Arquivo da tag: Thakoon

De olho na tendência- Glamour relax.

r1

A temporada Resort está em pleno vapor, e como já contei , é a minha favorita de acompanhar. Adoro os looks mais acessíveis e fáceis de adaptar para todas estações. No final do post eu explico melhor estas coleções.

Observando os looks propostos, notei uma predileção pelos anos 70, suas formas mais amplas e seu glamour relax. Tons neutros, influência de esporte sofisticado, tudo bem easy e confortável. A coleção da Gucci (fotos que abrem o post) é a que melhor representa esta vibe, observem os shapes mais “largados” contrastando com os tecidos brilhosos e nobres. O efeito holográfico deve continuar e empresta um ar disco para as composições.

Na Burberry Prorsum, as saias de comprimento midi com renda e bordados, ganham equilíbrio e fogem da obviedade graças ao styling com camiseta polo mescla e cardigans compridos- Ótimos para disfarçar um quadril largo e deixar tudo harmonioso (Olhem os sapatos brancos dominando!).

bp

Marc Jacobs apresenta proposta mais ousada, na calça de paetês combinada com chinelo tipo birkenstock e suéter navy:

mj

Já Reed Krakoff aposta no sexy elegante, dando ênfase ao colo da mulher. O macacão havia sido apontado como hit na temporada Pre-fall (que eu mostrei aqui) e agora confirma seu espaço.

r2

É eleito também na coleção da BCBG Max Azria, o branco domina e inspira para os dias mais quentes. Nos frio, dá para apelar para a jaqueta perfecto decorada mas com pegada soft devido a estampa floral. Vestidos com bolsos, também estarão em alta para a noite.

R3

Rachel Roy sugere macacão black com os já mencionados bolsos e transparência nas costas.

rachelroy

Mais opções, no poá da Gucci (que eu comentei ser uma das estampas de 2013) e na renda em shape boiler adaptado por Erdem.

R4

Nos vestidos, seguindo a linha relax, o modelo chemisier ganha popularidade. Na Gucci é longo e lembra a coleção Saharienne de Yves Saint Laurent e para Michael Kors, o couro e o tom turquesa complementam:

R5

Vestido longo ganha versão meio étnica, um híbrido entre kaftan e capa em animal print, além do recorte estratégico no modelo P&B. Esqueça decotes profundos e modelagens muito ajustadas, a onda é sugerir ao invés de mostrar, com transparências sutis e recortes:

r7

A combinação de preto e dourado é um clássico noturno e também aparece na tendência glamour relax: Donna Karan no modelo de calça + vestido, assimetria vai parar até no brinco solitário. Em edição mais street na DKNY: Renda dourada e completementos mais pesados.

R6

Glamour fácil e confortável para a temporada Resort.

Explicando: O que são as coleções Pre-fall e Resort? o calendário da moda oficial costumava ter duas temporadas Outono/Inverno e Primavera/Verão, com o crescimento das lojas fast-fashion e a rapidez que as tendências chegam ao consumidor através destas lojas, internet, etc. As marcas precisaram achar maneiras de abastacer seus clientes com mais frequência.  A razão que as coleções Resort tem looks mais “invernais” é porque elas chegam nas lojas em Novembro (Inverno do hemisfério Norte), e as coleções Pre-fall chegam em Junho (auge do Verão).  As coleções normais chegam em Setembro (Inverno) e Fevereiro (Verão), e as pré-coleções ocupam a lacuna até que estas cheguem nas lojas. Vocês sabiam que as pré-coleções são as que mais vendem? Justamente por serem mais comerciais e por terem roupas adaptáveis para qualquer estação.

Fotos: Vogue.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Minimal vs. Maximal, Trend alert

Trend watch- Nômade contemporâneo.

Quando começei a pensar em um título para esta tendência, a palavra nômade foi a que me pareceu mais apropriada. Vocês lembram do post “O conceito gypset na moda” ?, me incomodei um pouco porque a idéia é mais ou menos a mesma. Só que no movimento gypset a roupa traduz a vivência e todo lifestyle de quem a usa, pessoas que viajam muito e convivem em culturas diferentes, como deveria ser com os looks de todo mundo- Uma maneira rápida de mostrar um pouco de quem somos, o que gostamos…

Com o mundo globalizado, as referências culturais chegam rápido e o caldeirão de idéias e costumes é absorvido por todo mundo, principalmente em cidades cosmopolitas. No editorial da Vogue Espanha a influência étnica em versão super sofisticada pode ser constatada (foto da Kate Moss que abre o post).

O nômade contemporâneo usa peças clássicas e básicas e adiciona algumas referências multiculturais resultando em um estilo que pode ser sofisticado, irreverente, rocker, mas com personalidade forte.

Uma das primeiras imagens de moda que me veio a cabeça foi a coleção de Inverno 2007 da Balenciaga. Estou triste com a partida de Nicholas Ghesquiére da marca, justamente pelo seu talento incrível para misturar idéias que aparentemente não tem nenhuma ligação e transformar em uma coleção concisa, inteligente e que desperta desejo imediato. Esta com os lenços, os toques esportivos e utilitários e os sapatos icônicos de lego tem mais de 5 anos e ainda continua atual:

No Inverno a Fendi apostou na mistura étnica que foi parar na capa da Vogue Japonesa, vale prestar atenção na mistura de acessórios e no toque de penas:

Pele e penas são opções marcantes e interessantes de utilizar como demonstrado na Muse:

Referências do leste europeu que lembram ciganos e a mistura com a febre do barroco serão certeiras quando o Inverno chegar! Como na Vogue Russa:

A Vogue Portugal apelou para uma mistura de montaria e estamparia cigana. Foco no cinto todo feito de moedas da coleção de Inverno de Altuzarra. Peça-chave!

Antes que vocês abandonem o post achando que esta tendência é conceitual demais, anotem dicas práticas que tem tudo a ver com esta moda: Tranças no cabelo e uso de brincos grandes, pulseiras ou colares são ótimas formas de entrar no clima. A versão da Numero Thai é ultra sofisticada, o que chama atenção é a escolha de jóias:

Bolsas e clutches com aplicações de miçanga e pedraria geram um resultado luxuoso e moderno. Olhem que linda a versão da bolsa Alexa da Mulberry na Vogue Paris:

A estampa de lenço, que ainda vai render muito no Verão pode e deve ser misturada com outras. A marca Kenzo tem o étnico no seu DNA e criou uma nômade irreverente com toque anos 80.

No Resort 2013, Roberto Cavalli apostou no conjuntinho com scarf print. Anna Sui foi fiel ao seu estilo e foi de referência Hindu. Já Thakoon misturou o clássico animal print com estampa de azulejo, remetendo ao clima mediterrâneo. Ótimas inspirações para o Verão:

Nos dias quentes o estilo nômade moderno pode ganhar sofisticação. O longo esvoaçante, estampado e com peplum discreto da Pucci é ótimo, assim como a calça de paisley da Givenchy combinada com a camisa branca de alfaiataria impecável:

Alguém se identifica com o estilo nômade de vestir?

Fotos: Reprodução.

2 Comentários

Arquivado em Acessórios, Como usar?, Trend alert

Nos pés: Um ode aos anos 80 e mais metálicos.

Analisando as coleções pre-fall e no embalo do recém-lançado Verão do hemisfério Norte, notei duas tendências para os pés que prometem dominar os próximos meses:

Combinação mais que clássica dos anos 80, meia soquete + sapato eram praticamente uniforme das meninas ligadas em moda. Graças a Deus a tendência tinha ficado para trás…até agora, na temporada pre-fall, o atemporal escarpin se firma como sapato favorito (eles nunca saem de moda), e a maneira mais atual de compor looks com ele? Arrematando com meias curtinhas. Como as coleções são prévias do Inverno, ainda dá para deixar as pernas de fora. No auge do Inverno cabe a cada um julgar- Friorentas crônicas como eu não poderão aderir.

Estética super cool nas coleções de Prabal Gurung com apelo gráfico e ankle boot de bico fino, reparem que só um pouquinho da meia aparece. E na coleção de Vera Wang,  blusa mullet com jaquetinha ajustada e o tão celebrado escarpin, observem que a meia não é do mesmo tom do sapato, deixando o truque mais evidente, se o sapato e a meia tiverem a mesma cor o resultado fica mais discreto.

O vestido estilo prom anos 50 McQueen é combinado com sapato de salto fino e meia curtinha de renda- brincar com a textura da meia é ótima idéia para inovar. Alexander Wang opta por scarpin + meia na mesma cor. Na Missoni a meia mais comprida de lurex fica na mesma cartela de cores da ankle de estampa zig zag. Já na coleção da Opening ceremony, o vestido preppy faz companhia para a meia de lurex e o sapato Mary jane estilo disco.

