Arquivo da tag: PFW

#PFW- Givenchy e a (minha) melhor coleção da temporada.

giv5

Já estou preparando o post com os melhores da temporada Parisiense, mas tive que iniciar com um post exclusivo e (emocionado) para o melhor de todos: Givenchy.

Uma gladiadora em tons de marrom, preto e branco é a proposta do Verão 2015.

giv2

Todo mundo tem seus preferidos, e Riccardo Tisci sempre esteve na minha lista (de mão com Alaia, Hedi Slimane, Balmain e Isabel Marant), já há algumas temporadas andava decepcionada e pouquíssimo empolgada com a Givenchy. Infelizmente, quando a gente ama muito, as expectativas são bem maiores e as exigências também. Desta vez, ele não decepcionou. Retorna o sex appeal, com toques esportivos, religiosos e todo aquele mix de referências que Tisci sabe fazer tão bem.

giv3Pretinho básico em várias versões, que tem tudo de lindas e nada de óbvias e chatas:

giv1

Fechando com looks P&B, e aí entra aquela veia latina com transparências e babados contrapostos com shapes ajustados e o infalível couro:

giv4

Verão inspirado e inspirador…

Fotos: Vogue.com, Dazed.com.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

#PFW- Favoritos Inverno 2014/15.

SL

Já estou com várias pautas legais para colocar aqui no site, mas não poderia deixar de falar sobre os meus favoritos da minha fashion week favorita: Paris.

Na Saint Laurent, assim como na maioria das coleções da temporada, os anos 60 predominaram. Um espírito rock´n´roll com mix de grunge, glam e punk. Adorei a atmosfera e os looks que remetiam à Marianne Faithful e Anita Pallenberg:

sl2

Isabel Marant mais uma vez produz uma coleção com tudo que eu gostaria de usar no Inverno: Styling esperto, peças básicas misturadas com brilho, tudo honrando seu estilo hi-lo, mas com silhuetas que pareceram novidade. Na cartela de cores, os tons de verde, marrom, cinza e navy foram os favoritos:

pim

Haider Ackermann também reproduziu um mood que me atrai. Reparem nas calças skinny com comprimento cropped, minhas favoritas da semana:

pha

O espírito cool com sex appeal de Anthony Vaccarello:

pav

Na Carven, me encantei com os mini comprimentos usados com bota cuissarde e casacos no ombro: Perfeita nonchalance francesa:

pcarven

Possivelmente a peça mais importante do Inverno, o casaco surgiu em diversas interpretações. Fugindo da influência 60´s, Riccardo Tisci buscou nos anos 40 e no estilo das francesas a inspiração para a (impecável) coleção da Givenchy:  Adulta, sofisticada e sexy:

pGivenchy

Styling que apareceu em algumas passarelas e que eu adorei foi o casaco usado como vestido, se marcado na cintura ainda melhor: Balenciaga, McQueen e Céline aprovam:

pcasaco

A silhueta bem feminina e as texturas de Giambattista Valli, a influência futurista da década de 60 surge no modelo metalizado com ombros arredondados:

giamba

Os minis de Valentino com cartela de cores fortes: Resultado incrível tanto nos tons vibrantes como nas apostas neutras. Vontade também das botas logo abaixo do joelho:

pval

Fechando com a maior expectativa da moda em muito tempo: A estréia de Nicholas Ghesquiere na Louis Vuitton. Anos 60 com tecnologia bem 2014, o designer conseguiu modernizar e transformar a Vuitton em algo jovem e altamente desejável e atual. Destaque para as calças de cintura alta, uma de suas marcas registradas da Balenciaga que se adaptaram muito bem na sua nova casa. E para as saia evasê que provocaram desejo imediato. No styling, o brinco usado em uma só orelha (artifício também adotado na Céline) promete ser o truque de styling favorito:

plv

E que venha o frio.

Fotos: Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

#PFW- O inverno da Balmain.

balmain

Paris é a cidade mais importante do calendário internacional e os desfiles de Inverno começaram nesta Terça.

A Balmain mostrou hoje sua proposta para o Inverno 2014-15, quem viu aqui no site o post ” O pre-fall (com algumas novidades) da Balmain” não vai se surpreender muito: Um mix militarista com guerreira tribal tudo situado em um ambiente mega urbano, Olivier Rousteing não está brincando em serviço. A atitude é forte e o styling cheio de boas idéias.

