Arquivo da tag: vestidos de noite

De olho na tendência- Glamour relax.

r1

A temporada Resort está em pleno vapor, e como já contei , é a minha favorita de acompanhar. Adoro os looks mais acessíveis e fáceis de adaptar para todas estações. No final do post eu explico melhor estas coleções.

Observando os looks propostos, notei uma predileção pelos anos 70, suas formas mais amplas e seu glamour relax. Tons neutros, influência de esporte sofisticado, tudo bem easy e confortável. A coleção da Gucci (fotos que abrem o post) é a que melhor representa esta vibe, observem os shapes mais “largados” contrastando com os tecidos brilhosos e nobres. O efeito holográfico deve continuar e empresta um ar disco para as composições.

Na Burberry Prorsum, as saias de comprimento midi com renda e bordados, ganham equilíbrio e fogem da obviedade graças ao styling com camiseta polo mescla e cardigans compridos- Ótimos para disfarçar um quadril largo e deixar tudo harmonioso (Olhem os sapatos brancos dominando!).

bp

Marc Jacobs apresenta proposta mais ousada, na calça de paetês combinada com chinelo tipo birkenstock e suéter navy:

mj

Já Reed Krakoff aposta no sexy elegante, dando ênfase ao colo da mulher. O macacão havia sido apontado como hit na temporada Pre-fall (que eu mostrei aqui) e agora confirma seu espaço.

r2

É eleito também na coleção da BCBG Max Azria, o branco domina e inspira para os dias mais quentes. Nos frio, dá para apelar para a jaqueta perfecto decorada mas com pegada soft devido a estampa floral. Vestidos com bolsos, também estarão em alta para a noite.

R3

Rachel Roy sugere macacão black com os já mencionados bolsos e transparência nas costas.

rachelroy

Mais opções, no poá da Gucci (que eu comentei ser uma das estampas de 2013) e na renda em shape boiler adaptado por Erdem.

R4

Nos vestidos, seguindo a linha relax, o modelo chemisier ganha popularidade. Na Gucci é longo e lembra a coleção Saharienne de Yves Saint Laurent e para Michael Kors, o couro e o tom turquesa complementam:

R5

Vestido longo ganha versão meio étnica, um híbrido entre kaftan e capa em animal print, além do recorte estratégico no modelo P&B. Esqueça decotes profundos e modelagens muito ajustadas, a onda é sugerir ao invés de mostrar, com transparências sutis e recortes:

r7

A combinação de preto e dourado é um clássico noturno e também aparece na tendência glamour relax: Donna Karan no modelo de calça + vestido, assimetria vai parar até no brinco solitário. Em edição mais street na DKNY: Renda dourada e completementos mais pesados.

R6

Glamour fácil e confortável para a temporada Resort.

Explicando: O que são as coleções Pre-fall e Resort? o calendário da moda oficial costumava ter duas temporadas Outono/Inverno e Primavera/Verão, com o crescimento das lojas fast-fashion e a rapidez que as tendências chegam ao consumidor através destas lojas, internet, etc. As marcas precisaram achar maneiras de abastacer seus clientes com mais frequência.  A razão que as coleções Resort tem looks mais “invernais” é porque elas chegam nas lojas em Novembro (Inverno do hemisfério Norte), e as coleções Pre-fall chegam em Junho (auge do Verão).  As coleções normais chegam em Setembro (Inverno) e Fevereiro (Verão), e as pré-coleções ocupam a lacuna até que estas cheguem nas lojas. Vocês sabiam que as pré-coleções são as que mais vendem? Justamente por serem mais comerciais e por terem roupas adaptáveis para qualquer estação.

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Minimal vs. Maximal, Trend alert

Pre-fall 2012- Foco na cintura.

A moda anda em ciclos, e a cintura caída dos anos 20 foi favorita no Verão 2012, para esse ensaio do próximo Inverno ela sobe novamente: garantindo uma silhueta super feminina e que funciona para todos os tipos de corpos.

Pequeno parêntese: o site não vai virar monotemático, é que vendo as novidades das coleções de pré-outono, fico louca para dividir aqui as idéias mais legais e as roupas mais lindas. Prometo que tenho várias posts que vão entrar essa semana ainda falando de Verão 2012.

Voltando, achei relevante falar desse assunto em pleno calor de Dezembro justamente porque é uma dica facilmente adaptável para a estação atual. A cintura marcada, com cinto mesmo, nos vestidos de festa. Dos mais luxuosos aos mais minimalistas, a maioria das marcas que apresentaram coleções até agora tinham no mínimo duas opções de vestido longo e arrumado com a cintura marcada. Vestidos longos com cintos não são exatamente uma novidade, a diferença agora é a variedade de estilos que podem ser escolhidos para enfeitar a cintura.

