Arquivo da tag: Inverno 2012

As heroínas de Hitchcock e o Inverno 2012-13.

Anos 80, cores vivas, silhueta oversized e muito decorativismo através da estética barroca prometem comandar o próximo Inverno, como comentei aqui e aqui. Para contrastar com o maximalismo, estilistas apostaram em um grupo seleto de inspiração: As heroínas de Hitchcock…Ar misterioso, cabelos loiros presos de maneira impecável, luvas, cintura marcada, comprimento midi, alfaiataria perfeita. O cineasta sempre soube da importância do figurino para contar suas histórias e nenhum detalhe passava despercebido, assistir um de seus filmes é além de uma aula de cinema, também um belo exercício sartorial.

Lembro de imagens de Grace Kelly e das loiras gélidas dos filmes de suspense do diretor há muitos anos, mas foi em 2005, através de uma coleção de Alexander McQueen que meu fascínio pelas mulheres de Alfred cresceu. O vestido amarelo no centro foi meu sonho de consumo por vários meses (Nunca consumado):

A última coleção de Raf Simons para Jil Sander referenciou as heroínas dos filmes de suspense, assim como Alberta Ferreti, estilo demure e intocável com cores neutras. Trench coats, casacos longos de estilo boxy são clássicos:

Já o uso de pele, polêmico, mas muito comum nos filmes do diretor. As peles fantasia emprestam o glamour old school sem ofender. O batom vermelho e o esmalte vermelho também ajudam a transmitir a mensagem, que não deve ser literal. Vale apostar em óculos mais modernos, ou brincar com texturas como na saia de couro plissada da Dior na terceira foto:

A renda pode parecer pura em tons claros e cortes mais comportados, mas com transparência e tons escuros como as de Erdem são belas opções para entrar no clima. Importante lembrar que a renda anda mais em alta do que nunca!

As publicações especializadas não ficaram de fora, a foto que abre o post é de um editorial todinho dedicado ao tema da revista Glamour UK de Setembro. Capas tem tudo a ver com o universo Hitchcock e deixam o look ainda mais charmoso, como ilustra a Elle Americana:

Combinações inusitadas devem ser testadas, a idéia não é sair fantasiada de vintage, apesar que o estilo lady-like é atemporal. Na Mulberry o vestido meio 50´s é combinado com ankle boots e aparece em tom vibrante:

Outros ícones das heróinas do diretor serão hits da temporada.

O shape favorito nas bolsas é no estilo “doctor bag”, bem estruturadas, que apareciam sempre em seus filmes. Sapatos de bico fino em estilo bem clássico, os kitten heels também são favoritos para o próximos Inverno:

Para garantir o glamour, luvas de couro, pérolas, relógios delicados e óculos estilo gatinho são infalíveis:

As amantes de cosméticos também vão poder aderir através da coleção nova da Chanel, em homenagem à Hitchcock. Entre os produtos, três novas cores de esmalte (maiores hits de beauté da marca) foram batizadas com nomes de filmes do diretor: “Frenzy”, “Vertigo” e “Suspicious”.

Dia 20 de Outubro, estréia na HBO Americana e Inglesa o filme “The Girl” estrelado por Sienna Miller no papel de Tippi Hendren,  atriz de clássicos Hitchcockianos como “Marnie” e “Passáros”:

Eu estou louca para assistir! Quem também ficou curioso, pode encontrar mais informações aqui neste link.

Fotos: Style.com, Vogue.com, ElleUS, GlamourUK, Zinio, Chanel.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Inspirações, Trend alert

Inverno 2012/13 – Drama.

Drama e opulência são palavras que combinam com o próximo Inverno: O barroco, o gótico e o estilo vitoriano são marcas fortes do que vimos nas coleções. No hemisfério Norte, as coleções de Inverno começam a chegar nas lojas e inundar as revistas de moda com novas campanhas e editoriais no tema.

A capa da Vogue Itália do mês (foto que abre o post), clicada como sempre por Steven Meisel, é deslumbrante e traduz perfeitamente o mood da temporada.

O principal editorial traz as maiores coleções do Inverno: Preto predomina e o batom escuro vira o maior hit da estação.

O clima dark também surge em uma das capas da V, com styling de Carine Roitfeld, a coleção da Givenchy, com combinações de vermelho e marrom, foi inspirada no universo da cavalaria e aposta no decorativismo:

A coleção super polêmica do Inverno de Marc Jacobs, cheia de volumes e sobreposições, lembra um visual de bruxaria. A campanha reforça isso, destaque para os sapatos de salto típicos dos pelegrinos:

Na Versace, o clima que impera é o gótico com pegada militar. Mais uma vez o batom escuro é fundamental para garantir o resultado desejado:

Jason Wu também aposta no batom em tom fechado, clima noir e uma imagem que faz pensar em “O expresso da meia-noite”:

Com dose extra de glamour e transbordando influência barroca e Russa, o Inverno da Salvatore Ferragamo é luxuoso e misterioso. Tem que assistir o vídeo estrelado por Kate Moss:

Cores sóbrias, shapes mais severos, tecidos nobres, clima dark…Inverno com muito drama!

