Arquivo da tag: Verão 2012

#TrendWatch- Imagens da semana.

Esta semana foi de muito trabalho, por isso o site ficou um pouco parado, a parte boa é que grande parte da minha profissão é pesquisar referências. Aproveitei e selecionei as imagens mais relevantes do mês que ilustram tendências que já mostrei por aqui. Em cima de cada foto, eu identifico a tendência e é só clicar em cima do link para ler o post original. As publicações do hemisfério Norte ainda estão em clima de Verão, mas tem muita coisa que podemos aproveitar para usar já (Especialmente com as temperaturas amenas do nosso Outono atual).

Como contei neste post “Anos 80- A década da vez”, a moda anda buscando inspiração nos 80´s e as publicações buscaram na silhueta body con, típica da época e do culto ao corpo, inspiração para seus editoriais. Aqui na Vogue Alemanha, destaque para as mangas volumosas, reparem também nos pés da modelo: Mules! Lembram que eu contei sobre o sapato polêmico do Verão?

Já Thierry Mugler e seu shape meio futurista, marca registrada da década, foram referência neste editorial da Interview com Kristen Stewart. Observem como que a beleza com batom forte, cabelo molhado e os acessórios acompanham o clima oitentista:

Os temidos creepers, sapato que mais vi nos pés das Londrinas este ano, já começaram a marcar presença nas páginas das revistas, parece que o Resort da Chanel foi só a confirmação da febre que está por vir. Na Vogue India, emprestam um ar rock´n´roll aos looks super leves:

Artesanal urbano e o look country girl são as apostas da Vogue Turquia, mais uma vez em trabalho primordial. O vestido de ráfia e crochê garante o lado handmade, já as botas cowboy dão o toque western:

Os detalhes bondage foram favoritos na última temporada Pre-fall, e ganharam post aqui no site. Em editorial da Numero francesa, o cinto e as pulseiras representam esta moda:

Na minha temporada em NY ano passado, escrevi sobre o revival das estampas de lenço, tendência que se confirmou absoluta desde então. A Vogue chinesa optou pelo maxi dress em foto deslumbrante:

A Bazaar Mexico vai no mix de estampas de lenço diferentes, o resultado é sofisticado e original:

Super investimento, as “Trophy” jackets são muito versáteis, como já ilustrei. A Vogue Alemanha, optou por uma Balmain (rainha das trophy decoradas) para seu editorial de praia, o styling da modelo remete ao Oriente:

A influência Balenciaga no Verão 2012 foi tema deste post, na Vogue India, a saia Jason Wu assimétrica segue a linha do estilista lendário:

Comentei o “novo” shape neste post aqui, a saia lápis é um clássico e pode ganhar ar super moderno através de texturas e cores interessantes. Na Vogue México os metalizados foram a maneira encontrada de atualizar o look, a bolsa de tachas da Prada é o complemento perfeito:

Qual imagem é a favorita de vocês?

Fotos: Vogue, TheFashionSpot, Bazaar.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Trend alert, Update das tendências

Para inspirar- Editorial Vogue India.

Infelizmente sigo sem tempo para atualizar o site como gostaria, tenho muitos assuntos legais que quero escrever aqui. Prometo que no findi volto com postagens mais frequentes.

O frio parece ter se instalado de vez aqui no Sul, fato que me faz sentir saudades do Verão, pesquisando as publicações internacionais do mês (vale lembrar que no hemisfério Norte é Primavera), me deparei com este editorial da Vogue India inspirado na moda “do fundo do mar”, uma das maiores novidades da próxima estação. A parte mais interessante é que apesar de a tendência ter surgido mais forte na Paris Fashion Week, o mix de estilistas  conta com nomes Indianos junto com outros de peso.

Acho interessante fugir do óbvio e buscar referências em publicações menos conhecidas e celebradas, ultimamente também ando encantada com os editoriais da Vogue Turquia. Isto também vale para nosso estilo, entrar em uma loja que não estamos acostumadas, arriscar uma combinação nova, acrescentar uma cor que normalmente não usamos, é sempre bom mudar um pouquinho e sair da sua zona de conforto.

A Vogue India surpreendeu ao criar “May Days” em uma linda interpretação da tendência: Shapes que lembram a silhueta de sereias, bordados e detalhes com pérolas e cristais, tons de azul e verde, brilhos, transparências, babados, nada fica de fora nesta verdadeira celebração da vida aquática. De encher os olhos!