As meias estilo colegial, usadas logo abaixo do joelho também apareceram. Típicas dos anos 60, elas emprestam um ar nostálgico aos looks.

Para o Verão chegando lá fora, Carine Roitfeld escolheu meias curtinhas usadas com sandálias flat para o styling da campanha da Chanel. Apesar de Carine ser minha stylist favorita, para mim este look só funciona como imagem de moda…

Na nova colaboração de Jason Wu com a fast fashion Target, o mocassim é usado com meias brancas curtinhas em estilo preppy.

Outra parceria, a de Karen Walker (os óculos da marca são objetos de desejo)  com Anthropologie também recorre ao truque de estilo: Sapato masculino, meia e mistura de estampas.

Evolução da febre dos metálicos que já estamos vivendo, e que aparentemente não tem previsão de acabar, no Inverno o sapato mais legal vai ser a botinha de bico fino e metalizada, prata e dourado estão valendo. Na Chanel visual mais gypset, na Theysken´s Theory rock´n´roll cool e urbano.

Também estilo masculino no Inverno oversized de Derek Lam, nos pés o brogue dourado vivo. Mais sóbria é a opção de Reed Krakoff, ankle boot prateada fosca.

Os clássicos também vão aparecer em verão metal, na Jil Sander a opção é pelo já mencionado escarpin em verde metalizado, já na 3.1 Phillip Lim é a sandália dourada a eleita.

Qual das duas tendências vocês preferem?

Fotos: Style.com, Vogue.com, Fashionista.com.

2 Comentários

Arquivado em Acessórios, Como usar?, Trend alert

Neo grunge.

Há 20 anos, Nirvana lançava Nevermind e o Pearl Jam, que fez shows no Brasil esta semana,  também comemora 20 anos de carreira em 2011. Aproveitando que Courtney Love toca hoje no festival SWU, achei uma boa hora para comentar uma das maiores tendências para o Inverno 2012.

Em 1992, o então desconhecido Marc Jacobs lançou na Perry Ellis,  a coleção “Grunge” Primavera/Verão 93, inspirada pelo movimento grunge e a maneira que as bandas e os fãs da música deste movimento se vestiam. A coleção virou referência, mas fez Jacobs perder seu emprego na tradicional marca. O clipe “Sugar Kane” do Sonic Youth mostra a coleção na íntegra.

Características do grunge como xadrez, saias longas, peças com inspiração de lingerie e boudoir, coturnos, listras, sobreposições voltam em 2012, mas com uma estética atualizada, misturadas com peças com doses de glamour, ou estruturadas, com brilhos e outras referências inusitadas que emprestam um novo frescor ao grunge clássico.

Para o Inverno 2011-12 , Joseph Altuzarra  misturou referências de grunge com a estética utilitária das bandas de Manchester dos anos 90 como Oasis e Stone Roses, militarismo, parkas + xadrez com muita sofisticação:

Na revista Antidote, um clima excêntrico é adicionado através da escolha da beleza usada na modelo, e o grunge ganha referência Rockabilly anos 50 na opção de Creepers como sapato e um pouco de classe com a calça de cetim em tom de pedra preciosa:

Na Nylon a interpretação da tendência é mais sutil, o short com estampa Liberty remete à moda anos 90, mas ganha cara totalmente nova com a meia de PVC, loafer e jaqueta com detalhes em couro:

Nas ruas, a tendência também já vem aparecendo de várias maneiras criativas: Zanna Roberts adapta a silhueta grunge, mais largada com saia longa, mas opta por tecidos mais nobres, acessórios luxuosos como pulseiras  múltiplas e amarra, casualmente, uma flanela na bolsa.

A atriz Olivia Wilde usa slip, vestido típico dos anos 30, combinado com gorro de lã, jaqueta de couro e botas , todas peças de apelo grunge, o que quebra o look é a bolsa com franjas, típica da tendência Americana:

A Zara, em seu lookbook de Novembro, sugere um grunge com styling atualizado: A saia longa ganha transparência, a clássica camisa xadrez é abotoada até em cima, e ao invés de mochila ou bolsa desestruturada, a escolha da bolsa é uma clutch de plumas:

Na Vogue Inglesa de Dezembro, a atriz Chloe Moretz posa com look super atual: A calça prata texturizada, peça onipresente da temporada, é combinada com suéter largo e listrado, bem parecido com os que Kurt Cobain costumava usar. A atitude da foto também referencia a moda de Seattle.

