Arquivo da tag: Zac Posen

#NYFW- Favoritos Verão 2016.

nydel

A semana de moda de NY ainda não chegou ao fim, mas eu tive a “ousadia” de já vir dividir meus looks favoritos da temporada americana de Verão 2016 (não rolou Marc Jacobs, Proenza Schouler, nem Calvin Klein ainda, então este post é um pouco precipitado).

Apesar de com fôlego para os anos 70, a década de ouro do momento para os designers parece ser a de 90. Carolyn Bessette a musa não declarada. Pensem em cetim, camisolas, silhueta languida e minimal, muitas referências esportivas, assimetria, comprimentos midi em shapes ajustados, Calvin Klein, Helmut Lang..,

Começando com meus favoritos: Delpozo, que já havia ganhado este posto ano passado continua seu reinado. Não consigo superar a precisão das peças e a qualidade e encanto dignos de alta-costura. Também gosto muito do ar lúdico, mas moderno que eles imprimiram. O look que abre o post foi o que mais gostei, mas este abaixo também foi especial. Reparem na construção e estrutura do vestido.

nydelpozo

No outro extremo, fiquei extasiada com a estréia da dupla da Public School na DKNY. 90´s na veia, com a alfaiataria exata, tipo aquela vontade incontrolável de transferir todos os looks para meu armário já:

nydkny

Vestido-blazer:

NYDKNY3

Cartela de neutros e nada mais é necessário:

NYDKNY2

Na marca própria, adorei a vibe sporty:

nypublicschool

Alexander Wang comemorou dez anos de sua marca, sem nenhuma grande novidade, mas ainda com o dedo no pulso do que os “jovens” querem. Que arrebatou meu coração, apenas esta jaqueta e as birkenstocks estilizadas:

nyawang

Toque street boho na Coach que tem me agradado bastante nas mãos de Stuart Vevers:

nycoach2

Na Rag & Bone, o corte de vestido da vez, tanto para o casual, quanto para a noite:

nyrag

Reparem na versão do mesmo por Victoria Beckham, adorei o vichy oversized e o sapato masculino (outra marca dos anos 90 que foi campeã nas coleções):

nyvictoriabeckham

E na Cushnie et Ochs, sofisticação bem recortada:

nycushnie

Feminilidade mais intelectual, mas não menos sexy por Rosetta Getty:

nyrosettagetty

Ainda no tema assimetria, as fendas são apostas certeiras. Minhas favoritas surgiram na Opening Ceremony:

nyopening

E no Altuzarra:

nyaltazurra

No comprimento maxi, adorei a versão de Michael Kors:

nymkors

Transparência e leveza foram as palavras chave de Prabal Gurung:

nyprabal3

Chegando definitivamente na hora noturna, Zac Posen arrasou na versão dark de cetim do vestido de casamento (por Narciso Rodriguez) de Carolyn Bessette:

nyzac

Carolina Herrera surgiu com separates lindos e bem versáteis para uma festa de gala. Adorei o volume da saia e a cartela de cores:

nycarolinaherrera

Fechando com o espetáculo da Givenchy, que transferiu seu desfile para Nova Iorque e emocionou com looks dignos da comoção que causaram. Um pout-pourri de tudo que já aprendemos a esperar (e amar) de Riccardo Tisci com requinte da saudosa couture da maison:

nygyvenchy

nygivenchy3

nygivenchy4

Fotos: Vogue.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

Roxo e todas suas nuances para as próximas temporadas.

Ano passado, durante os meses que passei em Nova Iorque, contei que a cor do Outono/Inverno seria o roxo. De fato, a cor era muito popular, mas em opções mais comportadas como combinado com p&b ou em looks monocromáticos. Agora, as opções são inúmeras, passando por todas as nuances da cor, indo do lilás ao violeta, até o roxo fechado e sofisticado. As maneiras mais atuais de usar a cor? Em tecidos com brilho ou combinado com vermelho! Para o Verão, aposte no pastel blocking, combinando o lilás com outros tons pastel.

Lendo as publicações internacionais do mês, prestei atenção nas campanhas de Outono/Inverno que acabaram de sair. Muitas contendo o roxo. A Vogue UK também identificou a tendência para o próximo Inverno:

Tons como roxo combinam muito com estações frias e uma moda mais sóbria. Mas os estilistas não pretendem deixá-lo apenas para o frio, nas coleções Resort o violeta surgiu forte e com brilho no longo de Zac Posen e no combo moderno de Markus Lupfer:

Nos detalhes ele também ganha destaque: Reparem no clog da Louis Vuitton, em opção de tom fechado, e nos detalhes em lilás da coleção de Pedro Lourenço. Tons pastel são aposta para o Verão, e o lilás é uma ótima alternativa para aderir!

O roxo em seu tom forte e vibrante, aparece no Inverno 60´s da Prada e no da Givenchy, na foto que abre o post.

Passando aos tons esmaecidos, como sugere a Balenciaga (aqui em editorial da Elle Americana),unindo as duas apostas mais fortes para usá-lo: Com brilho e combinado com vermelho.

Tons terrosos e neutros são os eleitos do Inverno excêntrico e luxuoso da Louis Vuitton, observem ao fundo a proposta em violeta e lilás com toque de brilho:

Combinado em estampas ao estilo psicodélico ele é absoluto na temporada (Notem na combinação vermelho + roxo novamente):

Na Glamour UK, a versão do terninho com apelo anos 70 (O loafer de salto da Miu Miu se estabelece como o sapato mais desejado da estação):

Nos acessórios, o tom favorito é o violeta: Na bolsa de crocodilo da Bottega Veneta, bem lady-like, e no sapato com aplicação da Pucci:

Nas ruas também já aparece, mas ainda tímido. As calças coloridas andam populares há algum tempo, uma skinny lilás ajuda a atualizar o look para o Verão:

Uma bolsa estruturada é ótima aquisição para a próxima estação, se for em lilás, melhor ainda…

No Inverno, o colorblocking Invernal é ótima idéia, reparem como a cor funciona com tom queimado:

Roxo denota luxo, as extravagantes podem combiná-lo com preto e algum acessório metalizado, criando uma cartela sofisticada com peças ousadas:

Para fechar, quem me conhece sabe da minha profunda admiração por Carine Roitfeld, que lança sua revista CR ainda este ano. A primeira foto de preview foi divulgada e olhem só a escolha de cores: Violeta com acessórios em vermelho.

Se até a Carine aposta…

Fotos: Vogue.com, Glamour, Louis Vuitton, Balenciaga, Givenchy, StockholmStreetStyle, Style.com, VanessaJackman, ElleUS, VogueUK.

2 Comentários

Arquivado em Acessórios, Como usar?, Inspirações, Microtrend, Minimal vs. Maximal, Trend alert

Qual é o seu Barroco?

O maximalismo segue em alta na moda, e cada vez mais criando vertentes. Entre elas, se destaca o tema barroco, que vem sendo visitado pela moda há muitos anos, mais recentemente Balenciaga (2006) e Balmain (Grande parte das últimas coleções) buscaram inspiração no estilo. Alexander McQueen também visitou o tema muitas vezes durante sua vida. No Inverno 2013, a tendência vai ser absoluta, tendo influenciado grande parte das maisons e ganhado releituras mega interessantes e não tão óbvias.

Dourado, brilhos, bordados pesados com pedrarias e pérolas bem ao estilo decorativista, brocados, matelassê, renda, veludo, motivos florais e imagens celestes, todos são marcas registradas do movimento barroco. Desta vez ele surge democrático, todo mundo vai encontrar um barroco para chamar de seu. Querem ver?

A arte barroca surgiu na Itália, e a dupla Dolce & Gabbana foi buscar no barroco Siciliano (terra dos estilistas) e em Michelangelo a inspiração para o seu Inverno. Muita opulência com bela dose de sensualidade, o barroco clássico, rebuscado e riquíssimo em detalhes, é a proposta misturado com o DNA da mulher Dolce: Transparências e animal print não ficam de fora:

Na Balmain, a ordem é Barroco rock´n´roll. Olivier Rousteing se especializou no hi-lo luxuoso, a calça de veludo toda bordada em pérolas, e a mistura do suéter com calça sequinha, tornam os looks usáveis e atuais:

Barroco maximalista. Para Alber Elbaz na Lanvin, o barroco combina com anos 80: Blocos de cores vivas, muitos bordados, peles fantasia em tons fortes e jóias XXL são a companhia perfeita. Mais é mais:

Cavaleiras barrocas: Uniformes de montaria e o universo da equitação serão importantes no Outono/Inverno, botas de montaria usadas por cima da calça, capas, Amazonas  de luxo são a aposta da Gucci e da Givenchy, reparem na nobreza da escolha dos materiais, nos detalhes brocados e bordados de renda super barrocos. Mistura inusitada!

