Coach que tem me agradado bastante nas mãos de Stuart Vevers:

nycoach2

Na Rag & Bone, o corte de vestido da vez, tanto para o casual, quanto para a noite:

nyrag

Reparem na versão do mesmo por Victoria Beckham, adorei o vichy oversized e o sapato masculino (outra marca dos anos 90 que foi campeã nas coleções):

nyvictoriabeckham

E na Cushnie et Ochs, sofisticação bem recortada:

nycushnie

Feminilidade mais intelectual, mas não menos sexy por Rosetta Getty:

nyrosettagetty

Ainda no tema assimetria, as fendas são apostas certeiras. Minhas favoritas surgiram na Opening Ceremony:

nyopening

E no Altuzarra:

nyaltazurra

No comprimento maxi, adorei a versão de Michael Kors:

nymkors

Transparência e leveza foram as palavras chave de Prabal Gurung:

nyprabal3

Chegando definitivamente na hora noturna, Zac Posen arrasou na versão dark de cetim do vestido de casamento (por Narciso Rodriguez) de Carolyn Bessette:

nyzac

Carolina Herrera surgiu com separates lindos e bem versáteis para uma festa de gala. Adorei o volume da saia e a cartela de cores:

nycarolinaherrera

Fechando com o espetáculo da Givenchy, que transferiu seu desfile para Nova Iorque e emocionou com looks dignos da comoção que causaram. Um pout-pourri de tudo que já aprendemos a esperar (e amar) de Riccardo Tisci com requinte da saudosa couture da maison:

nygyvenchy

nygivenchy3

nygivenchy4

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

#NYFW- Favoritos Inverno 2015.

ck

Oficialmente aberta a temporada de Inverno 2015 e com o fim da primeira etapa, a NYFW, eu vim trazer meus favoritos da semana nova iorquina. Pequeno resumo do que já podemos antecipar: Comprimento midi em shape mais ajustado, xadrez em todas suas versões do vichy ao tartan, militarismo, o mood é uma mulher forte e provocante, elementos masculinos contrapostos a todo instante com símbolos de feminilidade. Nos modelos noturnos, os tecidos com brilho imperam. A cartela de cores traz muito preto, marrom, terrosos, verde militar e toques de vermelho e burgundy. Nos calçados, botas bem pesadas tem vez, assim como a continuidade das botas cuissarde (acima do joelho), sapatos masculinos completam o time. Para bolsas, os modelos com franjas não perdem o posto e surgem nas clutches até modelos bem oversized.

3.1 Phillip Lim sempre veste as moças mais cool, dessa vez a fonte escolhida é o militar e o grunge tudo adaptado com muita sofisticação. Adorei o styling de sobreposições do look que abriu o desfile:

ny31

Alexander Wang foi para o cyber punk, estética bem construída e uma sensualidade hardcore:

nywang

 

alexwang

Altuzarra ganha quando aposta no sexy com alfaitaria que o tornou famoso e perde, quando lembra Ralph Lauren apelando para peças mais românticas com mood anos 70. Destaque para a cartela de cores de azul claro, caramelo, bordô. Os vestidos de festa usados com blusas de renda estilo vitoriano foram uma bela idéia:

nyaltuzarra

Delpozo e seu ode à arquitetura e à antiga alta costura, impossível não se encantar com o acabamento primoroso:

nydelpozo

Jason Wu seduziu com seu militar chic e bem clean:

nyjason

Michael Kors elegeu uma cartela de cores digna dos dias outonais mais lindos e investiu em uma mulher intelectual, ecos de anos 40 e 60 e uma leve homenagem de styling à Margot Tenembaum garantindo minha atenção:

nykors

J. Crew sempre válida para inspirar looks mais “reais”. Ótima sacada casar o vestido de paetês com parka:

nyjcrew

Narciso Rodriguez reproduziu o guarda-roupa dos sonhos de uma mulher 90´s, daquelas fãs de Carolyn Bessette:

nynar

Pedro Del Hierro, a marca espanhola apresentou uma coleção com o pé na era disco, mas acertou em cheio ao modernizar as peças com toques inteligentes (e funcionais) de styling. O casaco doudoune deu acabamento perfeito à calça cropped:

nypedro

A mulher austera e luxuosa da The Row, aparência sempre impecável sem demonstrar nenhum esforço:

nyrow

Victoria Beckham já fez minha coleção favorita da NYFW e não decepcionou nesta temporada, a silhueta extremamente bem pensada e fiel à mulher criada pela marca ficou ainda mais interessante. Esse look foi meu favorito pela inteligente mistura de texturas e delicado movimento da saia midi:

nybeckhamRodarte, fez um mix da era disco com traços de montaria e punk. O ponto alto foram as calças de cintura alta, shape que ganhou apelido de “cocktail pants” na Vogue americana de Dezembro por serem tão justas e só permitirem que se beba líquidos enquanto são usadas. Sexy e pouco óbvias quando usadas com peças oversized e de apelo masculino:

nyrodarte

Salvando o melhor para o final: Francisco Costa para Calvin Klein não costuma figurar entre meus favoritos, mas desta vez fez a melhor coleção da semana, na minha opinião. Segurei o post até o último dia em função de Marc Jacobs (que fez ótimo desfile, mas não me apaixonei). A grande surpresa foi Calvin, junção perfeita entre anos 70 e a estética minimalista tão inseparável da marca. Desejo de usar todas as peças:

nyck

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, NY