Arquivo da tag: zadig et voltaire

Truques de styling- Marcas cool francesas.

maje

Já conversamos aqui sobre o “Lado B das marcas francesas”. Elas continuam sendo minhas favoritas para comprar e inspirar. Pensando nisso, fiz um apanhado das novas campanhas de Inverno e trouxe para cá as idéias de styling mais legais.

O hi-lo é uma das características mais relevantes e que mais tem a cara do “je ne sais quois” francês.  Misturar peças com brilho com outras mais leves, mix de texturas, preços… O segredo está nos detalhes, peças mais básicas usadas de forma pouco óbvias e aquele ar natural, de quem não está se esforçando, apenas é.

Nos dias frios não temos como escapar dos casacos pesados, então por que não acinturá-lo com um cinto? Na Maje a opção é um decorado, já na Iro, fininho e mais clássico:

iro

 

Dá para usar o preto total quando estamos sem inspiração, para não ficar chato vale usar materiais diferentes no look e assim, adicionar um pouco do nosso estilo:

maje2

Na Iro . mais inspirações no preto total. Outra dica boa, usar sapatos pesados com tecidos leves como na foto acima, ou minis mais frescas com ankle boot. Um detalhe favorito das francesas é a calça levemente cropped, a forma mais democrática de usá-la é com scarpin, que ajuda a alongar:

iro2O corte da calça é o mesmo, mas aqui em versão jeans:

iro3

Influência esportiva e vestido suéter mais oversized na Zadig et Voltaire, o esporte aparece, mas sem perder mão do estilo street:

zadig

 

Modelagem ampla e moletom também na pegada 60´s da Sandro, aqui o esporte é ainda menos literal:

sandro

As bolsas pouco óbvias e sempre grandes ajudam a tornar as composições mais despretensiosas. Na Sandro, a mochila é eleita:

sandro2

 

Na Zadig et Voltaire, a oversized com inspiração motorcycle:

zadig3

Zadig e a capacidade de deixar toda composição mais rock´n´roll e despretensiosa,  o short runner é combinado com peça de alfaiataria no clássico P&B:

zadig2

Para finalizar, se não é muito fã de estampas, faça como as labels francesas e aposte nas clássicas: Listras, poá, onça, quadriculada, pied-poule. O inverno da Kooples é boa referência:

koopleskooples2

No clima do livro da musa Caroline de Maigret “How to Be Parisian Wherever You Are: Love, Style, and Bad Habits”.

 

Fotos: Reprodução.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Truques de styling

As marcas de jóia mais legais de momento- Parte I:

As jóias e bijus deixaram de ser discretas e complementos à roupa, para se tornarem verdadeiras protagonistas de looks pensados em volta delas. A grande responsável por isso foi a marca Lanvin que investiu  na idéia de “statement jewelry”, peças que não são necessariamente jóias (podem ser “fantasia”) que são tão marcantes e interessantes que criam looks incríveis com peças mais básicas. Cada dia surgem novos nomes à cena, influenciando diversos designers e “inspirando” as fast fashion o tempo todo. Selecionei seis marcas que considero as mais legais da atualidade.

Para o post não ficar grande demais dividi em 3 partes, a primeira parte é HI-LO, com a Repossi, marca de jóias mesmo (mas a colaboração com a Zadig é de bijus) e a Dannijo, marca de jóias fantasia, bem mais acessíveis:

Repossi-    http://www.repossi.com/

Marca super tradicional de jóias e famosa por fazer aa jóias da realeza de Mônaco, a Repossi ganhou fama no mundo fashion graças ao talento da herdeira Gaia Repossi, que com seus anéis articulados (ela é a responsável pela febre), e colaboração com nomes como Alexander Wang e Joseph Altuzarra emprestou status cool à marca. No último ano entrou na onde fast fashion e produziu uma coleção de bijus para a Zadig & Voltaire. (Nota: Meu sonho é ter tudo que ela produz, minha marca favorita de longe!)

Meu anel favorito, chamado “Berbère”,  feito para a coleção do estilista Joseph Altuzarra:


Nova coleção da Repossi, inspirada em serpentes:

Coleção “Ere” by Repossi feita com Eugenie Niarchos:

Gaia Repossi x Alexander Wang (desejo absoluto!):

Coleção para a Zadig & Voltaire, marca Francesa que eu já falei aqui:

Dannijo- http://dannijo.com/

Duas irmãs criaram em 2008 uma das marcas favoritas das Nova-Iorquinas, nomes como Alexa Chung, Natalie Portman, Leandra do Man Repeller (que acaba de colaborar em uma linha com elas) usam e proclamam aos quatro ventos sua adoração. As jóias misturam cristais com correntes com um elemento boho quase irresistível.