Vestido (incrível) Alpana & Neeraj:

Look metalizado assinado por Haider Ackermann:

Placas de metais de Manish Arora para Paco Rabbane combinadas com saia de franjas meio futurista de Rohit Gandhi +Rahul Khanna:

Riqueza dos bordados no vestido dourado Emilio Pucci:

Conchas inspiraram Sarah Burton no vestido (deslumbrante, mas conceitual) de Alexander McQueen:

Contando os meses para o retorno do calor…

Fotos: TheFashionSpot.

1 comentário

Arquivado em Inspirações

Nas ruas de Londres- A cor da transição.

Enquanto no Brasil nos despedimos (aos poucos) do Verão,  no hemisfério Norte a expectativa é pelos dias mais quentes que a primavera vai trazer a partir da próxima semana. As lojas estão recheadas com as novidades para o Verão e a cartela de cores já está tomada por uma moda colorida em tons pastel e neon.

Mesmo assim, as temperaturas insistem em ficar abaixo dos 10 graus na maioria dos dias. Com isso o uniforme continua pesado e em tons mais neutros e escuros, mas até as lojas  e as pessoas que ainda não se renderam ao apelo dos próximos meses quentes, não conseguiram resistir a uma cor: O azul cobalto que é sem dúvida a cor da transição aqui em Londres- Perfeita para enfrentar o frio e para se jogar no calor.

A Missoni com seu Spring/Summer inspirado na Espanha reproduziu os looks da campanha na sua vitrine:

Na vitrine da Harvey Nichols, a aposta foi na saia com apelo esporte couture de J.W Anderson:

Entre os sapatos de Giuseppe Zanotti o azul também surge como opção:

Na Miu Miu o foco também é nos acessórios, a bolsa bicolor super lady-like é hit:

Usar tons mais discretos é uma ótima maneira de destacar ainda mais o azul, durante a temporada de moda do hemisfério Norte, a cor foi uma das mais usadas.

A blogueira Hanneli com sua jaqueta Acne no tom da temporada:

Charmosa no chapéu da Maison Michel:

Look preto e navy com sobreposição de camisa no tom, ótima inspiração para os dias de Inverno que nos aguardam. O toque de animal print na bolsa também ficou lindo!

Para as mais ousadas, o sapato com plataforma barroca surge combinado com meia azul. Não é para todas…

As fast fashion não ficam atrás: A H&M também curte a idéia do azul como toque de cor em tons mais apagados, olha a diferença que o blazer e scarpin fazem neste look.

Na Reiss, uma das lojas favoritas de Kate Middleton, o look tem apelo preppy e é bem meia-estação:

Reparem que a composição acima traz uma mistura de tons, esse artifício foi usado bastante também em looks de rua: Uma peça cobalto lisa com estampa ou textura na cor.

As calças nessa cor continuam fortes:

Já cansaram? As revistas de moda deste mês também aderiram: Look monocromático no editorial estrelado por Mila Kunis na Bazaar US.A campanha Verão 2012 da Massimo Dutti brinca com cores vivas. O pêssego fica lindo com cobalto.

Toda essa overdose não tem data para terminar, já que a cor vai seguir super popular para o próximo Inverno, o que significa que vale a pena investir em peças no tom ou tirá-las do armário. Balenciaga, Stella McCartney, Chanel e Paco Rabanne criaram suas versões:

Na coleção de Stella não bastou a cor dominar os looks, a maquiagem também destacava o cobalto através da máscara de cílios escolhida:

Tudo azul?

Fotos: Style.com, StreetPepper, FashionGoneRogue, Hanneli, Roberta Weber.

1 comentário

Arquivado em Inspirações, Londres, Trend alert

Trend Watch- Jardim de Inverno.

Militarismo, veludo, influência sportswear já são algumas das tendências confirmadas para o próximo Inverno. Além delas, mais uma surge como destaque: flores.

Durante a temporada Primavera/Verão, estampas florais são mais do que previsíveis, nas coleções de Outono/Inverno 2012 é notável a presença de estampas de todos os estilos dominando. Já comentei aqui dos brocados metalizados e da tapeçaria, ambas utilizam flores em suas composições, mas é a presença de floridos nas passarelas de todas capitais até agora que mais chamou atenção:

Com certo clima futurista, misturado com tecidos tecnológicos e metalizados garantiu lugar em Londres e em Nova Iorque: Na coleção incrível de Christopher Kane, bordada e combinada com a bolsa de Derek Lam, patchwork de florais para Peter Som e misturada com brilho na Preen.