O retorno da calça cargo em versão couro e social, mais larguinhas e super confortáveis. O peplum também está de volta, marcando bem a cintura e deixando a silhueta mais feminina:

balavolta

O animal print já se tornou um clássico e na Balmain a onça e a zebra foram os eleitos. Gostei muito das versões da primeira:

balanimal

Cara nova para velhos conhecidos: O terninha super tradicional ganha approach utilitário de uma manga só, zero formal. Os plissados, um dos efeitos favoritos da temporada, aparece em sobreposições e no couro trabalhado. Já o parka, peça versátil que invadiu as ruas, fica ainda mais especial no couro khaki:

balrefresh

As saias surgem para todos os gostos: Midi, lápis, mini com efeito origami e texturizada, a Balmain serve a mulher (sexy) de todos os estilos. A cartela de cores deu mais atenção ao azul noite, verde militar e khaki quebrados por flashes de laranja e amarelo queimado.

balsaia

Contando os minutos para o Inverno…

Fotos: Instagram, Vogue.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Adaptando a tendência, Fashion Week, Inspirações

#PFW- O melhor desfile da temporada.

val2

Para fechar de vez os posts sobre a temporada Primavera/Verão 2014, não poderia deixar de comentar meu desfile favorito da estação: Valentino!

Desde que Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli assumiram a direção da marca, suas criações tem feito muito sucesso. A maior prova é o case da linha de acessórios, ponto bem fraco da Valentino que hoje é hit total (graças à linha Rockstud e as alpargatas de renda). Nesta coleção, a inspiração veio de Maria Callas e ópera, ecos folclóricos também foram fortes e um clima gypset que remetia à África, Russia e outras culturas deixou tudo mais interessante e atraente.

No lugar do clima austero da último Inverno, cores mais alegres, comprimentos mais curtos e transparências misturadas com bordados handmade.

Camurça surgiu com tudo e foi complementada impecavelmente por acessórios mais folk, com franjas e couro.

val4

De perto, os detalhes enchem os olhos e destacam ainda mais o mood étnico:

val3

A riqueza impressiona:

valentino

Acessórios, tão importantes para o mercado de luxo, não decepcionaram. Os spikes foram substituidos pelas tachas redondas que lembram moedas, shape que Dolce & Gabbana também apostaram.

franja

As moedas também enfeitavam as tiaras, super femininas, mas sem apelo menininha:

valentino2

Outro truque de styling interessante, que tem tudo para inspirar nossas produções, é a gargantilha de duas voltas com corrente usada com decote fechado:

tiara

Louca para usar tudo no Verão que está chegando…

Fotos: Vogue.com

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Fashion Week, Inspirações

#PFW- De olhos nos detalhes.

CLOSEB

Meu envolvimento com o Inverno 2014 nas últimas duas semanas, me impediram de dar a atenção que eu gostaria para a última parte de temporada Primavera/Verão do hemisfério Norte. Mas, como acredito na máxima “antes tarde do que nunca”, separei os melhores (e mais lindos) detalhes da Paris Fashion Week para comentar e dividir com vocês.

Abrindo com Balmain e sua coleção cheia de referências anos 80, overdose de jeans e detalhes dourados.

clobalm2

O Vichy ou gingham, que eu já havia anunciado neste post “(Micro) Trend- Estampa vichy”, surgiu na Balmain e também ganhou destaque em outras coleções, como a da Carven.

clobalm

A maison é famosa pela riqueza dos detalhes e Olivier Rousteing não decepcionou. Destaque para as pulseiras de corrente bem largas, os colares de corrente com elos largos já andam populares desde Phoebe Philo introduzí-los na Céline e agora ganham mais força na Balmain.

clogiamba

Aliás, depois dos maxi colares e dos brincos statement, o foco passa para o pulso. Braceletes e pulseiras foram favoritos no styling das principais coleções: Na Céline, um mix de shapes diferentes

celine

Na Dior o modelo remetia à algas marinhas e Giambattista Valli foi com a clássica serpente, com muitas e muitas voltas:

giamba

Na Chanel, as correntes com couro, marca registrada da casa, e pérolas oversized enfeitavam:

chanel

Karl Lagerfeld criou um Verão com cartela de cores lúdica e cheia de influências artísticas:

CLOSECHANEL

Cintos também vão aparecer bastante nos próximos meses. Na Céline, ora marcavam a cintura bem amarrados, ora ficavam na altura do quadril:

celine2

Sarah Burton também buscou inspiração na África e em uma cartela de tons primários. O cinto bem largo surge na altura do quadril:

mcqueen

Hedi Slimane seguiu fiel ao estilo rock´n´roll na Saint Laurent, cintos mais finos de couro foram alternados com modelos em paetê e correntes. As onipresentes correntes ressurgira na passarela em banho prata:

sl

Lanvin e Givenchy optaram por trazer o lame de volta, com mood bem anos 80. Alber Elbaz escolheu chamar atenção para cintura apostando pesado no ouro:

LANVIN

O modelo cinturão, que eu mostrei na MFW, também encantou na Lanvin. Outra tendência forte para a temporada serão os plissados:

CLOSELANVIN

Na Givenchy, pulseiras e anel complementam o look. Observem que Riccardo Tisci implementou a febre da corrente no anel:

CLOSEGIVFalando em bolsas, um dos truques de styling mais populares foi o de carregar a bolsa na mão, segurando-a. Na Chloé abaixo:

chloé

Para finalizar, tamancos retornam para os próximos meses de calor. Correntes (olha elas aí novamente) decoram a versão de Giambattista Valli e o toque mais rústico é a escolha na Chloé:

tamanco

O post ficou gigante, então amanhã volto com meu desfile favorito da #PFW.

Fotos: Vogue.com

Deixe um comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações

#PFW- Muito amor para Balenciaga.

bal

 

Sempre fui entusiasta de Alexander Wang e sua marca própria, muito fã mesmo. Roupas acessíveis, com informação de moda, mas apelo de vida real. Sem contar que ele sempre soube utilizar infuência do street style e tornar tudo ainda mais desejável. Mas confesso que quando anunciaram o nome dele para Balenciaga, não achei a idéia tão genial assim. Substituir alguem como Nicholas Ghesquiere não é tarefa fácil e não sabia se Wang tinha a cara de uma maison tão tradicional e avant-garde (graças a Ghesquiere) e ao mesmo tempo com uma história tão rica (looks da Balenciaga dos anos 50 e 60 são de chorar de tão lindos e bem construídos).

Na primeira coleção oficial, do Inverno passado me surpreendi positivamente. Na coleção de Verão 2014 apresentada hoje, me apaixonei perdidamente. Quero usar tudo.

As formas arredondas dos ombros referenciam Cristobal Balenciaga, mas o corte estilo perfecto é puro Wang. Verão em tons pastel, moderno, mas sem perder a essência da marca:

bal1

 

Tops cropped vão continuar na próxima estação, mas aqui o resultado é sempre o mesmo: Elegante.

bal2

 

Os vestidos foram os meus favoritos. Shapes precisos e ecos arquitetônicos na simplicidade do branco. Os vestidos com uma espécie de capa apareceram várias vezes e aposto que serão os maiores hits da coleção (e das fast fashion que certamente vão replicar!):

bal3

 

Em preto as peças também encantam e lembram porque o minimalismo está tão forte. Corte perfeito e nada mais:

bal4

 

Para finalizar, os looks com transparência, influenciados pela época couture da Balenciaga concluíram com maestria o primeiro Verão de Wang para marca:

bal5

 

Falando em vestidos, a Carven é uma tradicional marca francesa que ganhou momento revival pelas mãos de Guillaume Henry. Consistentemente criando coleções que viram hit, hoje ele apresentou vestidos com padronagens clássicas da estação como vichy e floral em leitura atualizada. Também adorei:

carven

 

Fotos: Vogue.com

1 comentário

Arquivado em Fashion Week, Vontade do dia

O melhor da #PFW.

VACARE

Finalizando os posts sobre a temporada Outono-Inverno 2013/14 do hemisfério Norte com a melhor das semanas de moda: Paris. Na minha opinião, Paris reúne as melhores marcas e os desfiles mais esperados. Foi difícil editar os meus favoritos, depois me contem se vocês concordam!

Quem quiser ver os outros posts da NYFW, LFW e MFW é só clicar em cima de cada cidade.

Abrindo com Anthony Vaccarello, falei sobre ele aqui no site em 2011, desde então ele confirmou seu espaço e conquistou sucesso indiscutível com roupas cada vez mais lindas e de apelo sexy sem cair na obviedade. Amei o mix de peças com influência esportiva e detalhes de correntes!

O melhor evening wear pertence a gaucha Barbara Casasola. Sua especialidade são roupas feitas para serem usadas depois das 6 da tarde, e sua mulher elegante e intelectual melhora a cada novo desfile. Destaque para o comprimento midi e transparências estratégicas:

CASA

Phoebe Philo não costuma decepcionar e seu Inverno para Céline é minimalista e mais feminino que de costume. Adorei o modelo de saia flute com comprimento mais alongado. Vale também destacar a estampa xadrez de feira que ficou luxuosa na leitura de Philo.

As botas cuissarde em cinza são objetos de desejo!

CELINEO punk da Chanel: Karl Lagerfeld sempre arranja maneiras de reinventar os códigos da maison criando coleções atuais, mas que respeitam o estilo da marca. Homenageando o punk que é o tema da exposição anual de moda do MET em 2013. Me apaixonei pelas peças em tweed, pelas saias skater, e pelo styling impecável. Especialmente o truque da meia de couro dando impressão de cuissarde e o colar usado por cima dos cabelos. Uma verdadeira aula de inovação:

CHANEL

O grunge cigano da Givenchy: Já cansei de comentar aqui que Riccardo Tisci é meu estilista favorito. Neste Inverno, ele propos misturar sua mulher sempre um pouco étnica através da cultura cigana, com referências ao movimento grunge. Xadrez, florais, imagens de Bambi e detalhes como brilhos e jaquetas biker garantem um resultado original e que desperta desejo:

GIVENCHY

O couture street de Giambattista Valli. O estilista é mais conhecido por seus vestidos de alta-costura deslumbrantes. Agora também diretor criativo de uma linha especial da Moncler, ele uniu sua marca registrada à tênis de estilo slipper, que emprestaram uma cara mais contemporânea às suas peças. Saia envelope, detalhes em pele e comprimento no joelho é a formula infalível de Valli para o Inverno.

GIAMBA

A mulher européia da Hermès. Parte francesa, parte inspirada nas heroínas de Hitchcock, Christopher Lemaire levou para passarela uma mulher incrivelmente chique vestida em tons terrosos e no clássico P&B. Possivelmente a minha coleção favorita pela sua simplicidade e roupas belíssimas:

HERMES

A estréia de Alexander Wang na Balenciaga. Apesar de amar Wang, não fiquei muito entusiasmada quando seu nome foi anunciado para substituir Nicholas Ghesquiére na maison. Foi uma grata surpresa. Releituras de momentos chave da marca, junto com o olhar moderno de Wang resultaram em uma coleção impecável. Minhas peças favoritas foram as com efeito craquelê:

BAL

Os vestidos da Valentino. Mais do mesmo, mas cada vez melhor, muito vermelho, azul, renda e detalhes em couro dominaram o Inverno da Valentino, desta vez, estampas de tapeçaria também ganharam espaço. Me apaixonei pelos vestidos curto em azul klein e com detalhes transparentes:

VAL

O uso de cores de Dries Van Noten. Responsável pelo meu desfile favorito do Verão passado, nesta temporada o belga comprovou mais uma vez seu dom com cores, utilizando tons vivos, plumas e criando para uma mulher cheia de estilo que preza a qualidade com um pouco de ecêntricidade:

DRIES

Os acessórios da Lanvin. Alber Elbaz surpreendeu novamente com sua habilidade em criar peças femininas que enfeitam e destacam o melhor de cada mulher. Desta vez, a melhor parte foram os acessórios com palavras divertidas como cool, love, help, marcando cintos, colares e anéis nada discretos. Garantia de sucesso e de muitas cópias nas principais lojas fast fashion.

LAN

Qual a coleção favorita de vocês?

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria