Arquivo da tag: Pucci

A nova cara das (velhas) marcas.

gucci3 Duas das principais e mais sexy marcas italianas estão passando por um momento de atualização. Sai a moda baseada em fendas e sex appeal, entra um estilo mais cool e intelectual. Na onda da Valentino, que antes era famosa pelas peças couture e seu vermelho e hoje em dia tem sua fama baseada nas narrativas lúdicas com detalhes folk e direção impecável de Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli. Confesso que minha primeira impressão da nova Gucci por Alessandro Michele não foi das melhores. Não amei o desfile de Inverno da marca, primeiro sob a tutela de Michele. Mas me apaixonei pelas novas campanhas, com mood perfeitamente traduzido na direção de arte e nas fotos de Glen Luchford. O styling da passarela, meio “Advanced style” e com muita informação, desvalorizou os looks. Já na campanha, o belo corte e a forte presença dos acessórios elevou as peças. A Gucci teve sucesso comercial absurdo na última coleção de Frida Gianini, resta ver o que acontecerá com Michele. Ecos de Louis Vuitton com a liderança de Ghesquiere: gucci6   Prada também surge como referência: gucci2 A campanha incrível foi fotografada por Glen Luchford e empresta à grife um novo ar, bem mais interessante: gucci Acessórios reornam ao foco: gucci5 Já a Pucci, ainda em processo embrionário, com a saída do Peter Dundas (amor eterno) para Cavalli, entra a visão de Massimo Giorgetti, oriundo da MSGM. Em sua marca, ele é conhecido pelas estampas e pelo estilo irreverente. Sai o sexy de Dundas e entra uma leitura mais normcore do passado colorido e estampado da Pucci. Giorgetti vai se dividir entre sua marca e a Pucci e promete emprestar um lado mais inusitado e ótimas produções para street style:pucci3 Estampas sim, mas com lembrança de Marni e muito pouco da sensualidade e influência rock´n´roll do legado de Dundas: pucci Franjas incríveis no casaco: pucci2 Cartela de cores fixada nos amarelos, laranjas, fuchsia e neutros. Comprimentos crescem e os saltos diminuem, uma influência masculina mais clássica também pode ser observada: pucci4 Preferem a versão antes ou depois? Fotos: Reprodução.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Perfil, Update das tendências

(Micro) trend alert- Vendo estrelas.

SW2

Vira e mexe as estrelas ganham destaque na moda. Populares nos anos 60 e na cultura hippie, elas também emprestaram glamour para o estilo disco dos anos 70. Nesta temporada, elas retornam na carona da influência western.

Anthony Vaccarello se inspirou na tatuagem de estrela da modelo Freja Beha Erichsen para sua coleção de Inverno:

stars

Looks variados foram agraciados com o símbolo:

stars2

No Verão da Saint Laurent, surgiram em mix de estampas inusitados:

sl

A última coleção de Peter Dundas na Pucci, entrou no clima astrológico com lua e estrelas dividindo a cena:

pucci

 

A dupla por trás da Valentino adora buscar inspiração no céu. Olhem que lindo os vestidos do Inverno da maison:

valentino4

 

E na temporada pre-fall:

prefallvalentino valentino2

O modelo Charlotte da coleção de Kate Bosworth para Matisse:

charlotte

Nas jóias, a marca Venyx da designer Eugenie Niarchos, também elegeu as estrelas como protagonistas:

venyx

Kate Moss é fã da estampa e inclusive a incluiu na sua primeira coleção para Topshop, em 2005. Aqui Kate usa uma camisa da Equipment com o tema:

starkate

Semana passada, Cara Develevingne usou uma para divulgar seu filme “Cidades de papel”:

LONDON, ENGLAND - JUNE 18:  Cara Delevingne attends the "Paper Towns" Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England.  (Photo by Karwai Tang/WireImage)

LONDON, ENGLAND – JUNE 18: Cara Delevingne attends the “Paper Towns” Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England. (Photo by Karwai Tang/WireImage)

 

Fechando com o Verão da Diesel com saia estrelada e irreverente:

stardieselDica para brilhar em 2015.