Barroco romântico. Leve e fluído em tons pastel na Pucci e na Marchesa:

Barroco anos 60, mais exótico, com cores vivas que lembram um pouco estampas de lenço e culturas como India e Marrocos, apareceram na Issa e na Tracy Reese:

Barroco sofisticado? Mulheres que adoram saia lápis e camisas elegantes, podem recorrer ao estilo da Salvatore Ferragamo e Gucci. A saia neste comprimento, leves transparências, emprestam um ar sexy velado e são imbatíveis:

Barroco minimalista? Parece uma contradição, mas o minimal luxuoso também é opção para apostar nesta moda. Tons neutros, tecidos nobres e zero acessórios. Valentino e Chloé ensinam como:

Barroco com influência oriental, mais especificamente Chinesa, é a aposta de Jason Wu e também pode ser observada no styling de Zac Posen:

Barroco glamour, vestidos curtos e trabalhados de forma pesada são outra forma de usar a tendência. Tons de dourado, bordados em renda, e uma bela dose de auto confiança para segurar o look. Marchesa e Prabal Gurung adoram:

Para quem não gosta da idéia de usar o look completo, os estilistas dão mais uma opção: Os acessórios! Tiaras trabalhadas na Dolce & Gabbana e Oscar de la Renta são uma bela opção e não comprometem. Brincos statement ou maxi colares também contam:

Bolsas trabalhadas e estampadas com o motivo aparecerão muito na próxima temporada, olhem os exemplos da Dolce e a nova versão da “Nightingale” da Givenchy:

Tratando-se de Inverno, as botas são o sapato eleito, e se depender da Balmain e da Dolce, elas também vão dominar com ares barrocos. Destaque para a ankle da Balmain:

Gianni Versace referenciou muito o movimento barroco durante suas coleções nos anos 80/90, abundância de dourado e estampas de lenço, além de vários acessórios. Já falando no próximo Verão, a Just Cavalli sugere um barroco street, que lembra a obra de Versace, na sua coleção Resort 2013 que acaba de ser apresentada:

E aí, qual o seu favorito?

Fotos: Vogue.com

10 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Pre-fall 2012- Foco na cintura.

A moda anda em ciclos, e a cintura caída dos anos 20 foi favorita no Verão 2012, para esse ensaio do próximo Inverno ela sobe novamente: garantindo uma silhueta super feminina e que funciona para todos os tipos de corpos.

Pequeno parêntese: o site não vai virar monotemático, é que vendo as novidades das coleções de pré-outono, fico louca para dividir aqui as idéias mais legais e as roupas mais lindas. Prometo que tenho várias posts que vão entrar essa semana ainda falando de Verão 2012.

Voltando, achei relevante falar desse assunto em pleno calor de Dezembro justamente porque é uma dica facilmente adaptável para a estação atual. A cintura marcada, com cinto mesmo, nos vestidos de festa. Dos mais luxuosos aos mais minimalistas, a maioria das marcas que apresentaram coleções até agora tinham no mínimo duas opções de vestido longo e arrumado com a cintura marcada. Vestidos longos com cintos não são exatamente uma novidade, a diferença agora é a variedade de estilos que podem ser escolhidos para enfeitar a cintura.

Começando pela coleção da Burberry Prorsum, marca que cada vez amo mais, a coleção com cartela bem outonal, manteve o DNA da marca, mas sempre com toques de modernidade e mood inconfundível. Os vestidos com recortes, fendas e transparências tem o equilíbrio do elegante com toque sexy. Todos tem a cintura marcada por cinto de veludo preto com laço, reparem como o laço não fica nada infantil neste contexto, meu favorito é o verde militar:

Com cartela de cores bem suave, os vestidos da marca Badgley Mischka, famosa pelo estilo “red carpet”, tem toque anos 30 com ombros bordados e muita leveza. Os cintos escolhidos são mais elaborados: com tassels e de metal com pedraria.