Estampada da cabeça aos pés para Michael van der Ham, e flores aplicadas com tule e renda para McQ e Giles:

Flores também podem agregar glamour a vestidos de festa com aplicações, tecidos nobres e bordados: Resultados incríveis nos looks de L´Wren Scott e Marc Jacobs.

Em Milão, Frida Giannini aplicou flores negras em seus longos vestidos transparentes na Gucci, já Dolce & Gabbana foram fiéis às suas marcas registradas e misturaram flores com renda. Reparem na meia curtinha também florida usada com sapato.

Celebridades indicam os rumos das tendências, confirmando se elas encontrarão sucesso nas ruas também. Ontem, durante o Independent Spirit awards, quatro atrizes conhecidas por seu estilo optaram pelos florais:

Rashida Jones com um vestido lady-like da coleção pre-fall de Oscar de la Renta, Shailene Woodley optou pela blusa com mini aplicações de flores douradas e Kirsten Dunst escolheu um look clássico P&B e arrematou com plataformas floridas Dolce & Gabbana:

Para fechar, meu look favorito: Zoe Saldana de Balmain Verão 2012:

Com tantas opções diferentes e cheias de glamour, será que veremos florais hoje no Oscar?

Fotos: Vogue.com, Nowfashion, JustJared, CelebUtopia.

2 Comentários

Arquivado em Fashion Week, Inspirações, Trend alert

(Micro) trend alert- Espanha.

A temporada Outono/Inverno internaci0nal começa essa semana, mas como os dias quentes não dão trégua, aqui vai mais um pouco de inspiração para as temperaturas altas.

Na temporada Pre-fall, India e todo o clima gypset influenciaram a moda. No Verão 2012, o país escolhido foi Espanha, no post anterior eu comento o efeito Balenciaga, portanto a escolha do país natal do estilista não é coincidência: Formas super femininas, referências dos toureiros e da dança Flamenca, toda a típica cultura espanhola entra na roda. Maxi acessórios (com destaque para brincos), jaquetas curtas e ajustadas, corpetes, brocados, comprimentos assimétricos, babados, detalhes bordados…

A campanha de Verão da Miu Miu aposta forte na tendência: Flores na cabeça, formas ajustadas, cores vivas…

Flores na cabeça parecem ser o toque de styling favorito dos editoriais: na Vogue UK, Lana Del rey aparece com arranjo vermelho e look Prada.

Na revista Francesa Jalouse, a inspiração é nas touradas. A parte de cima remete aos uniformes típicos, mas combinado com jeans ganha ares modernos:

Na Vogue Paris, o look espanhola  entra na onda gypset, sexy e feminino na medida com toques maximalistas:

Na última coleção, Dolce & Gabbana seguiram fiéis a mulher Italiana, mas com uma pitada de Espanha para deixar as criações ainda mais cheias de glamour, como na capa da Vogue Japão de Março:

A Missoni criou sua Primavera/Verão inspirada no país e ainda chamou o diretor Pedro Almodóvar para dirigir a campanha, garantindo um clima realmente hispânico.

Balmain e Moschino também aderiram: Criando suas versões para as jaquetas de toureiro:

Qual interpretação latina vocês preferem?

Fotos: Vogue.com, Style.com, VogueUK.

1 comentário

Arquivado em Microtrend

Influência Balenciaga no Verão 2012:

Yves Saint-Laurent foi a maior referência dos estilistas no último Verão, colorblocking, utilitarismo, glamour anos 70, todas estas tendências fazem parte da história do saudoso estilista. No Inverno, o estilo de Gianni Versace, dos anos 80 e início dos anos 90, predominou. Agora é a vez de outro grande criador invadir os moodboards das maiores maisons e estilistas da atualidade: Cristobal Balenciaga.

O Espanhol era mestre na alta-costura, e fechou seu atelier quando o prêt-à-porter (iniciado por YSL) ganhou força. A silhueta de Balenciaga era impecavelmente construída, volumes estratégicos, formas arquitetônicas, assimetria, ombros arredondados, remetem às suas criações dos anos 50. O “peplum”, aquela espécie de saia que apareceu em todas coleções de Verão, era uma de suas marcas registradas. Os casacos com mangas de quimono também foram desenhados por ele, assim como os shapes cocoon e muito da estética minimalista.

Nicholas Ghesquiere para Balenciaga, Chado Ralph Rucci, Donna Karan e Dries Van Noten apresentaram propostas para Primavera/Verão 2012 com forte apelo Cristobal:

Jason Wu e Giles Deacon também criaram vestidos de festa deslumbrantes com toque Balenciaga:

Vestido Balenciaga 1965-66 e Céline Primavera/Verão 2012:

O basque ou peplum em uma criação original de Balenciaga, e no look book Verão 2012 da H&M

Vera Wang criou uma silhueta Balenciaga com toques de sportswear deluxe, aqui em editorial da Vogue América de Fevereiro.

