Arquivo da tag: Vogue Nippon

(Micro) Trend alert- Bracelete.

braceletevjapao

Acessórios fazem total diferença no look e há muito tempo vem ganhando atenção das grandes marcas. Muita mais fáceis de repetir, acabam sendo um investimento mais esperto. Observando as revistas de Setembro, notei uma predileção por braceletes.

A Vogue Nippon optou por bracelete duplo para sua capa e suplemento do mês. A tendência atual é diferente daquela de algumas temporada, ao invés do approach “Mulher maravilha” com pulseiras repetidas, a idéia é usar modelos diferentes em cada braço. Reparem no update ao icônico estilo de Holy Golightly de “Bonequinha de Luxo” na imagem de Cara Delevingne.
braceletevjapao2

A Bazaar Turca aposta no bracelete largo da Repossi, aliás a marca já ganhou post aqui “As marcas de jóias mais legais do momento- Parte I“:

bracelete

Na Vogue Ucrania, o styling da capa também abre espaço para o acessório em versão meio craquelada:

braceletevukraine

Na Vogue Turquia uma de ouro arremata o look Balenciaga:
braceletevmexico

Em editoriais, A versão russa da Vogue aposta no overload de acessórios e braceletes múltiplos enfeitam com referências étnicas:braceletevrussiaNa Marie Claire UK o lady-like é reinventado com sobreposições, as pulseiras emprestam um ar levemente punk:

braceletemarieclaire

A Vogue China também sugere, mas aqui a proposta é mais delicada, mas ainda dupla:

bvoguechina

Assim como na versão Thai, desta vez com modelos idênticos dos dois lados:

vthai

Para fechar, Alexander Wang é influenciado pelos anos 80 na Balenciaga com correntes bem largas nos braços e no pescoço:

braceletebalenciaga

Hora de investir na “arm party”…

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios

O eleito da vez- Blazer vermelho.

Pesquisando as publicações do mês, me deparei com três capas de revistas importantes com uma coisa em comum: Blazer vermelho.

Peças de alfaiataria são clássicas, mas podemos observar que nas últimas temporadas elas andam mais valorizadas pelos estilistas, um blazer bem cortado que vista bem é uma peça para vida inteira. Se você já tem o básico, preto ou azul marinho, investir em um vermelho é uma ótima opção: São versáteis e fazem toda diferença em um look.

A foto que abre o post, é a capa da Vogue Espanha de Julho: Aqui, o blazer Balmain é combinado com branco e renda, quebrando o romantismo do look. Reparem como vermelho e turquesa ficam lindos ao lado do outro!

Apelo anos 80 na capa da Vogue Japão, o cinza é complemento perfeito para a cor em look mais sóbrio:

Na Marie Claire USA, o resultado é glamouroso, editada por Nina Garcia a capa traz Blake Lively com tuxedo dress vermelho:

Nas coleções resort o blazer vermelho também ganhou destaque: Para Riccardo Tisci na Givenchy ele deve ser usado em estilo cool com tracking pants (estas calças, com listras laterais e inspiração sportswear apareceram em TODAS coleções da temporada). Já na Dior, o clima é de new look, o blazer estruturado marcado na cintura e com shape peplum é atemporal. Composições monocromáticas andam em alta e são ótimas para alongar:

 

Dentro das publicações do mês eles também aparecem: Na Elle US, com lapela de couro em conjunto com saia, o look é moderno e interessante.

Extra: Não são só os blazers que andam fazendo sucesso, casacos de Inverno na cor também são populares e ótimas maneiras de alegrar looks em dias frios.

A Vogue Alemã sugere vestido longo e casacos no mesmo tom, arrematados por gola de pele fantasia. Resultado super elegante:

E na Vogue Itália a proposta é street: Barriga de fora, peças de apelo esportivo e pele fantasia para aquecer.

Fotos: Vogue.com, Elle.com, FashionGoneRogue, Tumblr, Vogue.es.

2 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Microtrend

Update das tendências- Revistas do mês.

Este post não era o próximo da lista, mas com uma viagem de trabalho de dois dias + editorial para produzir, ficou impossível elaborar as outras pautas com o cuidado que julgo necessário. Imagens inspiradoras nunca são demais, além disso o site já teve mais de oitenta posts e é divertido recordar o que de mais relevante já rolou aqui. Concordam? Fiz um apanhado dos editoriais mais incríveis das publicações de Dezembro e Janeiro repleto de idéias frescas para aderir as últimas tendências.