Alice Temperley também focou na cintura para desenvolver sua coleção com referências à realeza. O pink e os paetês ganham o detalhe do cinto mais pesado que contrasta com o look super clássico que inclui até luvas brancas, que eu deixaria só para o styling do lookbook, e tiara estilo barroco deixando o look mais charmoso:

Oscar de la Renta também encantou com seus longos de cintura marcada: Dourado em look monocromático, o cinto quase não aparece, e no plissado esvoaçante, faixa marcando bem a cintura em tom rosé. Resultados deslumbrantes.

Os vestidos curtos também entram: BCGB gráfico e com plissados, e na Temperley, seguindo a idéia mais clássica impossível, com P&B. Destaque para a meia-calça de petit-poá que faz toda a diferença na composição:

Continuando esta leva, os casacos também aparecem bem acinturados e destacam a forma feminina: Zac Posen optou pela pele volumosa, Burberry pelo casaco clássico (olha a maxi clutch com inspiração étnica incrível)  e Francisco Costa no cinza plissado para Calvin Klein.

Os cintos mais finos foram as apostas de Carolina Herrera, com seu casaco de mangas com pele, Jason Wu e seu trench coat bordado e Michael Kors que fez uma mistura western em look um pouco confuso:

Fotos: Style.com

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Imagens da semana: O retorno do glamour “old-school”…

Esta semana duas das principais Vogues lançaram suas capas para Outubro, em comum vestidos de festa deslumbrantes com brilho, ajustados ao corpo acompanhados de beleza com  alto glamour com direito a sobrancelhas marcadas e batom vermelho.

O glamour da antiga Hollywod dos anos 20, 30, 40 e 50 ressurge com força na moda para as próximas temporadas.

Na Vogue Paris, a modelo Sasha P. parece  uma das divas dos anos 30 (passando por Versace anos 90)  com toque futurista da época em vestido Versace e olhar desafiador.

Na Vogue América, a atriz Michelle William encarna, em estilo anos 50 com muito glamour (de vestido Oscar de la Renta), a atriz Marilyn Monroe, ícone que ela interpreta no filme “My week with Marilyn”.

Este glamour um pouco decadente da icônica atriz dos anos 50 remete às obras de F. Scott Fitzgerald, autor de livros como “Belos e malditos” e “O Grande gatsby”. Fitzgerald é um dos grandes nomes da Paris de 1920 que aparece no filme de Woody Allen “Meia-noite em Paris”, e  Baz Luhrman prepara sua versão para “Gatsby” estrelado por Leonardo DiCaprio com previsão para o ano que vem.

E a década que ressurge no Verão 2012 do hemisfério Norte (influenciados talvez?)  é a de 20, com suas “flapper girls” vestidos de cintura caída, brilhos, franjas longas e uma sensualidade muito sofisticada. Requintes luxuosos como bordados, plumas e brilhos são característicos da época, assim como vestidos de cetim e seda de corte simples e alças fina, os “slips”, também aparecem com frequência em cores neutras e apelo minimalista.

Ao invés da make usual e batom forte, a maneira mais moderna de usar os looks inspirados nos anos 20 é com rosto bem iluminado com make suave.

Ralph lauren traz os anos 20 no DNA da marca juntamente com “Americana”, sutileza no vestido slip arrematado com estola e poucos acessórios, ou no maravilhoso vestido bordado com plumas na barra.

Brilhos e shape ultra feminino na L´Wren Scott  e franjas na Marchesa:

Philosophy di Aberta Ferreti com um vestido em shape clássico “slip”, mas com brilhos discretos tornando-o ainda mais especial. Já na passarela de Jenny Packham o tom pastel é valorizado com o bordado em dourado:

Silhueta anos 20 com renda: Nos vestidos black da Imitation of Christ com comprimento midi e brilhos e na passarela de Zac Posen, longo nude com transparência:

Fotos: Style.com, StoreMags.

8 Comentários

Arquivado em Inspirações, NY, Trend alert