Até Alexander Wang, conhecido por seu estilo cool e street, bebeu da fonte de Cristobal ao criar seu Verão 2012. Look completo Wang fotografado pela Vogue US:

Sabem as peças mullets tão em alta no momento? Também foi invenção de Cristobal, esse vestido pink é de 1959, o shape foi inspirado nas dançarinas de flamenco. Há algumas temporadas, Christophe Decarnin criou vestidos de festa com este shape na Balmain. Nesta temporada, os “mullets” ganham as ruas adaptados para looks urbanos e serão as peças mais populares nas lojas. Na foto, um modelo de Peter Dundas para Emilio Pucci.

Mais up-to-date ainda, a coleção de alta-costura da Dior apresentada semana passada, trouxe referências de Balenciaga. Além do new look criado por Christian Dior, Bill Gayten buscou formas amplas direto do arquivo de Cristobal para sua coleção de Verão. O vestido preto de renda é Outono/Invern0 1965.

Fotos: Style.com, MetropolitanMuseum, FashionGoneRogue, StoreMags, Tumblr.

3 Comentários

Arquivado em Perfil, Update das tendências

Semana de alta-costura Verão 2012 – O material da vez.

A semana de alta-costura Verão 2012 começou, e é justamente nestas coleções que os estilistas aproveitam para brincar mais com o lado conceitual e criar “sonhos”. Roupas milimetricamente criadas e construídas, acabamento impecável até no lado avesso, somente os melhores materiais, bordados.

Muitas das tendências apresentadas na couture já são velhas conhecidas como: Rendas, transparências, cores cítricas, paetês e tecidos com textura brilhosa continuam marcando presença. A novidade é que, depois da onça, da cobra, da zebra, o animal da vez é o crocodilo e praticamente todas as coleções apresentavam uma variação do material:

Na Givenchy, a coleção dividida em três partes, trouxe a primeira com o material nobre trabalhado incansavelmente, alguns vestidos levaram 350 horas para confeccionar. Marrom com preto, manga longa e silhueta ajustada são as propostas de Riccardo Tisci.

Giambattista Valli continua seu reinado como novo “darling” da semana de alta-costura, suas roupas no melhor estilo “new look” da Dior vieram com peplums, saias lápis, vestidos de tirar o fôlego, não esquecendo da saia e da blusa de croco. Reparem que incrível a leveza da renda branca misturada com a blusa de crocodilo.

Bill Gaytten segue na Dior e pelo jeito, vai ficar mais algum tempo. Cintura bem marcada, silhueta anos 40 e luvas garantem a sofisticação. Na maison o crocodilo aparece em versão clara e escura com toque de filme noir.

Na Armani Privé, o material apareceu para sofisticar ainda mais as jaquetas estruturadas e impossivelmente bem cortadas em tom verde cítrico e azul remetendo ao tema submarino. O píton também apareceu bastante na coleção. A saia lápis mostra-se onipresente, bem  que eu avisei neste post aqui- “O novo shape”.

Vale lembrar que o mestre, Azzedine Alaia,  já tinha usado o material na sua coleção de alta-costura Inverno 2012, seis meses atrás. Confere o post aqui.

Materiais nobres e proporções muito elegantes para o próximo Verão…

Fotos. Vogue.com

 Explicando a Alta-costura: A alta-costura é o topo da moda. O nome é protegido e só podem desfilar nesta semana os membros da”Chambre de commerce et d´industrie de Paris”. Os desfiles que são verdadeiros shows, movimentam milhões para as marcas de luxo, não vendendo as peças apresentadas (apenas 2.000.00 mulheres no mundo tem acesso à alta-costura, e somente 200 são clientes regulares), mas pela publicidade gerada em razão das celebridades nas primeiras filas e, principalmente pelas roupas impecáveis. A alta-costura vende o conceito da marca, os melhores tecidos possíveis, bordados inimagináveis, tudo feito em perfeição e maestria. As peças são todas feitas sob-medida para a cliente que geralmente precisa fazer 3 provas de roupa até recebê-la. Os perfumes, maquiagens, acessórios como bolsas e sapatos que sustentam financeiramente estas grandes marcas, mas a “Couture” sustenta o sonho.

1 comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações, Trend alert