Começando pela coleção da Burberry Prorsum, marca que cada vez amo mais, a coleção com cartela bem outonal, manteve o DNA da marca, mas sempre com toques de modernidade e mood inconfundível. Os vestidos com recortes, fendas e transparências tem o equilíbrio do elegante com toque sexy. Todos tem a cintura marcada por cinto de veludo preto com laço, reparem como o laço não fica nada infantil neste contexto, meu favorito é o verde militar:

Com cartela de cores bem suave, os vestidos da marca Badgley Mischka, famosa pelo estilo “red carpet”, tem toque anos 30 com ombros bordados e muita leveza. Os cintos escolhidos são mais elaborados: com tassels e de metal com pedraria.

Alice Temperley também focou na cintura para desenvolver sua coleção com referências à realeza. O pink e os paetês ganham o detalhe do cinto mais pesado que contrasta com o look super clássico que inclui até luvas brancas, que eu deixaria só para o styling do lookbook, e tiara estilo barroco deixando o look mais charmoso:

Oscar de la Renta também encantou com seus longos de cintura marcada: Dourado em look monocromático, o cinto quase não aparece, e no plissado esvoaçante, faixa marcando bem a cintura em tom rosé. Resultados deslumbrantes.

Os vestidos curtos também entram: BCGB gráfico e com plissados, e na Temperley, seguindo a idéia mais clássica impossível, com P&B. Destaque para a meia-calça de petit-poá que faz toda a diferença na composição:

Continuando esta leva, os casacos também aparecem bem acinturados e destacam a forma feminina: Zac Posen optou pela pele volumosa, Burberry pelo casaco clássico (olha a maxi clutch com inspiração étnica incrível)  e Francisco Costa no cinza plissado para Calvin Klein.

Os cintos mais finos foram as apostas de Carolina Herrera, com seu casaco de mangas com pele, Jason Wu e seu trench coat bordado e Michael Kors que fez uma mistura western em look um pouco confuso:

Fotos: Style.com

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

O verde do Verão: “Menta”.

Complementando o post da última semana onde eu falo da “vez do verde”, nas passarelas do Verão passado da Burberry Prorsum, Miu Miu, Chanel, Fendi, Christopher Kane, o verde menta foi uma das estrelas. Tendência de cor notada (e anotada) pegou forte no Verão do hemisfério Norte e tem forte potencial para pegar aqui também.

Hannah McGibbon é uma das maiores entusiastas e usou a cor nas suas últimas coleções da Chloé  ( Desde Maio, quem atende pela marca é Claire Waight Keller). No Outono/Inverno (aquela com muito phyton), em look bem anos 70 e com bolsa tricolor, adoro tom sobre tom e a mistura de verdes é das maneiras mais legais de usar a cor atualmente. Para o Resort, McGibbon optou pela cor em look mais romântico e plissado com comprimento midi e sapatos com tiras dando toque moderno.

O Resort da marca Italiana Missoni aparece em palheta de tons pastéis (esse tipo de cor mais apagada como blush, menta, azul clarinho são ótimos antídotos para o color blocking) , e o verde menta surge nos acessórios e no vestido com corte anos 20.

Já a Marchesa, marca famosa pelos seus vestidos deslumbrantes perfeitos para o “red carpet”, usa o menta em vestidos longos misturados com dourado e bordados delicados. Destaque para a ousadia do vestido longo de black-tie combinado com clutch de onça, ficou lindo!

Fica a dica para casamentos e afins: Combinar os vestidos bem arrumados e formais com acessórios inusitados como cuffs e clutches estampadas ou com texturas (de tachas, por exemplo) quebrando a seriedade do vestido. E na cor menta para esse tipo de evento, é neutra o suficiente para ser usável, mas menos óbvia que outras do mesmo estilo.

Giambattista Valli com look Resort para noite, une o menta com tons de verde e azul em vestido longo estampado, bem sofisticado. Já Matthew Williamson misturou beges e pastéis e utilizou o menta na estampa da jaqueta meio étnica.

No Resort da Thierry Mugler, o couro, tecido super em alta há algumas temporadas, ganha versão verde menta com resultado sensacional. Na calça skinny com trabalhos nas laterais e no vestido de comprimento elegante com jaqueta preta mais sóbria. (Peças de couro nesse tom serão ótimos investimentos para o Verão 2012).

Duas versões bem diferentes: Cool e urbano na combinação da camisa verde menta com a calça verde militar (adorei) da Theysken´s Theory e bem formal no blazer estruturado da The Row, com saia midi cuidadosamente bordada.

Nas ruas a maneira favorita de usar é com neutros como preto e cinza (mas além de ficar incrível com outras tonalidades de verde, também fica lindo com metálicos, roxo, laranja, turquesa, vermelho…).

O verde para usar quando as temperaturas (finalmente) subirem…

Fotos: Style.com, StreetPepper, JustJared, StockholmStreetStyle, StyleByKling.


5 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert