Arquivo da tag: tendência

A influência oriental na moda e a interpretação das marcas fast fashion:

A tendência oriental ressurgiu com força na última temporada Primavera/Verão. Marcas como Louis Vuitton, Haider Ackermann, Dries Van Noten, investiram pesado utilizando de estampas típicas (como flores, em especial orquídeas), tecidos acetinados, cinturas marcadas por cinto obi, mistura de estampas, plataformas…

No Outono/Inverno marcas tradicionais apostaram na tendência como Armani, Ralph Lauren e Giambattista Valli.  A cantora Inglesa Florence Welch estrela a capa da nova Vogue Japão, de blazer tuxedo da coleção Ralph Lauren Outono/Inverno 2011-12:

E continua em editorias como estes da Vogue Alemã e Francesa:

As marcas fast fashion estão permanentemente traduzindo as tendências das passarelas tornado-as acessíveis e fáceis de usar no dia-a-dia. Apesar da coleção Outono/Inverno da Zara trazer peças mais literais da influência asiática, a maneira favorita de aderir foi através dos kimonos: Respeitando o modelo normal ele vem em estampas diversas (não somente as asiáticas). Aparecem também mais longos quase como capas, transparentes, com texturas, franjas, bordados e principalmente em looks de influência Boho, anos 70 e estilo moda festival, deixando-o bem casual e despretensioso. Foi o cover-up preferido das meninas do Hemisfério Norte neste Verão, combinado com o onipresente short jeans e bastante acessórios como colares longos e muitas pulseiras.

Os mais longos e transparentes:

Fica lindo colorido também:


Embarcando na onda anos 70 e já na sua coleção de Inverno, a Topshop sugere o uso do kimono em looks com comprimento maxi, sobreposições, e investe nos kimonos com estampas tribais ou tie-dye, fugindo do óbvio (Desculpem a qualidade das fotos, não é permitido fotografar dentro da loja, portanto apelei para o celular):

Na H&M duas versões: com flores digitalizadas e mais delicada, e na pegada anos 70 com lurex e franjas:

Na Zara com o shape clássico e estampa também:

Disponível também na Asos já em versão outonal e na Nasty Gal ainda em clima de Verão:

Perfeito para “quebrar” um look de proporções ajustadas demais, deixando-o mais interessante e moderno (e menos apelativo), ou para adicionar um toque especial à looks mais básicos, aderir à moda anos 70…

Fotos: Reprodução Vogue Nippon/Vogue Paris/Vogue Deutsch, LouisVuitton, StockholmStreetStyle, Lookbook.nu, Asos, NastyGal, Roberta Weber.

2 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, NY, Trend alert

Acessórios update: Bicolores e tricolores.

Preferência da maioria das mulheres, as bolsas e sapatos nem sempre acompanham as tendências das roupas, são tão importantes (e sustentam tantas marcas de luxo) que acabam merecendo suas próprias novidades que complementam os conceitos e inspirações das coleções como um todo.

Revisitando os clássicos e tudo a ver com a moda lady-like e influência anos 60 da temporada, no Outono/Inverno 2011-12 os sapatos bicolores apareceram em força e para vários gostos.

Na vitrine da Louis Vuitton, a combinação de roxo com vermelho no Oxford de salto alto acompanha a coordenação de cores da roupa:

Tons similares escolhidos para as bolsas Pierre Hardy e Burberry prorsum em camurça e em verniz:

O  scarpin de bico redondo com glitter é a aposta da Miu Miu:

Givenchy e Louboutin também sugerem um Inverno clássico com scarpins de bico fino e a sofisticada combinação de neutros com metálicos:

Ainda na onda dos metálicos Alexander Wang lança o polêmico sapato branco em modelo sandalboot bicolor e Charlotte Olympia na wedge listrada:

As botas também ganham suas versões: a Chanel, que tem nos bicolores uma de suas marcas registradas, sugere a bota P&B. Já a Prada com sua coleção de sapatos trompe l´oeil traz várias versões desta tendência:

No híbrido de mocassim e slipper de salto da Céline e no mocassim tratorado da Burberry Prorsum em cartela de cores bem invernais:

Nas bolsas invernais algumas marcas optaram por duas cores e duas texturas, como o croco, na versão metalizada Dries Van Noten e no modelo Silvana da Fendi:

No Verão das coleções Resort,  a moda continua na combinação de duas cores da ankle boot com dourado Balmain, e no scarpin Emilio Pucci:

E evolui para a moda tricolor, tanto nos sapatos quanto nas bolsas.

Combinação navy da sandália YSL, no mocassim de salto do designer Jason Wu, na delicada rasteira Moschino em “candy colors” e na sandália de influência tribal Thakoon:

Nas bolsas, a tendência principal é dos formatos mais compactos e estruturados chamadas “boxy”, tricolores ganham opções em cartela de cores neutras e delicadas da Pucci, Reed Krakoff, Chloé e Marc Jacobs:

A tendência bicolor foi tema de um post do ConexãoLondres em Junho, destaque para as calças bicolores do Outono/Inverno. Para ler só clicar aqui.