Fotos: Vmag, VogueItalia, SalvatoreFerragamo, TheFashionSpot.

2 Comentários

Arquivado em Inspirações

Trend watch- Semana de alta-costura.

Ano passado, o retorno triunfal de Azzedine Alaia às passarelas durante a alta-costura ganhou post aqui no site. Desta vez, na falta de Alaia, optei por comentar algumas tendências fortes que surgiram e que diferentemente dos vestidos (que custam até 200 mil dólares) todo mundo pode aderir:

Começando pelo degradê, que já havia aparecido timidamente no Inverno prêt-à-porter e surge com força. Minha proposta favorita foi da Givenchy, com uma apresentação sempre maravilhosa e nada óbvia, bem ao espírito no que a alta-costura deve ser (No final do post tem uma explicação sobre o que é a couture, como funciona…).

Também apostando neste efeito, Armani privé em tons de cinza e proposta similar e delicada na estréia de Raf Simons da Dior e na Chanel. O degradê é conquistado através de ricos bordados, resultado deslumbrante!

Algumas peças que já estão nas ruas, ganham espaço nobre: É o caso do cinto de metal espelhado, em versão dourada para Dior e prata na Chanel, upgrade de looks mais casuais e cool direto para o topo da moda com muita sofisticação:

O veludo preto é o mais popular entre os tecidos, sempre luxuoso apareceu em calças na Givenchy e na Armani (Calças apareceram muito na semana!) e em vestidos para Alexis Mabille e Chanel:

O patchwork surgiu absoluto nos primeiros looks do desfile da Chanel, lembram deste post: Será o retorno do Patchwork?

Na falta de Alaia, fecho o post com a minha imagem favorita da semana de alta-costura: Riccardo Tisci e sua visão sempre incrível da Givenchy.

 Explicando a Alta-costura: A alta-costura é o topo da moda. O nome é protegido e só podem desfilar nesta semana os membros da”Chambre de commerce et d´industrie de Paris”. Os desfiles que são verdadeiros shows, movimentam milhões para as marcas de luxo, não vendendo as peças apresentadas (apenas 2.000.00 mulheres no mundo tem acesso à alta-costura, e somente 200 são clientes regulares), mas pela publicidade gerada em razão das celebridades nas primeiras filas e, principalmente pelas roupas impecáveis. A alta-costura vende o conceito da marca, os melhores tecidos possíveis, bordados inimagináveis, tudo feito em perfeição e maestria. As peças são todas feitas sob-medida para a cliente que geralmente precisa fazer 3 provas de roupa até recebê-la. Os perfumes, maquiagens, acessórios como bolsas e sapatos que sustentam financeiramente estas grandes marcas, mas a “Couture” sustenta o sonho.

Fotos: Vogue.com

1 comentário

Arquivado em Fashion Week, Inspirações, Microtrend, Update das tendências

#Trend alert: Decorativismo.

O nome soa familiar, mas muita gente ainda não compreende exatamente o que o termo significa. Tendência top para o Verão 2012, a moda decorativa vai continuar com mais ênfase ainda no próximo Inverno. Uma evolução do maximalismo, o decorativismo envolve bordados, pedrarias, pérolas, paetês, deixando as roupas mais luxuosas e com aspecto de verdadeiras jóias.

Lembram deste post “Muita riqueza nos detalhes”? Foi na Paris Fashion Week do último Verão que a tendência ganhou força. O resultado pode ser obtido através de acessórios, para as mais discretas, ou em um remix de informações. As passarelas e as revistas apostam com tudo, como a capa da Vogue Inglesa de Junho acima, o look usado por Kate Mossa é Versace, vale lembrar que Gianni Versace foi um dos maiores incentivadores desta moda nos anos 80 e 90.

No tradicional baile do Met, que ocorreu esta semana celebrando a nova exposição “Schiaparelli and Prada: Impossible Conversations”, e conta com um tapete vermelho digno de Oscar, três das minhas favoritas usaram looks decorativistas de Giambattista Valli, Givenchy e Prada.

Aliás, Miuccia Prada foi a maior entusiasta do decorativismo com toque intelectual no Inverno 2012-13, na Prada e na Miu Miu:

No Inverno da Valentino, looks cuidadosamente embelezados: Nada ficou de fora!