Fotos: Reprodução.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Microtrend, Trend alert

#LFW e #MFW- Favoritos Inverno 2015/16.

lfw2

O mês da moda chegou ao fim hoje em Paris, e já que demorei para trazer o resumo de Londres e Milão, optei por juntar as duas cidades e mostrar para vocês os meus favoritos de uma vez só.

Em Londres, azul petróleo e referências folk ganharam força, veludo molhado também aparece como protagonista , assim como na NYFW. Xadrez em variadas versões, geométricos e florais soturnos complementam o mood boêmio chic.

Anos 70 voltaram para ficar um tempo, pelo menos Christopher Bailey na Burberry Prorsum acredita nisso.  Os icônicos trench coats vieram em versão camurça e com detalhes franjados, capas e ponchos completam o figurino que parece ter saído direto de alguma banda folk . Botas estampadas surgiram no pre-fall da Valentino e da Pucci e agora ganham ainda mais destaque devido à Burberry. Para ficar de olho!

lburberry

Antonio Berardi  teve um desfile irregular, boas tentativas de hi-lo misturando barroco com esportivo. Toques orientais e referências origami complementaram. Legal se inspirar na mistura de peças de alta festa combinadas com outras sporty:

antonio

Lucas Nascimento representou muito bem o Brasil. Definitivamente indo além da sua marca registrada, o tricô, ele apresentou uma coleção confiante e com ótimo styling. Adorei as peças em couro marrom:

lllucasnascimento

Mary Katrantzou me remeteu à Prada nos melhores momentos do desfile, certo glamour intelectual e old school, cartela de cores discretas e muitas texturas interessantes

lmary

Mulberry cada vez mais tem me feito pensar na garota da “Chloé” com sua nonchalance nostálgica e minimalista, mas com forte apelo britânico. Deu para observar a volta do sapato combinado com bolsa, presente em Milão e em Londres:

lmulberry

Simone Rocha com um folclórico sombrio, cartela de cores reduzida à preto, off white e vermelho e uso de matérias brocados e veludo molhado. Atmosférico e cool:

lsimone

Thomas Tait Ganhou lugar aqui exclusivamente pelas jaquetas oversized, com referência anos 80, achei a coleção inteira incrível. Nome para guardar:

LTHOMAS

Topshop Unique optou pelo simples, mas me ganhou nos looks anos 70, um pouco disco e um pouco folk. O blazer bordado da primeiro foto certamente será best-seller:

ltopshop

Roxo e tons de pedras preciosas chamaram atenção em Milão, alfaiataria e um guarda-roupa pensado para mulher contemporânea, com ótimos separates e looks com calça foram destaque. Uma moda prática, utilitária e adulta.

Karl Lagerfeld realizou meu desfile favorito da semana milanesa na Fendi. Tons terrosos, muito couro e comprimentos mais curtos com influência 60´s:

lfendi

A cartela de cores da Bally e as ótimas referências de styling para ambiente profissional:

lbally

Em sua derradeira coleção para Pucci, Peter Dundas urbanizou ainda mais a mulher sexy da marca. A década de 70 continua sendo ponto de partida, mas o esporte avança nas peças em influência discreta.

lpucci

Etro e o multiculturalismo com requinte, a cartela de tons neutros complementada por bronze e dourado foi minha favorita:

letro

Salvatore Ferragamo impossivelmente chique: Comprimentos midi, ombros bem estruturados e cintura marcada:

lsal

Já já eu volto para comentar Paris.