Brincos Jelani, coleção atual:

Colar Carlotta, mais statement impossível!

Bracelete com inspiração de armadura e toque tribal:

A primeira colaboração com blogueira, foi no último Inverno com a Rumy Neely do Fashion Toast:

A colaboração com Leandra Medina do Man Repeller, já está esgotada. Muitos laços e bigodes (!) nos designs. Minhas peças preferidas são os colarinhos, e até capa para I-Phone faz parte da coleção. Os preços começam em 38 dólares:

Fotos: style.com, nymag.com, ManRepeller, FashionToast, Net-a-porter, Repossi, BarneysNY.

3 Comentários

Arquivado em Acessórios, Inspirações, name to watch, Perfil

O lado “B” das marcas Francesas.

Nem só de Dior, Chanel, Lanvin, Hermés, Balmain se faz a moda Francesa. Há algum tempo já descobrimos (e nos apaixonamos) por Isabel Marant, Vanessa Bruno… mas ainda mais acessíveis e super cheias do “je nes sais quois” existem outras marcas às margens do Rio Sena que valem conhecer (seja para tirar inspirações, seja para consumir, já que os preços são beeeem mais em conta que as companheiras maisons).

As Francesas são famosas pelo seu estilo chique sem tentar muito. A palheta de cores incluí os tons neutros, em especial o cinza e o azul marinho. Estampas clássicas como listras, xadrez, em geral mais discretas, peças atemporais com foco na alfaiataria e bem cortadas, sobreposições, o vermelho também aparece muito, assim como sapatilhas, ankle boots de salto mais baixo, pele (fake ou não), mantas e cachecóis, poucos acessórios, toques étnicos, muito couro e camurça, alguns brilhos usados de maneira estratégica, bolsas de tamanho médio para pequeno, óculos escuros (sempre), a mistura de peças bem ao estilo hi-lo…

IR O- Estilo casual com um pouco do estilo “Boho”, a Iro oferece looks casuais com detalhes e qualidade que fazem a diferença. Muitas pessoas consideram a marca a melhor opção para quem ama Balmain e não pode com os preços exorbitantes.

Blazers, calça skinny, inspiração militar light e paêtes comandam o Inverno sugerido pela marca:

WWW.IRO.FR

Sandro– Marca famosa pelos vestidos e peças femininas, recorreu aos anos 60 para basear a coleção de Outono/Inverno. Em clima mod, muito P&B, vermelho, cortes retos, couro misturados com onça e estampas Navajo.

WWW.SANDRO-PARIS.COM

Maje- Tecidos nobres como cashmere, couro, seda são marcas registradas da marca. Assim como uma sofisticação bem urbana e cool. Não é a toa que a parceria com a stylist Vanessa Traina, famosa pelo seu estilo minimalista e requintado, já chega a sua segunda temporada. Na recém-lançada campanha de Outono/Inverno da marca, o vermelho segue dominante, desta vez combinado com grená, a combinação das peças clássicas como o scarpin e a mistura de cores garante o desejo imediato e reafirma o conceito da marca.

Inverno também em clima anos 60, capas, navy e vermelho, cintura marcada, silhuetas amplas, e muita semelhança com a conterrânea Isabel Marant.

WWW.MAJE.COM

Zadig & Voltaire- A mais rock´n´roll das quatro, a Zadig é o lugar para ir em busca das jaquetas de couro com aspecto “gasto”, os jeans mais incríveis, acessórios estilos anos 70.

Além das roupas lindas, a minha marca preferida entre as quatro, a Zadig ainda produz acessórios incríveis. A coleção de Inverno estrelada pela modeloErin Wasson, que também desenhou algumas peças, traz couro, vermelho, phyton, brilhos, tachas e uma sofisticação urbana com muito metálico, perfeita para quem ama o estilo “rock chick” da Kate Moss (que é das maiores fãs da marca).

WWW.ZADIG-ET-VOLTAIRE.COM

Marcas que priorizam (e valorizam) a mulher e não as tendências…

Fotos: Reprodução- Zadig et Voltaire, IRO, Maje, Sandro.

5 Comentários

Arquivado em Inspirações, Perfil