Fotos: style.com, Net-a-porter, Roberta Weber.

2 Comentários

Arquivado em NY, Trend alert

O “maximalismo” da temporada.

Ontem mencionei a palavra maximalismo no post sobre brilhos.  O termo é usado nas artes, música, literatura…Na moda representa a máxima “mais é mais”: Luxo, excesso, opulência. Na temporada de Inverno a tendência aparece em versão mais refinada, materias como plumas, peles coloridas, paêtes gigantes são utilizados para traduzir a idéia.

Normalmente as décadas do momento são em ciclos de 20 anos, esse revival dos anos 90 como minimalismo, grunge, super confirma a tese. No Inverno temos os anos 40, 60 e 70 como foco. Também é normal, depois de um certo tempo, ir para o lado oposto do que andamos vendo. O minimalismo que voltou à tona pelas mãos de Francisco Costa na Calvin Klein collection, Phoebe Philo na Celine e Raf Simons na Jil Sander (mas que continua com muita força), refletia o momento atual, com a crise econômica e recessão que ocorreu em 2008. Com uma onde de otimismo que surgiu, a resposta também veio pela moda, sai os anos 90 e seu clima mínimo e “heroin chic” e entra o maximalismo: da calça skinny às flares e pantalonas, dos saltos médios às plataformas gigantes, muitos brilhos (como mostrei no post de ontem), o color blocking, a mistura de estampas, os acessórios oversized.

Alguns exemplos das passarelas de Outono/Invern0 11-12:Versace, McQueen, Balenciaga e Emilio Pucci.

Para a noite, Marc Jacobs e Prada propôem os paêtes em versão extra grande e garantem o clima do momento:

Nas revistas do hemisfério Norte que os primeiro editoriais da temporada Invernal é um dos conceitos mais marcantes.

Em vestidos fluídos e esvoaçantes na Harpers Bazaar Americana de Setembro:

Na Elle Americana de Setembro: Estampas graúdas e formas amplas, sem contar nas sobreposições e silhuetas aumentadas (o look florido é da  normalmente minimalista Jil Sander).

A versão Inglesa da Elle posta nas plumas coloridas da D&G e no look mais rocker com calça metalizada, pele e sobreposições:

Dá para “maximizar” o look através de detalhes, na Vogue Itália de Setembro a tendência aparece no volume setentista dos cabelos das modelos, já na Bazaar Inglesa o a produção minimalista ganha bracelete maxi, bem marcante.

Exemplo mais do que extremo de mulher maximalista: A diretora criativa da Vogue Nippon Anna Dello Russo:

Com espaço para os dois lados, a moda do momento não permite meio-termo: Minimalista vs. Maximalista, as mulheres da temporada parecem se dividir entre os dois grupos. Qual é o seu?

Fotos: style.com,

11 Comentários

Arquivado em Inspirações, Trend alert

Quer uma bolsa nova? Aposte em uma…

Há poucos dias comentei como a “saga do vermelho” continua forte, diferente do que muita gente apostava até a calça vermelha segue em alta, ontem a atriz Katie Holmes apareceu no programa de entrevistas do Jay Leno usando um modelo de couro cropped. Na Elle Americana de Agosto aparecem seis looks com calça vermelha, e a revista de Outono da Bergdorf Goodman dedicou um editorial para a cor.

Mas por aqui, a nova maneira favorita de aderir à cor é através da bolsa: Hoje fotografei a vitrine da Bloomingdale´s e a vitrine da Prada, já com a nova coleção Inverno, também com o vermelho como dominante e com várias opções de bolsa no tom.

Prada:

Gostando ou não, hoje em dia quem mais influencia nas tendências são as celebridades,e o que me chamou atenção foi conferir três da principais “fashion icons” do momento fotografadas usando bolsa vermelha esta semana: Miranda Kerr com uma Prada modelo “Saffiano” , Rosie Huntington-Whiteley com uma Chloé “Paraty”, e Diane Kruger com a “Miss Wu” do designer Jason Wu.

Para quem acha vermelho chamativo demais para usar peças na cor, uma bolsa seria ótima aposta: Combina com tons neutros, entra em color blocking com azul royal, verde, laranja e pink, e fica incrível em looks com estampas. Dizem que ter carteira vermelha dá sorte, mas acho que para as próximas temporadas o item indispensável será a bolsa vermelha.

Fotos: FashionSpot, JustJared, StylePepper, Roberta Weber.

1 comentário

Arquivado em Trend alert

Nas ruas e na moda: A volta das polêmicas cruzes.

Uma tendência que retorna com força, o uso de cruzes, já causou muita polêmica e discussões sobre seu uso na moda e não apenas como símbolo sagrado de religião.

Hoje, o objetivo é apenas ilustrar esta moda, cada um tem sua opinião sobre o assunto e o objetivo não é ofender ninguém.

Tom Ford usou-as em suas coleções para YSL no fim dos anos 90 e início de 2000 com apelo gótico, desde então elas andavam esquecidas. Na última coleção de Verão da Pucci, Peter Dundas as trouxe de volta misturadas com suas roupas com inspirações mediterrâneas e leve toque de Americana.

A moda tem usado muitas referências góticas nas últimas temporadas como o couro, a renda, transparências, toques de fetiche, amarrações, veludo, cetim. Era só uma questão de tempo até que as cruzes retornassem às passarelas.

As maneiras mais frequentes de usá-las são com looks que remetem ao estilo gótico, rock´n´roll ou  Boho.

Elas tem aparecido com mais força nos acessórios, graças à última coleção Pré-Inverno da Chanel inspirada na arte Bizantina, as cruzes aparecem em formatos variados, em pedras coloridas ou com influência mais dark, como nas jóias da designer Pamela Love.

Cruzes no Net-a-porter: Nos anéis de Diane Kordas e Pamela Love, e no bracelete de Kenneth Jay Lane.

Surpreendentemente os lugares onde esta tendência ganhou mais espaço foi nas fast fashion, em opções infindáveis:

Topshop

Forever XXI

Aldo

Urban Outfitters

Nas ruas entre as trendsetters do momento.

Kate Lanphear da Elle Americana, mantendo seu estilo roqueiro na mistura P&B com a cruz por cima do colarinho fechado:

Alexa Chung com seu estilo habitual só acrescentou a corrente com crucifixo:

As cruzes também andam estampando camisetas, em todas as Fast fashion aqui em NY existem opções de estampas variadas.

A blogueira Chiara do The Blonde Salad já apareceu com duas: Uma de renda e outra de oncinha.

E na camisa transparente com cruzes bordadas da Asos e camiseta de cruz da marca Wildfox:

De maneira mais específica, o tema  tem sido abordado na moda, como na última edição da revista Visionaire curada por Riccardo Tisci da Givenchy com a temática de “religião”. Dá para conferir um pouco da edição limitada aqui.

Em uma preview da edição de Setembro da Revista V com styling de Carine Roitfeld, já vi um look com gargantilha de crucifixo. Polêmica ou não, parece que esta tendência vai persistir por algumas temporadas…

Fotos: Net-a-porter, Jak&Jil, Street pepper, Asos, Wildfox, Topshop, Aldo shoes, Forever 21, style.com, The blonde salad,

8 Comentários

Arquivado em Trend alert

E o animal print continua imbatível…

As estampas de bicho realmente não vão a lugar nenhum. A cobra é a “novidade” da temporada, e eu aposto no retorno da zebra, mas claro, que a favorita segue sendo a onça (em várias padronagens). É tantas opções e em tanta quantidade que até fiz aquele post “Refresh na oncinha”. A verdade é que este tipo de estampa já se tornou um clássico, e não haverá descanso no próximo Outono/Inverno. A maneira preferida de usá-las ainda é nos acessórios.

Christian Louboutin dedicou toda sua vitrine:

E Giuseppe Zanotti também:

Bota Alaia, com amarração, estilo mais urbano e cool:

Galochas Dolce & Gabbana, bem mais casuais (a estampa que dá o diferencial):

Alexander McQueen traz a versão “lady-like”  da onça:

A Miu Miu aderiu nos Oxfords da nova coleção:

Nas bolsas também aparece para estilos bem diferentes:

Na Mochila do Pierre Hardy (mochilas realmente voltaram):

E na bolsa estruturada de Reed Krakoff:

Ralph Lauren e a estampa de cobra, a outra queridinha do Inverno daqui:

Jimmy Choo também vai de snakeskin:

Nas peças de roupa também segue absoluta. YSL vai na onça clássica combinada com metálicos:

Nas Fast fashion, a vitrine da Topshop com a coleção de Outono/Inverno confirma a preferência por oncinha (se em P&B melhor ainda).

PS: Estes dias andam muito corridos e não tenho tido tempo de atualizar o site com textos mais elaborados. Optei por seguir atualizando com pequenos posts com várias fotos, mas prometo que logo voltará ao normal.

Fotos: Roberta Weber, Net-a-porter.

6 Comentários

Arquivado em Trend alert

Inspiração do fim de semana: Azul céu.

Tenho visto muito este tom de azul, que eu chamo de azul céu,  nas ruas e em vários sites de street style. Acho absolutamente lindo (e bem versátil), principalmente no Verão.

Adorei a combinação da Mary Kate Olsen com tom sobre tom e acessórios prateados e dourados misturados, ficou lindo e sofisticado.

No Resort 2012 da Stella McCartney aparece na estampa Havaiana.

Para os homens também.

Observei nas vitrines:

Simples em uma bolsa estilo praia na loja do Alexis Bittar.

E nas pulseiras meio furta cor também do designer Alexis Bittar.

Na Hermès combinado com laranja e branco em um look super refinado, mas casual. A bolsa também é linda!

Gosto muito combinado com cores cítricas.

Reparem na combinação super inusitada, mas que funcionou mega bem.

E amo combinado com vermelho.

Vocês gostam?

Fotos: StreetPepper, Stockholm street style, Roberta Weber, style.com.

4 Comentários

Arquivado em Inspirações, Trend alert