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Trend alert- Festa Folk.

elle6 Moda festa parece ser sempre mais limitada e já faz tempo que a dupla bordado pesado estilo mineiro ou renda são os favoritos. No próximo Inverno, finalmente uma atualizada para inspirar os looks de festas mais nobres, seja casamento, formatura… Duas das maiores tendências para este departamento em 2015 serão: Ilusionismo e Princesa folk. O folk entra na forma mais literal, buscando inspiração no folclore dos países do leste europeu e sua cultura, apelo de contos de fada com estampas lúdicas, de animais como borboletas e vestidos elaborados, além de estampas mais pesadas de florais invernais. Os materiais são ricos como pele, brocados e bordados combinados com peças fluídas e detalhes de transparência. A cartela de cores é de tons fortes com vermelho, roxo, azul petróleo e verde floresta.  A silhueta é bem feminina com saias mais rodadas e cintura marcada. Para arrematar, sapatos delicados com pedrarias ou com acabamento em glitter ganham destaque. O ilusionismo traz moderninade com toques anos 70. Vestidos estilo coluna, manga longa e corte enviesado são onipresentes, os vestidos ganham bordados elaborados, que aderem ao corpo, executados em tecidos mais leves como tule, renda e chiffon. Brilhos, paetês e metalizados garantem o efeito glam em potência máxima.   elle1 A Elle russa soube ilustrar perfeitamente as duas histórias em apenas um editorial. Por isso resolvi adiantar o assunto aqui no site. O Pucci que abre o post é exemplo perfeito do ilusionismo, já o vestido acima, em roxo, reúne as melhores características das duas propostas. Tecidos mais incorpados e pesados, com brocados e adamascados: elle5 Florais, transparências em cores mais intensas: elle3 Tons fortes e movimento: elle4 Por cima de tudo? Uma capa com espírito vintage, que remeta à contos de fada e empresta um ar de romance misterioso: elle2Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

#MFW- Drops Verão 2014/15.

mfw5

Chegou ao fim a Milan Fashion Week e já vim aqui mostrar para vocês os meus favoritos. Anos 70, romantismo, estampas e muito jeans, além de influências sportswear e toque oriental comandam a temporada. Abrindo com a Pucci de Peter Dundas, minha favorita, a delicadeza dos bordados me encantou.

Mantendo o clima étnico e Woodstock, veio a Etro, bem fiel ao seu DNA:

mfw10

Os vestidos maxi da Roberto Cavalli, dos estampados aos artesanais com renda:

mfw6

A Gucci apresentou uma mulher funcional, cheia de ícones da marca (cartela de cores, camurça, estampas) e com anos 70 reinando. Destaque para a cintura marcada:

mfw

A Prada seguiu no caminho do jeans e trouxe sportswear nada óbvio para sua mulher intelectual. Adorei os brocados e a mistura de denim com renda:

mfw8A Fendi também buscou inspiração no sporstwear e apostou no jeans, com resultados incríveis. O trabalho em couro também merece ser mencionado:

mfw7

Cartela de cores e styling top na Bally, confirmando a permanência do visual listrado:

mfw11

Sofisticação clean na Ferragamo. Tecidos com efeito metalizado e a estampa de cobra (nem sinal da onça) auxiliam:

mfw4

Marco de Vincenzo ganhou post aqui no site, na tag “Nome para guardar- Marco de Vincenzo”, gostei muito dos tons de blush e dos looks franjados:

mfw2

Etéreas e me remetendo ao filme “As virgens suicidas”, a mulher da Alberta Ferreti traz um verão leve, leve, leve:

mfw3

Fechando com as espanholas da Dolce & Gabbana, a mulher siciliana da dupla nunca sai de cena, mas desta vez elas vem influenciadas pela cultura hispânica:

mfw9

Já de olho no quem vem por aí em Paris…

Fotos: Vogue.com.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Trend alert

Vontade do dia- Amarrações.

AMARRAÇÃO6

De Saint Laurent e a  Saharienne (aceitem, eu sempre vou achar uma desculpa para postar a icônica foto da Veruschska) às coleções de Tom Ford na era Gucci e YSL, eu sempre me encantei com peças com detalhes de amarrações. Esse ar, meio boêmio, tem tudo a ver com um lado de glamour despretensioso que tanto me atrai nas escolhas sartoriais.

No fim da década de 90, Tom Ford imperava com sua estética sexy poderosa com toques selvagens. Ainda pretendo adquirir alguma peça vintage das suas icônicas coleções na YSL:

AMARRAÇÃO5

E na era gótica da Gucci:

lacetomford

Peter Dundas cita Marianne Faithful e Anita Pallenberg como suas maiores musas, essa predileção pelo estilo 60´s groupie aparece muito bem em todas suas coleções na Pucci, No Verão 2011 e no Inverno 2012 alguns exemplos:

pucci

E claramente a inspiração continua, o vestido eleito de Poppy Delevingne para seu segundo casamento foi este delicado modelo, com estampa floral suave e discreta amarração no decote profundo:

amarraçãopucci

Chegando ao estilo lace-up da Isabel Marant, possivelmente a maior entusiasta para modelos de calças e shorts. Reparem que todos estes designers gostam de misturar referências étnicas com sensualidade, Marant opta pelo lado mais cool do detalhe:

AMARRAÇÃOMARANTHANDM

A calça virou hit imediato:

AMARRAÇÃO2

Em branco:

lace2

Raf Simons resgatou o lado esporte chic que as amarrações podem agregar, no Verão 2015 da Dior. Aqui em editorial da ID deste mês:

lacediorid

Mesmíssimo vestido usado por Charlize Theron na Vogue América de Junho/2014:

lacecharlize

A vontade do dia já está virando um “trend alert”. Na Vogue Paris de Junho, a amarração enfeita o body em tom blush:

vparis

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Update das tendências, Vontade do dia

#MFW- Favoritos Inverno 2014/15.

prada

E chegamos à Milão. A temporada termina hoje e já vim dividir com vocês meus favoritos de lá.

O Inverno desafiador da Prada- Sempre o desfile mais aguardado e possivelmente o mais influente de todo o calendário, Miuccia Prada sempre traz idéias frescas e um olhar novo para a estética da marca. Gostei muito dos cardigans e suéter de inspiração esportiva combinados com tecidos leves. O uso de vermelho e roxo, as estampas art deco e o styling nada óbvio também me encantaram:

prada2

Me identifico muito com a imagem da Pucci cultivada por Peter Dundas. Sempre um mix de culturas bem ao estilo gypset, desta vez as padronagens clássicas da marca dividem espaço com referências à Suécia (terra natal do designer). Gostei principalmente dos blusões oversized e das calças de couro mais largas:

salvatore

Ando bem cansada de vestidos longos e bordados com apelo maximal, mas confesso que o modelo bordado com decote profundo chamou minha atenção. Assim como o curtinho trabalhado com franjas:

pucci

Nunca fui muito fã de marrom, mas a cor surgiu com força nas passarelas milanesas e acabei me dobrando pelos looks misturando texturas. Minha versão favorita é a camisa de couro da Tod´s:

marrom

Falando em couro, o material não apresenta sinais de cansaço. A Gucci arrasou com vestidos e saias no tecido. Os shapes anos 60 ficaram ainda mais interessantes devido à escolha, destaque também para a cartela de cores:

couro

E continuando no tema, as cores da Marni são a cara do Outono/Inverno e comprovam que nem só de preto e cinza se faz um armário para dias frios:

marni

Os casacos luxuosos da Dolce & Gabbana, com toque lúdico, me deixaram apaixonada. O glamour é garantido através do capuz de pele:

dolce

Fechando com as franjas de Roberto Cavalli. Sou alucinada por franjas e gostei da versão mais larga e decorada do estilista. Especialmente os colares alongados com tassels, a peça fez parte do styling da maioria dos looks do desfile:

franjas

Já ansiosa por Paris…

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week