Na Vogue Chinesa, a inspiração também não é óbvia, o parka de tartan Thakoon ganha ares de sportwear deluxe combinado com a legging e com o cabelo preso da modelo. Ao invés de coturno, a escolha do sapato também é uma bota, mas com ar elegante conquistado através das fivelas e do salto fino:

Para terminar, Emily Weiss- do melhor blog de beleza do mundo, o Into the Gloss– atualiza o look de saia longa floral (os florais misturados com xadrez eram marca registrada do movimento grunge) ao acrescentar bota mais rústica e batom vinho, ultra sofisticado.

Fotos: Style.com, Vogue.com, Elle.com, IntoTheGloss, Sartorialist, StreetPepper, WhoWhatWear, Zara.com, FashionGoneRogue.

2 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Acessórios update: Bicolores e tricolores.

Preferência da maioria das mulheres, as bolsas e sapatos nem sempre acompanham as tendências das roupas, são tão importantes (e sustentam tantas marcas de luxo) que acabam merecendo suas próprias novidades que complementam os conceitos e inspirações das coleções como um todo.

Revisitando os clássicos e tudo a ver com a moda lady-like e influência anos 60 da temporada, no Outono/Inverno 2011-12 os sapatos bicolores apareceram em força e para vários gostos.

Na vitrine da Louis Vuitton, a combinação de roxo com vermelho no Oxford de salto alto acompanha a coordenação de cores da roupa:

Tons similares escolhidos para as bolsas Pierre Hardy e Burberry prorsum em camurça e em verniz:

O  scarpin de bico redondo com glitter é a aposta da Miu Miu:

Givenchy e Louboutin também sugerem um Inverno clássico com scarpins de bico fino e a sofisticada combinação de neutros com metálicos:

Ainda na onda dos metálicos Alexander Wang lança o polêmico sapato branco em modelo sandalboot bicolor e Charlotte Olympia na wedge listrada:

As botas também ganham suas versões: a Chanel, que tem nos bicolores uma de suas marcas registradas, sugere a bota P&B. Já a Prada com sua coleção de sapatos trompe l´oeil traz várias versões desta tendência:

No híbrido de mocassim e slipper de salto da Céline e no mocassim tratorado da Burberry Prorsum em cartela de cores bem invernais:

Nas bolsas invernais algumas marcas optaram por duas cores e duas texturas, como o croco, na versão metalizada Dries Van Noten e no modelo Silvana da Fendi:

No Verão das coleções Resort,  a moda continua na combinação de duas cores da ankle boot com dourado Balmain, e no scarpin Emilio Pucci:

E evolui para a moda tricolor, tanto nos sapatos quanto nas bolsas.

Combinação navy da sandália YSL, no mocassim de salto do designer Jason Wu, na delicada rasteira Moschino em “candy colors” e na sandália de influência tribal Thakoon:

Nas bolsas, a tendência principal é dos formatos mais compactos e estruturados chamadas “boxy”, tricolores ganham opções em cartela de cores neutras e delicadas da Pucci, Reed Krakoff, Chloé e Marc Jacobs:

A tendência bicolor foi tema de um post do ConexãoLondres em Junho, destaque para as calças bicolores do Outono/Inverno. Para ler só clicar aqui.

Fotos: style.com, Net-a-porter, Roberta Weber.

2 Comentários

Arquivado em NY, Trend alert

Inspiração do fim de semana: Azul céu.

Tenho visto muito este tom de azul, que eu chamo de azul céu,  nas ruas e em vários sites de street style. Acho absolutamente lindo (e bem versátil), principalmente no Verão.

Adorei a combinação da Mary Kate Olsen com tom sobre tom e acessórios prateados e dourados misturados, ficou lindo e sofisticado.

No Resort 2012 da Stella McCartney aparece na estampa Havaiana.

Para os homens também.

Observei nas vitrines:

Simples em uma bolsa estilo praia na loja do Alexis Bittar.

E nas pulseiras meio furta cor também do designer Alexis Bittar.

Na Hermès combinado com laranja e branco em um look super refinado, mas casual. A bolsa também é linda!

Gosto muito combinado com cores cítricas.

Reparem na combinação super inusitada, mas que funcionou mega bem.

E amo combinado com vermelho.

Vocês gostam?

Fotos: StreetPepper, Stockholm street style, Roberta Weber, style.com.

4 Comentários

Arquivado em Inspirações, Trend alert