Arquivo da categoria: Microtrend

(Micro) Trend alert- A reconquista da plataforma.

plmj2

Passeando pelo meu feed do instagram, me deparo com a foto acima postada por @carineroitfeld (musa oficial deste site e desta pessoa que vos escreve). O clique é das botas da coleção Resort 2017 de Marc Jacobs.

Aqui elas no desfile:

plmjacobs

Desde seu Verão passado, Marc tem apostado nas botas estilo glam rock ou Spice Girls, a referência muda dependendo da sua idade. No Inverno ele repetiu a dose e agora as abraça definitivamente para a pré-primavera.

Olha o modelo invernal de Marc:

plmarcjacobs

Quem resgatou esta moda foi o coletivo francês Vetements, o mais incensado e polêmico do momento. O início foi em versão rock´n´roll com labaredas e outra de estrelas. A princípio um lançamento bem nicho e uma possível homenagem à David Bowie em sua fase Ziggy Stardust:

plvet

O que ninguém previu foi a onda avassaladora que a marca causou na moda, derrubando fronteiras e ganhando selo de aprovação e desejo de praticamente todos da indústria.

Com esta força e no embalo, versões nada discretas seguiram, passando por metalizados e a favorita, amarela:

plvett

M.I.A garantiu a sua:

plmia

Mais uma para não deixar dúvidas da versatilidade:

plvetements

Deveria ter suspeitado do potencial, quando Anna Wintour decidiu fazer um makeover de modernidade em Taylor Swift para Vogue America. A popstar ganhou ares cool com cabelo platinado e muito Saint Laurent e Vetements. Nos pés? A própria, ela mesma!

pltay2

pltay

Em Março, o diretor criativo da Balenciaga, Demna Gvasalia (head designer da Vetements) carregou o modelo para sua coleção de estréia na maison:

bal

Os sapatos pesados em geral passam por um momento de destaque, como comprovam Givenchy, no Resort 2017 lançado hoje:

plgivenchy

E Gucci (vale prestar atenção nos cadarços e na bota com salto anabela ou flatform beeeeem altos). Negue agora seu passado Baby Spice ou Scary Spice e ouse dizer que não desejou alguma bem parecida nos anos 90:

plgucci

Pelo direito de usar o “estranho” e fugir do óbvio, se divertir e permitir ousar com proporções diferentes. Vale experimentar shapes e idéias que há não muito tempo jamais pensaríamos. A moda é auto-expressão. Divirta-se descobrindo ou resgatando sua personalidade. De repente do alto de uma plataforma. Why not?

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Microtrend, Minimal vs. Maximal

(Micro) Trend alert- Meia arrastão.

ARRASTÃO

Começou observando duas amigas que trabalham com moda em Londres, em um intervalo de poucos dias, encontrei ambas usando jeans cropped, sapato de salto e meia arrastão.

Entrei em uma banca e me deparei com Alexa Chung, na capa da Glamour inglesa, e lá estava a meia novamente:

ARRASTÃO2

Hoje olhando a V magazine com Charlize Theron, e me vendo mais uma vez as meias, decidi que era tema para um post:

ARRASTÃOVMAGAZINE

Fã de Rodarte que eu sou, lembrei que no desfile de Inverno elas complementavam o styling:

ARRASTÃORODARTE2

No detalhe:

ARRASTÃORODARTE

Editorial da Elle americana de Maio 2016 também confirma:

ARRASTÃOELLEUS

Na prática, com arrastão no estilo soquete:

ARRASTÃOST2

Com looks nada óbvios:

ARRASTÃOSTREET

Net-a-porter ajuda, este jeito é bem similar com o que observei nas ruas londrinas.

arrastão0

Vocês curtem?

Fotos: Reprodução.

4 Comentários

Arquivado em Microtrend

Patchwork- O retorno.

patch6

Há exatos quatro anos, rolou aqui no site um post intitulado “Trend watch- Será a volta do patchwork?”. A introdução era esta:

Mais uma tendência que volta graças ao revival (incontrolável) da década de 70, o patchwork remete à festas juninas aqui no Brasil, mas se depender de marcas como Céline e Isabel Marant em breve vai ganhar status fashion e versão mais sofisticada.

Basta substituir Céline e Marant por Chloé, Calvin Klein, Valentino e Burberry Prorsum e temos exatamente a mesma situação. A característica cíclica da moda garante que este movimento sempre traga de volta peças e estilos que usamos há um certo tempo, o legal é que ele sempre retorna repaginado e atualizado tornando-o relevante no momento atual. Qual a versão 2015 da tendência?.

Tons outonais, com destaque para grafite, verde militar e azul petróleo, além de eleger como absoluto favorito o couro e a camurça como canvas das colagens:

patch

Os looks são destaque, mas os acessórios não ficam atrás. A bota Valentino, parte da linha rockstud promete ser hit:

valentinopatch

O editorial da WWD concorda e aposta nas peças com ar barroco e maximal. Para o próximo Inverno, o normcore senta  no banco de carona e um ar luxuoso e mais pensado recupera espaço:

Patchwork Trend

O patch já invadiu as ruas e contempla todos estilos. As mais básicas podem apelar para versão jeans:

patch3

Ou peças neutras, reservando o efeito para um detalhe mais discreto como a camisa do look abaixo:

patch11

Tons sóbrios e sem contraste também ajudam a deixar o mix mais fácil de ser usado:

patch9

patch8

Uma saia com peças básicas empresta charme à composição:

patch4

Casacos quentinhos com patchwork dão um um no jeans nosso de cada dia:

patch5

Pixelformula Street Fashion Womenswear Winter 2015 - 2016 New York

Fechando com o vestido, usado com chapéu  e franjas, o efeito é bem boho e ultra cool:

patch10

No clima mix & match…

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Como usar?, Microtrend, Minimal vs. Maximal

(Micro) Trend watch- Bomber bordada.

bomberchloe

Durante a temporada Resort que acabou de acontecer, um modelo de jaqueta se destacou acima dos outros: O bomber. Com referências esportivas, ele se encaixa perfeitamente no look cool  proposto por várias marcas. O que chamou atenção, foi que os exemplos mais lindos eram bordados. O modelo que abre o post, aliás com ótimo styling de camisa animal print e jaqueta adornada com leopardos, é da coleção da Chloé.

Quando penso em bomber bordada na hora lembro do icônico figurino de Ryan Gosling no filme Drive:

bomberdriveNessa onda, Mary Katrantzou deixou sua contribuição para a tendência em sua nova colaboração com a Adidas:

bomberadidasmary

Stella McCartney também criou a sua. Reparem que flores são a padrongem favorita para complementar o look:

bomberstella

 

Na Valentino, a bomber é alongada:

valentino

Giambattista Valli investiu no modelo em couro com motivos florais (again) no mix com estampas geométricas:

bombergiamba

Em tempo: Na Alexander McQueen, sai a bomber e entra a perfecto. Mas claro, as flores continuam e o styling é com vestido longo de festa:

bombervalentinoPara minha surpresa, nos desfiles de alta-costura ocorrendo esta semana, tivemos exemplos de jaquetas bordadas adornando os vestidos longos. Na Schiaparelli, com coração discreto enfeitando:

schiaparellibomber

e Giambattista Valli que caprichou nas flores 3d da composição:

giambabomber

 

Vão aderir à essa micro trend? Uma bela sugestão é aproveitar aquela jaqueta com corte ótimo que anda esquecida no armário e atualizá-la com um bordado. Que tal?

Fotos: Reprodução.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações, Microtrend

(Micro) trend alert- Vendo estrelas.

SW2

Vira e mexe as estrelas ganham destaque na moda. Populares nos anos 60 e na cultura hippie, elas também emprestaram glamour para o estilo disco dos anos 70. Nesta temporada, elas retornam na carona da influência western.

Anthony Vaccarello se inspirou na tatuagem de estrela da modelo Freja Beha Erichsen para sua coleção de Inverno:

stars

Looks variados foram agraciados com o símbolo:

stars2

No Verão da Saint Laurent, surgiram em mix de estampas inusitados:

sl

A última coleção de Peter Dundas na Pucci, entrou no clima astrológico com lua e estrelas dividindo a cena:

pucci

 

A dupla por trás da Valentino adora buscar inspiração no céu. Olhem que lindo os vestidos do Inverno da maison:

valentino4

 

E na temporada pre-fall:

prefallvalentino valentino2

O modelo Charlotte da coleção de Kate Bosworth para Matisse:

charlotte

Nas jóias, a marca Venyx da designer Eugenie Niarchos, também elegeu as estrelas como protagonistas:

venyx

Kate Moss é fã da estampa e inclusive a incluiu na sua primeira coleção para Topshop, em 2005. Aqui Kate usa uma camisa da Equipment com o tema:

starkate

Semana passada, Cara Develevingne usou uma para divulgar seu filme “Cidades de papel”:

LONDON, ENGLAND - JUNE 18:  Cara Delevingne attends the "Paper Towns" Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England.  (Photo by Karwai Tang/WireImage)

LONDON, ENGLAND – JUNE 18: Cara Delevingne attends the “Paper Towns” Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England. (Photo by Karwai Tang/WireImage)

 

Fechando com o Verão da Diesel com saia estrelada e irreverente:

stardieselDica para brilhar em 2015.

Fotos: Reprodução.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Microtrend, Trend alert

(Micro) trend alert- Seguindo a risca.

riscadegizvjapanClássico é praticamente sinônimo de atemporal, mas é inegável que certas coisas que nunca saem de moda, muitas vezes se tornam esquecidas entre tantas novidades. Dessa vez, quem volta a ganhar atenção o é a risca-de-giz.  Oriundo da alfaiataria e do guarda-roupa masculino, a estampa gráfica retorna aos holofotes com cara glam e toques de sensualidade, cara de escritório não é o apelo desejado.

Na Vogue Japão, vários looks ganharam a capa.

A Vogue Paris traz calça oversized com acabamento brilhoso:

RISCAVPARIS

 

A Interview traz a interpretação de Hedi Slimane na Saint Laurent, bem rock´n´roll:

riscainterview

 

E a Chanel, com bermuda mais chique:

riscainterview2

A 10 aposta no conjunto com modelagem setentista:

risca10

 

Listras em geral voltam a entrar na roda.

Calça skinny com listras verticais na POP:

riscapop

 

Versão Balmain com transparências:

risca10270´s mood na Bazaar australiana em look Louis Vuitton:

Harper's BazaarE na L´Officel:

riscalofficell

Em tempo: A Chanel levou a padronagem até para suas bolsas clássicas. Como mostra a loja da maison na Selfridges:

risca

Imagens: Reprodução.

1 comentário

Arquivado em Microtrend

(Micro) Trend alerts- Couture.

micro

A semana de alta-costura começou, e como já expliquei aqui no site, a couture serve para inspirar e impulsionar o valor agregado das grandes maisons, já que o número de pessoas que tem acesso às peças é quase inexistente.

Sempre faço um pequeno resumo mostrando as tendências e melhores idéias para referências. Desta vez, decidi começar por dois mini alertas de tendência.

Preparem-se para ver por aí chapéus e acessórios de cabeça com véu. Giambattista Valli apresentou uma opção bem feminina ontem:

giamba

Hoje a Chanel foi para o lado mais street garantindo o hit da temporada, no styling com gorro. No desfile a cartela de cores do look era reproduzida no chapéu:

chanel2

chanel

Notem a mistura de preto com rosa claro em duas das fotos selecionadas, um lado rocker constrastando com delicadeza e leveza. Esta é a segunda micro tendência que acho valer a pena prestar atenção. Raf Simons fez a combinação juntando o floral com botas de latex:

dior

E Alexis Mabille, plumas e renda fecham a composição:

alexismabille

Mais uma de Giamba, além do rosa claro, saias mais armadas são outra promessa para a temporada de moda festa:

giamba3

Finalizando com mais uma do rosa pálido com black, desta vez na Chanel:

Chanel3

Em tempo, Galliano em sua estréia na Margiela optou por jóias como maquiagem criando uma máscara:

galliano

 

Cobrir uma parte do rosto parece obrigatório na temporada Verão 2015 da couture.

 Explicando a Alta-costura: A alta-costura é o topo da moda. O nome é protegido e só podem desfilar nesta semana os membros da”Chambre de commerce et d´industrie de Paris”. Os desfiles que são verdadeiros shows, movimentam milhões para as marcas de luxo, não vendendo as peças apresentadas (apenas 2.000.00 mulheres no mundo tem acesso à alta-costura, e somente 200 são clientes regulares), mas pela publicidade gerada em razão das celebridades nas primeiras filas e, principalmente pelas roupas impecáveis. A alta-costura vende o conceito da marca, os melhores tecidos possíveis, bordados inimagináveis, tudo feito em perfeição e maestria. As peças são todas feitas sob-medida para a cliente que geralmente precisa fazer 3 provas de roupa até recebê-la. Os perfumes, maquiagens, acessórios como bolsas e sapatos que sustentam financeiramente estas grandes marcas, mas a “Couture” sustenta o sonho.

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Microtrend