Detalhes luxuosos do desfile de Inverno da Chanel,  inspirado em cristais:

As bolsas em especial, acompanham os looks completos. As duas novidades da Prada e da Chanel para o Outono/Inverno 2013 confirmam:

Nos editorias, a tendência surge mais conceitual, como neste exemplo da Interview:

A coleção de Verão da Dolce & Gabbana, acompanha o mood em tons coloridos, este vestido é um dos favoritos das publicações especializadas. Aqui em foto da Vogue Itália:

Riccardo Tisci nunca deixa de ousar, e sua polêmica coleção de Alta-costura para Givenchy, trouxe brincos e piercings gigantescos e enfeitados. Aqui, modelados por Karlie Kloss na Vogue UK:

Cristais podem ser mais comedidas e usáveis,  decorando peças e acessórios, como esta jaqueta na Vogue Russa:

Verão 2012 da Prada, os casacos ganharam atenção especial com bordados de pedras em candy colors:

Na prática, esta moda não fica restrita a Anna Dello Russo, um mix hi-lo com toques de decorativismo deixam os looks mais interessantes.

Carine Roitfeld foi de suéter masculino da Givenchy decorado com estrelas, o óculos estilo aviador e o cabelo solto emprestam um ar cool:

Giovanna Battaglia optou por casaco Prada da coleção de Verão, mas rosto clean, cabelos presos e acessórios  minimalistas:

Festas permitem mais ousadia, sem perder a elegância, como mostra Diane Kruger em capa bordada de Jason Wu: Coque alto, nenhum acessório e sandália de tiras finas, permitindo que a atenção máxima fique na peça decorada:

Update: Acaba de ser divulgado o look book de Inverno 2012-13 da H&M, e o decorativismo é uma das maiores apostas, neste caso o ponto alto é o boné:

Quem vai aderir?

Fotos: Vogue, Prada, Chanel, JustJared, Vogue UK, Roberta Weber, TheFashionSpot.

5 Comentários

Arquivado em Inspirações, Trend alert

Para usar já: Trophy Jacket.

Sabem aqueles dias, especialmente os mais frios, que a única idéia é um look sem graça? Uma peça pode resolver seus problemas: As trophy jackets! Onipresentes nas últimas temporadas, elas são versáteis e eternas, basta investir em uma que combine com seu estilo que ela ficará no seu armário por muito tempo!

Ano passado, comentei sobre o “Hit da temporada- Trophy pants”, o post tratava sobre as inúmeras inovações nas calças: Estampadas, texturizadas, metalizadas, etc. Apesar de na teoria a idéia ser ótima, na prática não são todas as mulheres que se sentem confortáveis chamando atenção ( a agregando volume) para a parte de baixo. E este é o grande trunfo das jaquetas, sua democraticidade (todo mundo encontra uma para chamar de sua) e inúmeras variações.

Nas passarelas, surgiram firmes para o Verão 2012: Versão “toureiro” na Moschino, psicodélica glam para Cavalli e delicada na Chanel.

E continuaram, em versões ainda mais luxuosas e decadentes, na temporada Pre-fall. Destaque para Balmain e Pucci:

Ilutrando a capa da Vogue Australia, um dos melhores exemplos de trophy jacket da Balmain:

A Balmain é especialista em desenvolver jaquetas “troféu” com detalhes riquíssimos, como mostram Olivier Rousteing, estilista da marca, e Emanuelle Alt, usando dois exemplos incríveis:

Mas e quais as possibilidades da temporada?

As jaquetas de couro podem ter detalhes interessantes como ombros marcados, bordados e tachas:

Ombros estruturados:

Brilhos, paetês e metalizados não foram esquecidos e continuam fortíssimos, para arrasar em looks de festa, ou para serem usadas despretensiosamentes durante o dia.

A jaqueta “Dylan”, com corte esportivo e paetês da Iro, é hit absoluto:

Nas ruas, inspiração em tons pastel:

Ou em estilo hi-lo:

As mais clássicas podem apelar para caimento impecável e alfaiataria, como estes exemplos da Givenchy e Stella McCartney:

Cortes assimétricos ou com peplum também são populares:

Talvez a mais clássica de todas (e possivelmente primeira trophy jacket), a jaqueta de tweed da Chanel ganhou até livro fotografado por Karl Lagerfeld e editado por Carine Roitfeld “The little black jacket”:

Estampas nos mais variados estilos, de animal print à estampas de lenço, impossível não encontrar alguma que combine com seu gosto pessoal. O blazer é uma ótima alternativa, já que seu corte complementa praticamente todas silhuetas:

No clássico shape perfecto ou em formato boxy nas criações de Mary Katrantzou e Chritopher Kane:

Cortes esportivos também não ficam de fora:

As varsity jackets são as favoritas da estação para o estilo esportivo:

Franjas e inspirações étnicas completam o grupo de opções para o Inverno:

Tie-dye com embellishments na campanha de Verão de Isabel Marant:

Qual delas é a sua favorita?