Os brincos foram os acessórios favoritos dos estilistas na temporada SS12- clica para ler o post- Na W aparecem em ar burguês anos 50/60, bem preppy e cheio de glamour com brinco de tassel. A maquiagem e o anel deslumbrantes complementam o look :

Já na Vogue Japão o clima é anos 80/disco  e o brinco dourado dá o toque final na produção:

No post “O retorno do Glamour old-school”, eu contei sobre a revalorização das divas do cinema como Marilyn e Elizabeth Taylor. A Vogue México celebra as estrelas dos anos 30 como Marlene Dietrich- Uma sensualidade forte, com ar de mistério e muita sofisticação.

As calças-troféu, tema de um dos posts mais recentes do site, prometem ganhar cada vez mais força nas próximas temporadas. Na Numero Japan elas ganham update- são cropped, mas não menos interessantes:

Calças coloridas, que qualificam como exemplos de calça-troféu, ganharam post “Adaptando a tendência”: Jeans ou seda eram as opções, para o próximo Inverno as calças legging de lã retornam e ainda coloridas! A revista Italiana Amica mostra como:

Mais um exemplo da influência da música na moda, o “Neo-grunge” ganhou post aqui, a ID mostra mais duas maneiras de aderir a tendência com muito tartan e sobreposições:

Entrando no assunto “cores”, e quem acompanha o site sabe que é assunto recorrente, a cor roxo ganhou post aqui e é uma das apostas para a próxima temporada e foi a que mais vi nas ruas e nas vitrines de NY. A revista Inglesa Lula optou por um vestido de renda (O LLD, lembram?) no tom para ilustrar a tendência:

O roxo é a cor do Inverno do hemisfério Norte, já o verde ganha sua vez simultaneamente no nosso Verão e no Inverno de lá. O vestido verde esmeralda escolhido na Vogue Nippon é amplo e entra na onda maximalista:

A combinação P&B é atemporal, tanto em versão lisa, quanto para estampas. Posts aqui e aqui sobre o tema. Na Tatler Russia o animal print de onça + dálmatas foi o escolhido:

No último post publicado comentei sobre detalhes em amarelo, fortíssimo nas próximas temporadas. Termino este post com mais dois exemplos que servem como super inspirações:

Nas unhas com maquiagem colorida na ID:

E na capa da revista Francesa Jalouse: dourado + amarelo mostarda nos pés: Genial!

Fotos: Vogue.com, FashionGoneRogue, Storemags.net.Id.com.

3 Comentários

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Trend alert

Yellow asset- Detalhes em amarelo.

Presente nas últimas temporadas prêt-à-porter de Inverno e Verão, promete ser dominante na cartela de cores das lojas em 2012. Pensando nisso, editei algumas imagens, e de quebra, dicas bem legais para compor looks com o tom.

Confesso que não considero uma cor fácil de usar, prefiro usá-la para dar pontos de cor no look, fazer alguma combinação inusitada, ou para ousar através dos acessórios. Hoje vou fazer o styling de um editorial onde o amarelo será uma das cores predominantes, em breve vocês poderão conferir o resultado aqui no site (E me contar se aprovaram o meu styling).

Na Elle Americana de Dezembro, uma aula em como deixar uma produção preta mais interessante: Batom com cor e um sapato como ponto de luz. O scarpin amarelo foi o complemento perfeito neste caso, quebrando o estilo lady-like da composição.

Direto dos sites de street style, um look de combinação pouco óbvia, mas que funciona: Preto, amarelo e marrom.

Na capa da última Vogue Japão, sugestão para look festa: O vestido de renda preta Bottega Veneta ganha forro amarelo em tom de pedra preciosa. Com a popularidade dos tecidos transparentes, optar por um forro em tom vivo é ótima maneira de atualizar os vestidos de renda que já temos- Neon para opções  mais modernas, pedras preciosas para resultado mais luxuoso. Neste exemplo, além do forro, os acessórios poderosos e a clutch laranja garantem um acabamento impecável.

Há tempos que os chapéus viraram itens de desejo no hemisfério Norte. Aqui no Brasil, aos poucos, este modismo ganha (merecido) espaço, sai da beira da praia para ganhar status de must-have. Aqui a menina alegra um look básico com o acessório em tom mostarda. Fez toda a diferença no resultado final, concordam?

Na Dazed & Confused, o vestido Versace ganha graça com os detalhes em amarelo. Outra ótima idéia? A combinação de amarelo e roxo, uma maneira de brincar com as cores sem cair na repetição.

Mais uma inspiração da Dazed, desta vez a opção é pelo sapato Miu Miu amarelo mostarda, o tom de amarelo favorito para o próximo Inverno. Tons pastel + amarelo, outra idéia incrível para testar:

Ok, admito que nesta foto da Vogue Russa a pantalona não é exatamente amarela, e sim um tom entre a cor e o verde, também não é apenas um detalhe, e sim o ponto forte do look.De qualquer maneira, não poderia deixar de postar esta inspiração incrível: Pantalona de cintura alta em tom cítrico, cinto de cobra, maxi clutch e blusa cropped. Reparem que apesar do estômago de fora a proporção é assegurada pela manga longa e pela cintura alta. Um dos melhores stylings que vi nos últimos tempos, sofisticado, com informação de moda… Vontade de sair vestida assim já!

Fotos: Style.com, StoreMags, FashionGoneRogue, Elle.com, Jak&Jill, StreetPepper, Dazed.com.

2 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Look do dia

Psicodelia no Verão 2012.

Na semana que passou,  fui assistir o show de uma nova banda Brasileira chamada “Garotas Suecas”, a banda tem referências da Tropicália, Novos Baianos, e uma estética que remete à esta época começando pelo figurino e pela arte do disco que eu achei incrível. (Clica aqui para ver a capa).

Foi então que conectei aquela arte que tanto me agradou, com uma história bem forte das passarelas internacionais para o Verão 2012:  O psicodelismo. Estampas e cores vibrantes, que remetam à sonhos lisérgicos, misturas de motivos tecnológicos com florais maximizados, tudo colorido e com bastante informação, que foi variando de década para década.

Nos anos 60, misturavam geométricos com cores fortes, tons terrosos e pinturas combinadas. Nos anos 70, influenciados pela cultura hippie,  as cores do arco-íris passaram a fazer parte desta tendência junto com metálicos, criando um look futurista. Nos anos 80, as estampas da Versace, com cores ácidas e motivos florais criavam explosões pop e um clima de excesso “tudo ao mesmo tempo”.

Nas passarelas de Verão 2012 do hemisfério Norte, voltaram a ser favoritas, referenciando todas as décadas e modernizando esta moda. Presente em todas as capitais da moda, em Londres, foram as estrelas do desfile da “Basso & Broke”:

E em outros desfiles, para estilos variados, apareceu em blusas sofisticadas de seda, vestidos de comprimento maxi e em peças com leve transparência:

A Balenciaga aderiu através de tecidos luxuosos e styling com influência sportswear de luxo:

Nas revistas da temporada o psicodelismo anos 80 é quem domina: A capa da Vogue Inglesa de Dezembro/2011, traz Gisele Bundchen usando uma legging psicodélica, que combinada com o scarpin captoe Louboutin ganha um ar diferente, mais “uptown”.

A Vogue Japão opta pelas cores neon e animal print dentro da referência:

Já Christopher Kane usou a clássica renda em sua coleção Resort 2012 para investir nesta moda, emprestando um novo olhar para os clássicos através da cartela de cores ousada:

A Givenchy investiu nas estampas para sua coleção Resort 2012, que mistura motivos psicodélicos florais e espelhados com utilitarismo e sportwear, e ganhou espaço nas novas edições da revista Elle, Espanha e Americana:

A tão esperada colaboração da Versace com a H&M, que chega às lojas este mês, traz um Inverno todo trabalhado no psicodelismo, típico das criações originais de Gianni Versace nos anos 80:

A revista V, que acaba de ser lançada, traz quatro capas em estilo maximalista, influenciadas por sportwear e Hawaii, duas das maiores tendências das coleções Resort. A cartela de cores escolhida pela stylist Carine Roitfeld, super anos 80,  é mega psicodélica, com as modelos usando Celine e Givenchy:

Nas ruas dá para usar a estampa em look mais neutro e escuro, garantindo um toque de personalidade através do quimono, ou ousar com outras cores fortes, no maior estilo color blocking com o bordado na jaqueta jeans. Outra peça que volta à moda:

Este post foi adaptado de um que escrevi para o Conexão Londres da @LojaMelissa. Quem quiser conferir o post e quais Melissas mais combinam com esta moda, clica aqui.

Fotos: StoreMags, Style.com, FashionGoneRogue, elle.com.

3 Comentários

Arquivado em Melissa, Trend alert

O azul do momento.

As cores vivas continuam em alta. No momento, o amarelo e o laranja são os queridinhos. Os tons de verde surgem como opção forte, além do roxo que garante o posto da cor do próximo Outono. Entre tantas opções, um azul também é favorito, mas não é o turquesa, nem bic, nem celeste, e sim o… Azul petróleo! Pouco óbvio, lindo e fácil de combinar promete aparecer muito nos próximos meses.

Apesar de ter azul no nome, é um tom entre azul e verde, perfeito para colorblocking invernal e fica muito bem com tons como roxo, mostarda, grená, assim como misturado com outros tons de azul. Outra dica é apostar nas cores vibrantes do Verão como o laranja, pink, verde água,  turquesa e usar o azul para amenizar as combinações. Com caramelo ou camelo cria look de sofisticação máxima, além de cair super bem em estampas como paisley e tartan.

A cor aparece em looks clássicos das coleções Resort 2012 Elie Saab e Mario Schwab.

Em mais duas versões lady -like na Vogue América de Novembro:

Nos acessórios, emprestam um toque especial aos looks, como neste  maximalista da Vogue Nippon:

Mais acessórios no tom nas vitrines da Gucci e da Chanel:

Um dos sapatos mais incríveis criados para o Verão 2012, por Alexander Wang, chega em versão azul petróleo:

A cobiçada bolsa Marcie, da Chloé, aparece disponível na cor para o Inverno atual do hemisfério Norte:

O chapéu azul petróleo da Gucci, em editorial da Vogue Espanha de Novembro, completa perfeitamente o look de inspirações anos 70. Destaque para a combinação de cores e mistura de texturas:

Combinado com estampas, também típicas da década de 70, na vitrine da loja Diane Von Furstenberg no Meatpacking:

O desfile da Verão 2012 da Burberry Prorsum foi um dos mais elogiados da temporada e contava com uma cartela de cores fantástica, este look é ótima inspiração para combinar a cor, que também orna muito bem com vinho e azul navy.

Outra maneira legal de usar a cor é misturada com brilhos ou metálicos, parece inusitado, mas funciona. Só olhar para os exemplos abaixo: no anel “artsy” da YSL e no lenço de motivos eqüestres da Wash.

Guardei o melhor para o final: A cor aparece no blazer de efeito brilhoso nas páginas da revista Elle combinado com prata. Polêmico, mas eu amei o resultado.

E no vestido de paetês da Dolce & Gabbana nas páginas da Vogue Alemã:

Fotos: Style.com, Elle.com, RobertaWeber, FashionGoneRogue, Net-a-porter,

1 comentário

Arquivado em Acessórios, Como usar?, Fashion Week, Inspirações, NY, Trend alert

A influência oriental na moda e a interpretação das marcas fast fashion:

A tendência oriental ressurgiu com força na última temporada Primavera/Verão. Marcas como Louis Vuitton, Haider Ackermann, Dries Van Noten, investiram pesado utilizando de estampas típicas (como flores, em especial orquídeas), tecidos acetinados, cinturas marcadas por cinto obi, mistura de estampas, plataformas…

No Outono/Inverno marcas tradicionais apostaram na tendência como Armani, Ralph Lauren e Giambattista Valli.  A cantora Inglesa Florence Welch estrela a capa da nova Vogue Japão, de blazer tuxedo da coleção Ralph Lauren Outono/Inverno 2011-12:

E continua em editorias como estes da Vogue Alemã e Francesa:

As marcas fast fashion estão permanentemente traduzindo as tendências das passarelas tornado-as acessíveis e fáceis de usar no dia-a-dia. Apesar da coleção Outono/Inverno da Zara trazer peças mais literais da influência asiática, a maneira favorita de aderir foi através dos kimonos: Respeitando o modelo normal ele vem em estampas diversas (não somente as asiáticas). Aparecem também mais longos quase como capas, transparentes, com texturas, franjas, bordados e principalmente em looks de influência Boho, anos 70 e estilo moda festival, deixando-o bem casual e despretensioso. Foi o cover-up preferido das meninas do Hemisfério Norte neste Verão, combinado com o onipresente short jeans e bastante acessórios como colares longos e muitas pulseiras.

Os mais longos e transparentes:

Fica lindo colorido também:


Embarcando na onda anos 70 e já na sua coleção de Inverno, a Topshop sugere o uso do kimono em looks com comprimento maxi, sobreposições, e investe nos kimonos com estampas tribais ou tie-dye, fugindo do óbvio (Desculpem a qualidade das fotos, não é permitido fotografar dentro da loja, portanto apelei para o celular):

Na H&M duas versões: com flores digitalizadas e mais delicada, e na pegada anos 70 com lurex e franjas:

Na Zara com o shape clássico e estampa também:

Disponível também na Asos já em versão outonal e na Nasty Gal ainda em clima de Verão:

Perfeito para “quebrar” um look de proporções ajustadas demais, deixando-o mais interessante e moderno (e menos apelativo), ou para adicionar um toque especial à looks mais básicos, aderir à moda anos 70…

Fotos: Reprodução Vogue Nippon/Vogue Paris/Vogue Deutsch, LouisVuitton, StockholmStreetStyle, Lookbook.nu, Asos, NastyGal, Roberta Weber.

2 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, NY, Trend alert