Fotos: Net-a-porter, style.com, IsabelMarant, Topshop, Iro, ElleUK, BazaarUK, Zara, StreetPepper, Caroline´sMode.

5 Comentários

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Trend alert

Look do dia- Franjas.

Como prometido (Ok, com certo delay), mais um look do dia aqui no site. Já escrevi sobre a tendência western que anda rondando a moda: No post “Trend alert- Country girl” e “Coming up- Camisa western“. Essa blusa com franjas na manga tem tudo a ver com este universo, mas verdade seja dita, eu sempre amei franjas e tenho várias peças com elas, não preciso de nenhuma desculpa para incluí-las nos meus looks.

Terça-feira fui convidada para assitir o desfile da malharia Anselmi, em Farroupilha, na Serra gaúcha. Partimos de Porto Alegre às 7 e meia da manhã e a temperatura estava bem baixa, então a solução foi me render ao frio e optar por um look quentinho.

Essa blusa foi amor à primeira vista quando visitei o showroom de Inverno da Daslu em Novembro passado, uma das coisas “difíceis” do meu trabalho é ver peças meses antes de poder usá-la, o caso desta blusa, finalmente este mês ela chegou na loja Tissatt (a Daslu é exclusiva da Tissatt aqui em POA) e obviamente garanti a minha. A Tissatt é daquelas lojas com peças irresistíveis: Sempre por dentro das tendências atuais, mas com muitas peças clássicas também, o mix é incrível, sem contar a qualidade das marcas e atendimento top…

Juntei a blusa que já virou minha paixão com uma calça de couro (fake) skinny que também adoro e veste muito bem, o tom pinhão é pouco óbvio, mas bem fácil de combinar. Para completar busquei inspiração no colorblocking invernal e escolhi esta bolsa azul petróleo (já falei como a cor anda em alta aqui) com tachas. O lenço de animal print com caveiras ficou amarrado na bolsa dentro do evento, mas enrolado no meu pescoço, junto com uma jaqueta de couro preta que não aparece nas fotos, durante o trajeto.

O desfile foi super interessante e repleto de peças que vão ser curingas na temporada, como tricôs metalizados (destaque para os dourados, eu usei uma malha da Anselmi neste editorial aqui) e peças com estilo étnico. Um short com estampa tribal ficou na minha cabeça e já ando sonhando com ele. No final do evento, passamos na loja da Anselmi e acabei comprando algumas coisas, logo elas aparecem aqui no look do dia.

Vocês repararam que neste look incluí foto dos detalhes? Isso só foi possível com a colaboração da linda Vitória Portes do blog da Vitória Portes, que me fotografou com muito talento e boa vontade. Obrigada, Vi!

Aprovaram?

Fotos: Vitória Portes.

Obrigada Tess Fashion Biz e Anselmi pelo convite para assistir ao desfile.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Look do dia

(Micro) Trend alert- Camisa + suéter.

Para a felicidade de alguns e desespero de outros (eu!), o frio finalmente chegou:Hora de tirar as roupas quentes do armário e abusar dos looks com sobreposições para não congelar.

Olhando as fotos de street style do Inverno Europeu, reparei em uma maneira estilosa de se manter aquecida: Blusão por cima de camisa. Idéia simples, mas ótima para inspirar naquelas manhãs gélidas que a única vontade que sentimos é ficar embaixo das cobertas. Todo mundo já tem em casa as duas peças, portanto é só criar a combinação que mais tem a ver com seu estilo.

Começando pelo meu favorito, da linda Hanneli: Adorei a combinação de cores, o casaco com textura e o óculos em tom pastel.

Ton sur ton, brinco de penas e os últimos botões da camisa abertos: Lindo e casual.

Mais preppy, mas não menos estiloso na Vogue Americana: Sweater dress com camisa e punhos aparecendo, para experimentar já!

Na capa da Vogue China deste mês, a mistura de estampas e o amarelo esmaecido são as apostas:

Caroline Issa optou pela saia midi com estampa de tartan, suéter vermelho e camisa branca mullet- A camisa mais longa atrás empresta charme ao look:

Remix total no look que reúne referências rocker, étnicas e clássicas:

A camisa jeans não precisa ficar esquecida nos dias mais frios, basta combiná-la com blusão e jaqueta de couro quentinha. Caroline Issa mostra como (novamente):

Camisa + suéter do mesmo tom, neons são certeiros nesta temporada, complementam a linda calça cropped cinza:

O verde, como eu contei no post anterior, é o novo neutro. Aqui duas maneiras de aderir à este estilo, o tom depende da sua preferência:

Neste caso, a combinação de navy com verde é certeira. A lapela de onça e a camisa estampada deixam o look mega original:

Para finalizar, alternativa interessante de gola estampada com suéter preto: Não tem erro! A luva de plumas é opcional:

Prontas para o frio?

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Microtrend